Em sua terceira temporada em São Paulo, enfim consegui conciliar minha viagem e assistir ao lindo “Cargas D’água, um musical de bolso“. Autoral, nacional e curtinho, “de borso” mesmo, é uma das histórias mais tocantes que já pude assistir.

Essa história se passa no Brasil, e começa aqui, bem no meio dele, só que um cadinho mais para cá…No sertão de Minas Gerais! É a história de um garoto que aos 12 anos perdeu a mãe e passou a viver apenas com padrasto, que só o chamava de Moleque. Sendo assim, ele até tinha um nome mas esqueceu.

O destino de Moleque cruza com o de um peixe, e ao olhar para o reflexo da água ele enxerga a si mesmo e decide ajudar o seu novo amigo. Ele quer levar o Sr. Cargas D’água, o peixe, para o mar. Porém, sem saber qual caminho seguir, ele vai passar por dentro do país até chegar ao litoral.

Dono de uma extrema sensibilidade, o espetáculo aborda temas fortes e feios, mas de uma forma tão doce e encorajadora que não entristece. Na jornada dos medos, somos convidados a encarar e conhecer os nossos próprios, além de nutrir forças para respirar fundo e seguir em frente.

Vai sem pressa de ser o que já é!

O texto é lindo em diversos aspectos. Além da rica mensagem da história, o regionalismo das falas te transporta pelo caminho de Moleque com maestria. Talvez por eu ser de Minas Gerais este seja um dos pontos que mais me emocionou. Frases como “os bão cedo vão” me levaram lá na minha infância, com minha avó que dizia a mesma coisa. E o sotaque dos atores está uma “belezura“, mesmo só o Vitor Rocha (o autor) sendo mineiro.

Entramos então em outro ponto extremamente especial. Estamos acostumados a valorizar o grande, o que enche os olhos, acende, brilha, estoura… É errado? Não. Mas “Cargas” é simples como a nossa vida deve ser. A jornada de Moleque, com seus medos, acertos e coleções de vozes, está dentro de cada um de nós e você enxerga no palco o que precisa ver e como precisa ver.

Cenário Cargas D'água

Você sabe exatamente onde está, o que está vendo, por onde o garoto está passando, onde ele está se sentando e até por onde está passando a estrada… Mas no palco, em uma visão crua mesmo, só existem três atores de roupas simples e de cores neutras, 10 caixotes, um balde e alguns objetos pequenos. Mais nada!

E que atores! Cada um dos três carrega em si uma coleção de vozes e personagens. Um grupo coeso que se ampara e o resultado disso é muito lindo. Ana Paula Villar é dona de uma linda voz que se adapta e dá um toque especial em todas as músicas; Gustavo Mazzei tem a difícil missão de manter o sotaque mineiro e o timbre infantil, e o faz de uma forma muito doce; Vitor Moresco chegou nesta temporada e nem parece. Com a tarefa de dividir papel com Vitor Rocha, ele usa a sua voz poderosa (que já conheço e admiro de outros trabalhos) para dar vida a Charles.

Musical Cargas D'água Elenco

E então, Vitor Rocha! Eis que no cenário de Teatro Musical surge esse jovem (jovem mesmo, pois acabou de fazer 22 anos), com textos autorais lindíssimos. Era tudo aquilo que a gente precisava mas… Sabia! “Cargas D’água” é seu musical de estreia e com ele foi premiado no Bibi Ferreira 2018 (mais importante premiação do Teatro Musical Brasileiro). Além deste, seu segundo musical “Se Essa Lua Fosse Minha” também foi premiado este ano.

No próximo mês terá início em SP a segunda temporada do seu terceiro musical “Mágico de Ó” que inclusive vai virar filme e as gravações já estão em andamento. “Cargas D’água” foi adaptado e apresentado em Nova York, na Broadway, e agora em Londres. Em SP essa temporada só terá mais duas apresentações, sendo elas hoje e na próxima terça. No entanto, o sr. Cargas irá enfim conhecer o mar, pois o musical irá se apresentar no Rio de Janeiro, dia 12 de novembro, no “Dia dos Musicais. Ufa!

Musical Cargas

Ver musicais como “Cargas D’água” reacende a chama da esperança pela valorização da cultura. Faz com que a gente acredite que ela, ainda assim, vai sobreviver. Mesmo que se tire tudo! Pois, o importante mesmo, ninguém vai poder tirar. O talento desses artistas, o amor pelo trabalho e pela arte. E assim, através deste ato de resistência, ela renascerá!

Confira mais informações no instagram @musicalcargas.