Estou tentando lembrar como fui apresentada a serie que falarei hoje; será que foi por algum amigo? Prima? Tia? Quero lembrar, porque nunca agradeci essa pessoa pelo desfavor que ela me fez. Graças a essa serie passei anos da minha vida querendo cursar medicina (e odeio feridas, sangue, pus, gente..), passei meses sofrendo porque algum personagem morreu, me tornei apaixonada por duas mulheres (e sou heterozinha, pelo menos eu acho). Hoje gente nós conversaremos a respeito de uma das melhores series que ja assisti (Vocês vao dizer que falo isso pra todas, talvez seja verdade, mas essa daqui é de fato muito especial), hoje conversaremos sobre Greys Anatomy
Greys é um drama medico que foi exibido pela primeira vez em março de 2005 e hoje esta na Decima Segunda temporada, o nome faz uma brincadeira com um famoso livro de anatomia de Henry Gray onde nesse caso o sobrenome Grey é da nossa personagem principal, Meredith (Foda) Grey. Meredith no começo da série é uma jovem interna do Hospital Seatlhe Grace e filha de uma medica renomada que trabalhou nesse mesmo hospital, a mãe de Grey, Elis, é uma lenda viva pelos corredores do hospital, o que causa em Grey um desconforto devido ao seu relacionamento com a mãe e muita pressão porque quando se é filha de uma lenda, as pessoas exigem muito de você. 
Ao longo dessas 12 temporadas iremos acompanhar a vida de Grey, e o mais legal é que apesar de ser a personagem principal, ela nem sempre é o foco do episodio, diversas vezes Meredith passa em segundo plano porque a série esta girando entorno de outras pessoas, outros dramas e casos que não a envolve, o que torna a serie completamente diferente e nova a cada episodio, porque mesmo que você nao se apaixone pela Grey, te da oportunidade de conhecer novos personagens e ignorar completamente a existência da principal.

Logo no primeiro episódio somos apresentados aos novos internos do hospital (e seus residentes) e essa turma de interno será a nossa, sim, nossa, iremos acompanha-los ao longo dos anos, apaixonar, torcer e nos tornar amigos, também iremos nos despedir de alguns deles e sermos apresentados a outros internos. A nossa turma de internos é basicamente composta por cinco pessoas, são elas:

  • Cristiana Yang (minha pessoa, meu amor eterno), ela é daquele tipo de gente difícil de lidar, meio fria, distante, mas muito competente, inteligente e diversas vezes ao longo da serie se mostra de fato a medica da sua geração, com o seu profissionalismo e dom natural. Cristina se torna a melhor amiga de Meredith e a gente se apaixona pelas duas, é lindo ver uma amizade tão pura, amorosa e verdadeira. 
  • Izzie Stevens, uma jovem linda, loira, peituda, magra e ex-modelo, por causa da sua profissão sofre muito preconceito por parte de alguns internos, mas nem isso consegue afasta-la do seu foco e objetivo de se tornar uma otima cirurgiã. Eu particularmente nunca gostei dessa personagem, sempre achei meio chatinha e boazinha de mais, mas essa é apenas a minha opinião mesmo.
  • George (007) O’Malley, ele é unanime, todos que assistem Greys são apaixonados e eu nao sou diferente, George é fofo, carinhoso, atencioso, boa pessoa e excelente médico, nao vou dar spoiler, mas o coração chega a doer em alguns momentos.
  • Por ultimo e nao menos importante temos o Alex Karev, Alex é difícil de engolir, valentão, nojento, chato, bobo, mas é um dos personagens que mais me surpreendeu ao longo da trama, a evolução dele como homem, medico e pessoa nos deixa morrendo de orgulho e amor. Por favor, nao desistam do Karev.

Tambem somos apresentados aos médicos residentes, entre eles estão a Dr.ª Miranda Bailey, apelidada de “Nazista” por sua rigidez e dureza com os alunos; os cirurgiões Dr. Derek Shepherd (par romântico de Meredith e meu também) e o Dr. Preston Burke. Além deste, há o Dr. Richard Webber, cirurgião-chefe e administrador do hospital. 

Na primeira temporada você já começa a sentir a série, começa a conhecer os personagens, mas não se engane, ao longo desses 6 anos eu amei e desamei muita gente, teve um personagem em especial que tinha total nojo dele e hoje é um dos meus favoritos e tem outros que amo desde a primeira que vi, esse foi o meu marido Derek Sheperd (amor eterno por esse boy). Conheço o ator de um filme agua com açucar chamado Doce Lar (É fofinho, assistam) nesse filme ele faz o pedido de casamento mais lindo que ja vi em toda a minha vida, não penso em casar, mas se acontecer, espero que o meu namorado leia esse post, assista esse filme e me peça em casamento exatamente da mesma maneira. Patrick Dempsey é apenas um homem em um bar que Meredith conhece e leva pra casa, mas acaba descobrindo que além de seu chefe, é o amor da sua vida, a história de amor dos dois é linda pelo fato de que pode ser real, entendem como? Nao é aquela moça deusa, santa, virgem, palida, educada, que encontrou o seu amor na faculdade ou qualquer coisas desse tipo, a historia dos dois é complicada, regada de barracos, términos, lagrimas, complicações, muito sexo e um amor para ninguém colocar defeito. Nao posso falar muito pra nao dar spoiler, mas vocês vão se surpreender com o motivo que fez Derek ir trabalhar no mesmo hospital que Grey.
Lembro que quando peguei pra assistir Greys ja tinha umas 5 temporadas, fiz maratonas épicas com a minha irmã, coisa de louco mesmo de passar o dia inteiro sem sair da cama só assistindo série, mas preciso revelar um segredo, ano passado quase abandonei Greys, é que a Shondanás nao tem dó do nosso coração, da nossa vida e quando ela resolve tirar um personagem, ela nao pensa muito na gente, enfim, não posso dizer o que aconteceu, mas a decima primeira temporada foi uma das mais tristes pra mim e só consegui fazer as pazes com Greys semana passada e já estou amando novamente, tanto que quase não termino este post para assistir mais um episodio.
O mais viciante em Greys Anatomy é que tudo na série é muito bem feito, tudo na serie te deixa apaixonada, querendo ver o próximo episodio, aflito. Os casos dentro do hospital sao todos hipnotizantes, a vida dos personagens fora do hospital nao deixa a desejar, ela sempre se renova de um jeito eletrizante, aparecem novos personagens incríveis, os conflitos reais dos personagens nos deixa pensando em nossas próprias vidas, Greys nao é uma série, é uma terapia, um amor eterno, um pedaço das nossas vidas, costumo recomenda-la para todo mundo e falo simplesmente assim: Assiste o primeiro episodio e depois você conversa comigo, se nao gostar, mudo o meu nome! E até hoje, Greys nunca me decepcionou, ou melhor, decepcionou sim, as perdas são tantas que partem o nosso coração, é igual em The Walking Dead, nao podemos nos apegar á ninguém.
É difícil falar sobre uma serie tão complexa e intensa sem dar spoiler, mas tentei bravamente e espero que tenha despertado em vocês pelo menos uma pontinha de curiosidade, Greys é um fenômeno em audiência, tem um publico fiel ao longo de 12 temporadas e já esta renovado para a Decima Terceira, assistam, se juntem ao exercito e me contem o que acharam, comentem tudo que terei o maior prazer em responder. 
E gente, se tiverem duvidas sobre alguma serie e quiserem me recomendar para a próxima resenha, deixem nos comentários que anotarei as dicas.
Beijos, com carinho. Taay ;))

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar com os amigos e assim você ajuda 
o blog crescer!♡!