A editora Valentina lançou esse ano “A Contrapartida”, seu primeiro livro do gênero thriller/suspense, e é sobre ele que estou aqui para falar hoje. Estreia do autor nacional Uranio Bonoldi, aposta em uma trama envolvendo rituais indígenas, assassinatos e principalmente a moral do leitor. Até onde você iria para ter aquilo que deseja? Estaria disposto a pagar a contrapartida?

Tavinho perdeu o pai aos 04 anos de idade e foi criado desde então apenas pela mãe Cristina e sua “babá”, a índia Iaúna. O garoto sempre se esforçou bastante nos estudos para obter o reconhecimento da família e dos amigos, ainda mais por ser o filho do ilustre professor Octávio de Albuquerque, mas nunca foi suficiente. É dono de um desempenho precário na escola e por isso sofre bullying. Se sente cada dia mais longe do sonho de honrar a memória de seu pai e se tornar um cirurgião famoso.

LIVRO A CONTRAPARTIDA - URANIO BONOLDI

Iaúna foi a única sobrevivente da tribo Moxiruna, dizimada após um massacre realizado por garimpeiros. Acolhida por Cristina, que a levou para São Paulo, tem uma dívida de gratidão muito grande com a família e nutre muito carinho pelo jovem Tavinho. Sensibilizada pela tristeza do garoto que não consegue alcançar seus sonhos, propõe que ele participe de um antigo ritual de sua tribo. Porém os ingredientes utilizados no elixir de tal atividade não são convencionais. O garoto precisa descobrir se está disposto a aceitar fazer o necessário para ser aquilo que sempre quis.

Inicialmente, é importante ressaltar o enredo diferente e interessante desse livro. O autor aposta em uma história envolvente, que mexe com os nervos do leitor. Sem perceber, você está no lugar de Tavinho tomando sua difícil decisão: Aceitaria a contrapartida? Já nas primeiras páginas encontramos o teor sombrio que o livro terá, com um Tavinho adulto se livrando de corpos e sofrendo com a culpa do que vem fazendo. No entanto, descobrimos que ele é um profissional de sucesso, um destaque. Tudo tem um preço.

Lembrava-se de cada detalhe, e seus sentidos operavam de forma frenética. Era o elixir! Seu efeito era impressionante!

A CONTRAPARTIDA - URANIO BONOLDI

Narrado em terceira pessoa, o livro alterna entre momentos da vida do protagonista. Entre momentos quando criança e adulto, conhecemos também a história de seus pais e sua protetora Iaúna. Não acredito que tenha sido a melhor escolha de narrativa, uma vez que os relatos se mostraram confusos e soltos em algumas partes. Portanto, é preciso dizer que se fosse contada em primeira pessoa, a história apresentaria bem mais impacto.

Os personagens são muito bem trabalhados, o que facilita a identificação. Mas em se tratando do gênero de suspense, alguns pontos poderiam ser melhor aproveitados. Apesar de uma trama rica, o livro possui vários diálogos grandes e desnecessários. Em qualquer outro gênero, talvez isso seja um ponto positivo, mas neste caso abrandou a expectativa de várias situações. Portanto, nem sempre demorar para chegar ao ponto contribui para o clímax da história.

Nunca mais na vida eu quero ser humilhado e passar o que passei hoje nas provas e ontem na partida de xadrez. Nunca mais…

No entanto, é inegável o quão bem desenvolvida é a história. Ela trabalha diretamente com o leitor, que a todo o momento especula qual seria a sua posição no lugar do personagem. Moral e ética são questionados, além do valor da vida em comparação aos erros cometidos pelo indivíduo. Bandido bom é bandido morto? Mas quem poderia julgar se os erros de alguém são o suficiente para condená-lo à morte?

Ao lidar com a moral de Tavinho, lidamos com a nossa. Colocamos em prática nosso conceito de sociedade em paralelo aos nossos sonhos e vontades. E é por isso que este livro precisa entrar em sua lista de leitura. Certamente uma experiência especial, com uma boa reviravolta no final. Descubra o preço do sonho de Tavinho.

Nós, os Moxiruna, quando sofríamos ataques, aprisionávamos esses guerreiros e os sacrificávamos em um culto ao deus Céu, arrancando-lhes o coração, com eles ainda vivos, e em seguida fazendo a extração de seu cérebro […]. Foi este o elixir que você conheceu.

________________________________________________________________________________________________________________

Contrapartida Resenha

Título: A Contrapartida
Autor: Uranio Bonoldi
Ano: 2019
Páginas: 336
Editora: Valentina
Gênero: Thriller Psicológico
Adicione à sua lista do Skoob | Onde comprar: Amazon