Já tem um tempo que estou com a nova edição de O Pequeno Príncipe aqui em casa e fiquei olhando para a tela do computador sem consegui escrever nada, pois qualquer palavra não vai conseguir descrever a beleza e magnitude desta obra; que é a segunda mais traduzida no mundo e se tornou um ícones da literatura infantil.

O Escritor Antoine de Saint-Exupéry não somente escreveu um livro, ele criou uma obra repleta de sensibilidade e visão criativa inexplicavelmente fantástica, com a capacidade de conquistar milhões de fãs ao longo do mundo, e ter mais de 143 milhões de exemplares vendidos nos seus mais de 50 anos de publicação de acordo com o site Wikipédia.

“disse a raposa – Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas, como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos.”

O Livro Pequeno Príncipe conta a história de uma criança que vive em um planeta tão pequeno que com poucos passos consegue caminhar por ele todo, mas que não a impede de ter uma imensa curiosidade e viajar a outros planeta para conhecer coisas novas. Em uma dessa suas novas viagens ele conhece um aviador no deserto do Saara onde o mesmo teve que fazer um pouso de emergência e aguarda por socorro enquanto tenta de alguma forma concertar seu avião.

Com o passar do tempo, os dois vão conversando sobre vários assunto, desde amizade até mesmo a política, mas de uma forma simples que retrata poeticamente a visão de uma criança sobre os temas e mostrando como a amizade dos dois vai se desenvolvendo ao longo da história, mostrando assim através de suas conversas um pouco sobre a vida deles e como o adulto tem que ser explicado a cada novo detalhe.

Quando a editora Geração divulgou que publicaria o livro em uma nova edição, achei extremamente corajoso da parte deles, já que correria o risco de que os fãs não gostassem desta nova edição ou adorassem, era uma mão de duas vias, onde a editora poderia acabar tendo algum fã criando um escarcéu sobre a qualidade do material e ideias utilizadas para diagramação.

Porem o trabalho impecável da editora, mostrou que ela não somente queria relançar essa obra como também dar uma cara mais elegante e charmosa, com cores bem vibrantes e ilustrações que acompanhavam de uma forma bem gostosa a trajetória dos dois personagens, cada página trás uma nova surpresa, um dialogo para refletir.

Entro para lista de livros mais lindos da minha estante, que da gosto de mostra e de indicar como uma leitura única.

 

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar!♡!
________________________________________________________________________________________________________________
Titulo: O Pequeno Príncipe
Ano: 2016
Editora: Novo Século