Redenção de um cafajeste 

Liguem os ventiladores por que a resenha de hoje promete ser quente!

Quem me acompanha há um tempo, já deve ter lido minha entrevista com a talentosa escritora Nana Pauvolih! E se ainda não leu clique aqui, na entrevista ela contou um pouco sobre sua trajetória até chegar ter um livro publicado pela editora Rocco, Redenção de cafajeste é o primeiro de uma trilogia.

É sobre esse livro que será nossa resenha de hoje, pois fui convidada pela própria editora Rocco para ser umas das blogueiras, que vai analisar e comentar sobre o que achou do livro.

Redenção de um Cafajeste é um conto de fadas moderno (como informa na contra capa), o personagem principal é Arthur, um homem podre de rico, mimado e que acredita que todas as mulheres estão a sua disposição, mas acaba se vendo fazendo coisas que nunca imaginaria para conquistar a confiança e o amor de Maiana. Maiana é uma batalhadora que tem mãe e uma irmã osso duro de roer, mas que não se deixa levar a primeira vista pelo charme de Arthur que usa de vários artifícios para conquistar-lá.

“Eu a observei até as portas se fecharem, então voltei ao meu apartamento, decidido. Aquela mulher seria minha.”

Porém a comparação com o conto de fadas, para por ai, por que Nana criou seu próprio enredo, em uma Rio de Janeiro de muitos luxos e bairros modestos com direito a passeios em um barracão de escola de samba. Desenvolveu uma história que promete incinerar calcinhas e te obrigar a ligar o ventilador na potência máxima para terminar a leitura.

Imagine o livro mais hot que você já leu, multiplique por três, jogue muito romance, salpique com um personagem masculino carismático e uma mocinha forte e  você  terá o conteúdo adulto de Redenção de cafajeste,  um livro com um grande teor erótico sem se tornar vulgar ou de mau gosto.

Não tinha como esperar mais desse livro pelo contrario eu realmente achei que seria um romance mais adulto, mas não imaginei que Nana tinha tanto talento na hora de desenvolver uma historia ou de criar cenários para seus personagens. A autora, não deixou nada sem explicação e não perdeu o folego em momento nenhum, Redenção dita um ritmo rápido e envolvente.

O único ponto que achei que ficou um pouco apressado, foi o final. Porém, entendemos que a autora precisava de um final para varias situações e não podia estender a história.

E para embalar toda a geniosidade da Nana, a editora Rocco caprichou na diagramação e na capa escolhida (que ajuda na hora de visualizar os personagem).

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar!♡!   
________________________________________________________________________________________________________________
Titulo: Redenção de um cafajeste 
Autor: Nana Pauvolih
Ano: 2015
Páginas: 427 
Editora: Fábrica231
Onde comprar :AMAZON