Há algum tempo atrás (mais de um ano confesso), prometi que faria um post dividido em três partes com séries canceladas ou finalizadas que vale a pena assistir, as duas primeiras (1 e 2) foram devidamente postadas e aclamadas pelo publico, mas estava em divida com a terceira, divida essa que será sanada agora. Espero que vocês gostem das dicas e mais do que isso, que a espera (de mais de um ano, eu sei gente), tenha valido a pena. 
  • House
De Novembro de 2004 a Maio de 2012 // 176 Episódios em 8 temporadas.

House, MD é um seriado que se passa no hospital universitário fictício Princeton-Plainsboro Teaching Hospital, localizado na cidade de Princeton no estado de Nova Jersey, nos Estados Unidos e tem como personagem principal o medico infectologista e nefrologista Gregory House.

Gregory é extremamente brilhante e consegue aplicar sabiamente sua inteligencia, ótimo palpite e persistência para encontrar a cura de seus pacientes, como um bom super herói House não trabalha sozinho e conta com a ajuda de sua equipe medica (escolhida por ele mesmo) para o auxilia-lo nos processos. Falando assim parece um pouco diferente dos seriados médicos, mas com um ar que poderia ser facilmente confundido com mais do mesmo, certo? Errado!

O que torna House, MD um show tao especial, é justamente a personalidade de Gregory, olhando de uma maneira superficial o medico parece apenas alguém mal humorado, grosseiro, cético, anti-social, difícil de conviver, insubordinado e chato, mas com o passar do seriado e a medida que se conhece melhor o doutor, o telespectador entende todos os motivos que o fazem ser exatamente como é.

Confesso que sou suspeita para falar do House, pois ele vai ser o meu eterno amorzinho, mas deixando meu amor de lado, esse seriado é um clássico da TV americana, ganhador de vários prêmios e aclamado pela critica, se você gosta de serie que se passa em hospital, House não irá te decepcionar. 

 
  • Private Practice
De Setembro de 2007 a Janeiro de 2013  // 111 Episódios em 6 temporadas.

Começo essa parte do post dizendo que aceito ser julgada, mas não nego (ou escondo) minhas paixões e Addison Forbes Montgomery vai ser eternamente uma delas, dito isso. Private Practice é um spin-off de Grey’s Anatomy e conta a historia da ex-esposa de Derek Shepherd, a Dra. Addison Montgomery quando deixa a cidade de Seattle e vai trabalhar com alguns amigos da faculdade em um consultório particular em Los Angeles.

Private é um bom drama médico, com muito romance, lagrimas, personagens marcantes e histórias que te deixam pensando, o diferencial nesse show (de acordo com a minha opinião) é que todos os personagens fixos são legais, todos conseguem nos cativar muito fácil e isso torna assistir a serie muito tranquilo e pessoal, parece que fazemos parte daquele mundo.

Mas, como nem tudo são flores, quem esta em dia com Grey’s Anatomy já conhece e irmã mais nova do Derek, Amélia Shepherd, o que poucas pessoas sabem é que a personagem surgiu em Private e é odiada por todos que viram o seriado (Talvez não todos), então ela é a unica fruta podre, só porque perfeição não existe mesmo.

Se você não dispensa um bom drama medico, mas esta cansado do dia-a-dia de um hospital (falaram os formados em medicina por Grey’s Anatomy), pode assistir Private Practice sem medo de decepcionar, embora dramática, os casos da clinica são bem leves e o foco quase sempre é na vida e nas relações dos personagens.

  • ER
De setembro de 1994 a maio de 2009 // 331 episódios em 15 temporadas.

Nenhuma serie é recordista de indicações ao Emmy atoa, e se hoje temos tantos seriados médicos para acompanhar, esse feito deve a E.R que embora não tenha sido a primeira serie no formato, foi sem duvida a mais famosa e duradora.

Para quem não sabe E.R foi escrita pelo médico Michael Crichton (que também escreveu Jurassic Park) quando ele ainda era um residente e o seu objetivo não era contar a história dos pacientes, mas dos médicos que dedicavam suas vidas nos corredores do hospital. Com nem tudo são flores, foi preciso muitos anos e muitos ‘nãos’ até que a serie fosse produzida e teve a colaboração de Spielberg na elaboração.

Se passando em Chicago, Illinois na emergência do hospital fictício Country General Hospital, ER relata o cotidiano de um pronto-atendimento de um hospital público e como a gente gosta mesmo é de saber da vida das pessoas, o seriado mostra bem os dramas e peculiaridades de cada personagem.

Em mundo de Grey’s Anatomy, ER pode parecer uma velharia, concordo e não tiro a razão de quem pensa assim, mas é interessante ressaltar que muitos atores que são famosos até hoje começaram sua carreira no corredor do Country General, e que nenhum seriado sobrevive 15 anos sem ser bom de verdade. Não importa o motivo que te faça começar a ver E.R, uma coisa é certa, você não irá se decepcionar. 

Procurei mais séries médicas que foram finalizadas (ou canceladas) porém que assisti e gostei muito foram só essas três. Vocês já viram alguma delas? Ou assistem outras que ficaram de fora da lista? Deixem as respostas nos comentários. independe de qualquer coisa, espero que tenham gostado das dicas e que façam bom uso delas. 
 
Com carinho,
Tay