{ #RESENHA } OUTSIDER - STEPHEN KING

Em Outsider conhecemos a triste história que acontece em Flint City. E tudo começou quando o corpo do pequeno Frankie Peterson, uma criança de apenas onze anos, é encontrado no parque da cidade assassinado de forma extremamente brutal. Os detalhes são tão sórdidos que mesmo os experientes agentes da policial local se sentem chocados, comovidos e com um forte sentimento de revolta.

Ralph Anderson é o investigador responsável pela prisão e entrevistas com as testemunhas – que juram ter visto uma pessoa muito conhecida de todos, principalmente daqueles que tem filhos que praticam esportes, em contato com a criança assassinada. Terry foi visto dando carona para o menino em uma van suspeita, e bem sujo de sangue.

Como se não bastasse testemunhos calorosos a respeito disso, tanto a van, quanto outro carro roubado, bem como objetos encontrados na cena do crime contém DNA e impressões digitais que colocam o treinador T, o conhecido, querido e correto treinador da Liga Infantil de Beisebol, professor de inglês, pai de duas meninas, e casado…

O tão notório cidadão Terry Maitland na cena do crime. Anderson não pode deixar o tempo passar nem as informações vasarem. Decide apoiado pelo promotor William Samuels, realizar a prisão do treinador T em meio a um jogo, e mais de 1.500 pessoas como público – ressaltando aqui a presença de sua esposa e filhas, que ficaram atônitas.

Quando na delegacia os fatos foram expostos ao treinador justificando o motivo de sua prisão, Terry demonstra estar muito seguro de sua inocência, e no desenrolar dos fatos, apresenta juntamente com seu advogado de defesa e amigo, fatos incontestáveis de que não estava na cidade na hora e dia do acontecimento do qual está sendo acusado. Seu álibi se sustenta – é irrefutável, e a partir daí a história começa a ficar muito mais complicada para que a acusação consiga explicar o que de fato aconteceu, e como Maitland pôde estar em dois lugares ao mesmo tempo.

Muita tensão e suspense envolve essa história onde King conseguiu magistralmente mesclar um excelente thriller policial com o fantástico.

O toque sobrenatural temperou a história, onde o leitor busca a todo tempo explicar pra si as razões de assassinatos tão brutais, e como pode ser possível que tantas evidências provem que alguém com o moral ilibado tenham se transformado de uma hora para outra em um bicho papão.

Ralph e William estão tão certos da condenação, pois as provas são sólidas, e eles embora conheçam o treinador T por toda a vida (ele sempre morou em Flint City), estão convencidos que pegaram o suspeito correto, e não tem como ele não ser o culpado pelo ato hediondo cometido contra Frankie.

“Será que o monstro dentro dele não só tinha matado o garoto como também apagado todas as lembranças do ato?”

DICA DE LIVRO: OUTSIDER - STEPHEN KING - ED. SUMA

A narrativa é envolvente desde o princípio. King intercala os acontecimentos com os relatórios de interrogatórios feitos às testemunhas, e também os laudos dos peritos e legistas que avaliaram as provas, assim como o corpo violado do garoto Peterson. Outro ponto positivo é acompanharmos a agonia e tristeza que a família do treinador T enfrenta desde o momento que ele é levado em frente da multidão, algemado e envergonhado. Marcy Maitland precisou dividir sua atenção entre o que estava assolando a vida do marido, e também lidar com Sarah e Grace (suas filhas pré-adolescentes).

As meninas estão terrivelmente perturbadas e preocupadas com o pai, e durante os momentos que precedem a acusação oficial de Terry, é que Marcy nos prova o quanto confia na inocência do marido e que tudo logo será esclarecido.

King também pincela como a morte da criança devastou sua família composta por pai, mãe e um irmão mais velho. Em uma cidade do tamanho de Flint City os vizinhos se conhecem, e ao mesmo tempo em que concedem suporte uns aos outros, também são bisbilhoteiros e até acusadores. A família Peterson jamais se reestabelecerá depois da morte trágica e precoce que se projetou acima do membro mais novo da casa. Mas, quem poderia culpa-los?

“Era possível que a coisa toda fosse uma armação? Um ato incrível, mas totalmente explicável de ilusionismo?”

DICA DE LIVRO: OUTSIDER - STEPHEN KING

Como Leitora Fiel do autor, eu não duvidei em nenhum momento a respeito do caminho que ele resolveu seguir. A curiosidade, ladeada de um bom tanto de ansiedade, caminhou lado a lado com o tremendo interesse que a história suscitou em mim. Desde o anúncio de lançamento da obra nos Estados Unidos eu já sabia que queria “pra ontem” ele na minha mesa. Sou fã do gênero thriller e – desde a trilogia Bill Hodges – King conseguiu me provar que sabe o que está fazendo também no âmbito policial.

E o melhor de tudo é que ele consegue de forma muito sutil trazer o impossível para o meio daqueles que não creem. Ele mexe com o improvável, e brinca com os medos e inseguranças que nos perturbam ali no mais íntimo.

Outsider é um livro cheio de referências. King nos brinda com conceitos a muito aprendidos lá nos contos de Edgar Allan Poe. Desfila por essa tal lenda alemã com muito tato, fazendo-nos teorizar juntamente com as personagens. Ele insere um autor famoso como álibi do treinador acusado de assassinato, e presenteia os fãs com esse tipo de homenagem. Ele – como sempre – faz link com algumas músicas, com uma pessoa e casos de outros livros seus, com mitos mexicanos, outros autores, e muito mais.

É divertido perceber essas referências que o autor insere entre a história. Até certo conceito que conhecemos através da saga A Torre Negra podemos encontrar nessa obra. Vale lembra que King não tem coração, e qualquer tipo de apego e envolvimento que temos com qualquer uma das personagens, fica por nossa conta e risco. Outra boa lição que essa obra pode deixar, é que as aparências enganam! Devemos sempre ter cuidado com os instintos primitivos das personagens do King… Eles refletem o pior do ser humano.

“Eles andam entre nós. Você sabe disso.”

Stephen King é meu autor preferido desde o início dos anos 2000. Ele nasceu em Portland (Maine), completará 71 anos no dia 21 de setembro próximo, mora em Bangor com sua esposa e também escritora Tabitha S. King. Ele é pai de Naomi King, Joe Hill e Owen King, esses dois últimos, também escritores. King já vendeu mais de 400 milhões de cópias, sendo publicado em mais de 40 países; e tais números o colocam como o nono autor mais traduzido. Suas obras não param de se metamorfosear em adaptações para as telas – cinema e TV – e até mesmo para o teatro.

_______________________________________________________________________________________________________________

Titulo: Outsider
Autor: Stephen King
Ano: 2018
Páginas: 528
Gênero: Ficção, Suspense e Mistério, Horror
Editora: Suma
Adicione a sua lista do Skoob 
Onde Comprar: Amazon