A resenha de hoje é de um livro publicado pela primeira vez em 1980, mas posso dizer com certeza que sua nova edição feita pela editora Suma esteve no topo das listas dos mais aguardados e desejados do primeiro semestre. Trata-se de “A Incendiária“, livro do mestre Stephen King que há muito vinha sendo solicitado para a editora devido à dificuldade em conseguir as edições antigas.

Em período de faculdade, precisando sempre de dinheiro, Andy McGee descobre um projeto experimental de psicologia na Universidade através de seu colega de quarto e decide participar. Lá ele conhece Vicky, uma jovem presente pelos mesmos motivos. Porém, não se tratava se um simples teste e sim um projeto elaborado pelo departamento secreto governamental chamado de “A Oficina“, submetendo os pacientes a uma droga de nome “Lote 6” de grande interesse militar. Nenhum dos 12 participantes foi o mesmo depois do experimento.

 

Anos mais tarde, Andy está fugindo com uma garotinha de 06 anos, sua filha Charlie. Após os experimentos na Universidade ele se casou com Vicky e juntos lidaram com as lembranças conturbadas daquele dia. Ele adquiriu uma espécie de “poder psíquico de manipulação ou sugestão” que passou a chamar de impulso, o que lhe rendia severas dores de cabeça após o uso, mas manteve tudo isto em segredo para tentar ter uma vida normal.

O casal teve uma filha, e aparentemente essa junção veio com tudo em Charlie que apresenta fortes poderes de pirocinese. Sendo assim, agora Andy foge, pois, sem a esposa e de volta ao radar da “Oficina” ele precisa proteger sua garotinha. Em contrapartida, apesar da aparência inocente, Charlie possui grande força que talvez seus perseguidores não tenham conhecimento. Ensinada e condicionada a achar desde cedo que seus poderes são “Coisa Ruim” ela segue à risca os conselhos do pai, o que dá a ele outro grande poder: o controle de Charlie.

Acredito que seja impossível ler a sinopse desse livro e não se interessar, foi assim comigo! Não é de hoje que “A Incendiária” está nos meus desejados, principalmente pela sua junção de perseguição, genética, poderes, suspense… E pra completar, é do King. Apesar de ser dono do título de Mestre do Terror, acredito que seja injusto limitá-lo ou relacioná-lo apenas a esse gênero, pois o que vemos em sua obra é muito mais! No caso deste livro, por exemplo, a carga de informações, detalhes dos locais, termos técnicos, envolvimento com os personagens o transformam em algo muito mais denso e que fica impossível pausar. Eu não li tantos livros assim do autor, mas pelo que já pude conhecer posso dizer que sim, ele escreve com maestria.

Em “A Incendiária” temos um começo rápido e cheio de informações, com alternância de tempo e lugar. Em alguns capítulos estamos fugindo com Charlie e Andy, em outros estamos com seus perseguidores da “Oficina”, em outros nas lembranças de Andy dos dias de experimento. Uma alternância sem confusões para o leitor, tudo muito bem feito. Em determinado momento, senti que a adrenalina do livro baixou, talvez por se tratar de uma perseguição, mas por vários capítulos encontrei informações “paradas” e semelhantes. Porém, foi com uma nova série de acontecimentos bombásticos que cheguei ao final do livro, e a grande jogada é: Você precisa terminar pra saber o que vai acontecer com cada personagem, juntar todas as peças, então nada de conseguir largar o livro.

Sobre a nova edição, eu estou praticamente sem palavras porque o livro é lindo! Capa dura, folhas amareladas, arte da capa em alto relevo, cores fortes remetendo ao poder de Charlie… Você já entra no clima do livro só de estar com ele em mãos. O lançamento é a quarta edição da coleção “Biblioteca Stephen King” da editora, que já consta com os títulos “A Hora do Lobisomem”, “Cujo” e “O Iluminado”, todos com o mesmo cuidado e excelência na produção. Como não separar uma parte da estante só pra eles?

_______________________________________________________________________________________________________________

Título:A Incendiária
Autor: Stephen King
Ano: 2018
Páginas: 448
Editora: Suma
Adicione a sua lista do SKOOB