The Devil Judge é uma série de televisão sul-coreana estrelada por Ji Sung (Salve a Última Dança para Mim, Novo Coração, Proteja o Chefe, Amor Secreto, Mate-me, Cure-me, Réu Inocente), Kim Min-jung (Man to Man, Miseuteo Syeonsyain, My Fellow Citizens), Park Jin-young (Ele é Pluviométrico, Quando Meu Amor Floresce, A Lenda do Mar Azul) e Park Gyu-young (Tudo bem não ser normal, Sweet Home, Lutando pelo Meu Caminho). A série foi escrita por um ex-juiz.

A história se passa durante um tempo de caos, uma Coréia do Sul distópica. O país se encontra em uma situação deplorável, nível de desigualdade muito grande, pobreza, ruas sujas e uma alta concentração de riqueza na elite do país, empresários, políticos e etc. The Devil Judge é um drama que visa transmitir uma mensagem sobre justiça através de um “show de tribunal ao vivo” do qual toda a nação participa. É Kang Yo Han, o “juiz do diabo” titular que emerge em meio ao caos e à confusão, um herói do povo ou um demônio que usa a máscara da lei?

THE DEVIL JUDGE

Protagonistas:

Kang Yo-Han (Ji Sung) é um juiz. Tem uma aparência aristocrática e um gosto elegante. Castiga homens corruptos e gananciosos com seu poder (poder do povo).

Jung Sun-A (Kim Min-Jung) é a diretora executiva da Fundação de Responsabilidade Social. Ela é inteligente e bonita. Ela é também inimiga de Kang Yo-Han. Ela está envolvida com pessoas importantes de vários círculos sociais como a política e a economia.

Kim Ga-On (Jin Young) é um juiz principiante. Passou por momentos difíceis desde que os seus pais morreram quando era criança, mas foi capaz de se tornar juiz depois de muito esforço e ajuda de seu professor.

Yoon Soo-Hyun (Park Gyu-Young) é uma detetive. Ela é amiga de longa data de Kim Ga-On e o ajuda a descobrir os segredos de Kang Yo-Han.

Somos apresentados em primeiro momento a cidade de Seul distópica, ruas sujas, pessoas sem ter o que comer ou onde morar, pobreza, crianças passando fome e em contraponto pessoas muito ricas e vivendo no luxo. O protagonista é um juiz que transmite seus julgamentos ao vivo e com a participação ativa da população no julgamento, ele se diz usar o poder real que é o poder do povo que é absoluto, mas ele aparenta usar isso de fachada e parecer ter o caráter duvidoso e no fim só quer agradar os mais ricos.

Depois aparece o juiz iniciante Ga On, que é o total oposto do Juiz Yo Han, ele parece realmente se preocupar com os mais pobres e luta por uma justiça humanitária e igual, ele tem o objetivo de descobrir os segredos de Yo Han e mostrar para as pessoas o quanto o juiz também é corrupto e só pensa no poder.

A partir do terceiro episódio do dorama acontece muita coisa, o dorama entrega algumas informações importantes sobre o presente e passado, criamos teorias sobre quem é realmente o juiz Yo Han, nos perguntamos se ele é realmente quer acabar com pessoas ruins ou se ele só quer se divertir às custas dos outros e alcançar um poder absoluto, será que Ga On é bom ou ele é só mais um ser humano hipócrita? Esse dorama vai trazer vários questionamentos acerca do ser humano, da sociedade, poder, ganância e principalmente o caráter.

Além da crítica social ao sistema judiciário, grandes empresários, a busca pelo dinheiro, é uma Coréia que tá acabada, socialmente e economicamente e a maior preocupação dos políticos é encher mais os ricos de riqueza. Dorama que lembra muito o cenário do Brasil atual, o primeiro caso que foi julgado no ep 1 lembra muito Mariana e Brumadinho.

Parece ser uma série promissora e espero continuar na mesma qualidade do resto dos episódios, além do fato de ter o Ji Sung no elenco e entregar tudo e muito mais na sua atuação, não só ele, mas queria deixar esse destaque. O cenário de The Devil Judge foi bem construído, com alguns efeitos especiais, cenários de extrema pobreza, pessoas jogadas nas ruas sem perspectiva de crescimento ou de mudança. Cenários mais luxuosos mostrando a riqueza extrema dos ricos.

Vale muito a pena parar pra assistir esse drama, pela crítica social, elenco, mundo distópico e o mistério por trás de tudo.