Em Obsidiana conhecemos Katy que acaba de se mudar para uma nova cidade com a sua mãe. Elas estão tentando começar de novo depois da morte do pai. Porém, ela não sabe bem como essa nova cidade irá ajudar. Ela é blogueira, e passa a maior parte do seu tempo conectada em seu blog escrevendo sobre o que achou do livro que acabou de ler e pesquisando sobre novas obras.

Nessa nova cidade Katy tem quase certeza que a internet não é lá grande coisa, os moradores são caipiras e tudo será uma grande chatice. Entretanto ela é surpreendida. O primeiro vizinho a quem que ela vai pedir informação é Daemon, um cara alto, bonitão e com uma língua afiada que não vai com a cara dela.

COISAS DE MINEIRA

Mas isso é o menor dos problemas de Katy, pois, além de ter que conviver com a personalidade tão encantadora do Daemon, ela tornou-se uma espécie de radar, graças ao fato de que ele teve que usar seus poderes de extraterrestre para salvá-la de um atropelamento.

É engraçado como um livro custa a sair da nossa estante, não é verdade?

Obsidiana já está aqui em casa há algumas semanas e toda vez que eu olhava para ele acabava pegando outro livro para ler, eu não sei se foi o fato de ter vários amigos apaixonados pela saga, ou porque tem um ET como protagonista, ou porque me faria   sair da minha zona de conforto. O fato é que não tive muita coragem, as semanas foram passando e nada.

Até que eu o coloquei na bolsa antes de sair sem querer e quando cheguei ao local que precisava alguns minutos antes do que deveria, fui abrir a bolsa e adivinha o que encontrei? Obsidiana. E como não tinha nada melhor para fazer, embarquei na leitura.

Gente que livro é esse? Que personagens são esses? Que autora é essa? O que é tudo isso? E por que eu demorei tanto para começar essa leitura?

Alguém me diz, não sei por que esse preconceito bobo com esse ET, o cara é uma delícia e tem uma personalidade tão marcante que não dá para não se apaixonar; principalmente quando ela é misturada a personalidade meiga da Katy, #SQN. Os dois brigam o tempo todo, primeiro porque Daemon é um cavalo em forma de ser humano, ou ET que parece humano… você entendeu; segundo porque a Katy não é nenhuma mocinha indefesa chorosa, ela não leva desaforo para casa.

Então imagina os dois no mesmo espaço. Briga o tempo inteiro, misturado á atração irresistível que faz os dois se quererem mesmo sem entender muito bem o motivo. Katy com suas camisas inteligentes, a Daemon com a desconfiança com a nova vizinha que insiste em ser amiga de sua irmã mesmo que ele já tenha deixado muito claro o quanto ela não é bem vinda. Tudo na história ia se encaixando em relação aos dois.

Mas espera ai que eu não terminei não, contei que o livro é em primeira pessoa do ponto de vista da Katy, né?

livros

Então, isso fez com que a história ficasse melhor ainda, porque criou uma ligação com todo o enredo de um jeito tão divertido e cativante que sinceramente, estou até agora curiosa para saber mais sobre o que acontece no segundo livro, pois aquele final foi uma sacanagem da autora e eu estou curiosa para saber como ela vai encaixar ele no início do próximo livro.

________________________________________________________________________________________________________________

Título: Obsidiana
Série: Lux # 1
Autora: J. Lynn
Ano: 2015
Páginas: 320
Editora: Valentina
Onde comprar : AMAZON