Após o grande sucesso de “A Garota do Trem“, que inclusive foi parar nas telonas, Paula Hawkins chega com seu novo thriller psicológico chamado “Em Águas Sombrias“.

O livro tem como ponto central o rio que atravessa a cidade de Beckford, no interior da Inglaterra. Nele vários casos de suicídio foram  registrados ao longo de anos, sendo os dois últimos bem recentes e com algumas coincidências, ou melhor, com alguém em coincidência.

Kate, a garota modelo da cidade, estudiosa, amorosa, de família presente, aos 15 anos foi encontrada morta no local: caso logo encerrado como suicídio. O motivo? Ninguém sabe.

Nel Abbot, a antiga garota popular, mãe da garota Lena de 15 anos, fascinada pelas histórias das mulheres do rio, sedutora e corajosa, aos 35 anos foi a última vida que se perdeu caindo do alto do penhasco. A morte de Nel causa a chegada (contra a vontade) de sua irmã Jules e da nova detetive transferida Erin Morgan à cidade. O desenrolar desta investigação vai trazer muita coisa à tona e interligar os casos de uma forma ainda não imaginada.

O livro repete o mesmo estilo de escrita do grande sucesso da escritora. Ao longo das 364 páginas, os capítulos de alternam entre a visão de cada um dos 11 personagens principais envolvidos na trama, sendo narrado em primeira ou terceira pessoa (depende do momento e do personagem). Esse modelo de escrita faz com que você sinta que está montando um quebra-cabeças onde, a cada nova informação, peças são colocadas ou mudadas de lugar. Além disso o livro foi dividido em 4 partes de acordo com os acontecimentos.

Preciso dizer que apesar de ser interessante descobrir a história através de vários lados, em alguns momentos senti tudo muito confuso e cansativo, principalmente na primeira parte do livro. A história mais uma vez é muito boa e os personagens de difícil identificação. É difícil você torcer por alguém, pois todos apresentam em algum momento certo desvio de caráter ou atitudes suspeitas, o que te coloca como um juiz imparcial na platéia. É uma forma interessante de você testar como anda o seu lado acusador ou Sherlock Holmes.

A edição é ótima, com páginas amareladas, disposição e tamanho confortável do texto, além de uma capa linda que te transporta de imediato para as águas sombrias do Poço dos Afogamentos. Com seus direitos cinematográficos já adquiridos, nos basta aguardar este novo e intrigante suspense nos cinemas.

E aí, ele já está na sua lista de desejados? Pretende incluir? Deixe aqui embaixo pra eu saber!

_______________________________________________________________________________________________________________

Título:Em águas sombrias
Autora: Paula Hawkins
Ano: 2017
Páginas: 364
Editora: Record 
Gênero: Suspense e Mistério