Hoje minha resenha é do livro O enigma do quarto 622, lançado pela Editora Intrínseca em 2021, do autor Joël Dicker, e que saiu em dezembro no Clube Intrínsecos – cuja inauguração se deu justamente pelo mesmo autor, com o livro O desaparecimento de Stephanie Mailer, ficando mais de trinta semanas no topo das listas de mais vendidos.

Ambientada em Genebra, cidade natal de Joël Dicker, essa história traz traços autobiográficos, com uma homenagem ao seu editor, bem como pelo nome do protagonista, um escritor chamado Joël.

A historia já começa com o Dia do assassinato, um caso misterioso que aconteceu no quarto 622 do Hotel Palace de Verbier, na Suíça, durante o final de semana que abrigava o encontro do prestigiado banco Ebezner.

Na sequência, conhecemos Joël, um autor que está vivenciando o luto após perder seu queiro amigo e editor, Bernard. Joël passa a se recordar da presença firme, um dos poucos a acreditar na potencialidade do escritor. Por conta do luto, e por ter finalizado um relacionamento, ele decide se retirar em férias, e parte para o mesmo hotel onde aconteceu o crime, 15 anos atrás.

O ENIGMA DO QUARTO 622 – JOËL DICKER

Ele é conduzido ao quarto 623, e se espanta pela numeração do quarto ao lado – 621 bis. Intrigado, conhece a hóspede que se encontra nesse quarto, Scarlet, que também está intrigada pela numeração pouco usual. Ao questionarem os funcionários, não recebem nenhuma explicação, e todos eles se mostram reticentes quanto ao assunto.

A partir de então, duas tramas se cruzam: a do escritor e sua vizinha de quarto, e todos os acontecimentos que levaram ao crime. Além da corrida para descobrir quem foi assassinado, e quais as motivações, vamos conhecendo personagens bem diferentes: Uma aristocrata russa decadente, que almeja maridos ricos para suas filhas, um grupo de banqueiros e suas intrigas políticas, um jovem ambicioso, alvo de inveja, e até mesmo uma agência do governo disfarçada.

“Para onde vão os mortos? Os mortos vão para todos os lugares onde possamos nos lembrar deles, especialmente para as estrelas, pois elas nunca param de nos seguir. Elas dançam e brilham na noite, bem em cima de nós.”

Bom, livros de suspense e mistério não são para longas resenhas, e por isso paro por aqui. Mas é possível trazer algumas ponderações. Esse foi meu primeiro contato com a escrita do autor, e estava com altas expectativas, já que o autor é premiado e muito elogiado.

O ENIGMA DO QUARTO 622 – JOËL DICKER

A narrativa se divide em primeira pessoa (na perspectiva do autor) e em terceira pessoa (na trama que envolve a presidência do banco), e isso por si só tornou a leitura mais fluida. Na trama relacionada ao assassinato, teremos 3 personagens que se destacam: Macaire, o filho do dono do Banco Ebezner, sua esposa, Anastasia, e outro jovem banqueiro, Lev Levovitch. Outro ponto interessante é que só vamos descobrir a identidade da vítima bem próximo do final, dificultando a vida do leitor/detetive, já que é necessário entender as motivações do assassino, mas sem a identidade da vítima, é quase impossível acertar!

Entretanto, O Enigma do Quarto 622 tem um vai-e-vem frenético com relação ao tempo, e isso causa uma certa confusão logo no início, que se acerta ao longo da leitura. Confesso que fiquei cansada com esse movimento temporal, já que não era linear: No mesmo capítulo, podia-se estar no presente, para em seguida dar um salto de dez anos no passado, dois dias antes do assassinato, 10 anos no passado… pareceu prolixo, sem um objetivo claro. Claro que todos os fatos ajudaram a construir a trama, mesmo que só no final fosse entender a lógica dessa construção. É uma estruturação gigantesca, que vai emaranhando, até parecer que não haveria saída…

Com relação aos personagens, somos levados a nos encantar apenas com um deles. Achei o Macaire, filho do dono do banco, um adulto com ações definitivamente imaturas, mimado – até faz sentido, e crédulo demais. Em uma instituição que tem mais de 300 anos, era de se esperar que os herdeiros tivessem uma educação mais firme. Ele não tem amigos, apenas a obsessão em se tornar presidente da empresa do pai!

A esposa, Anastasia, também não é uma personagem carismática, sendo bem apática, mas tem lá sua contribuição. Já o jovem banqueiro Lev vai se mostrando devagar, com uma bagagem anterior aos acontecimentos mais impactantes, mas que vai surpreendendo ao longo da história. Entretanto, não se engane: todos os personagens têm sua conta de participação no mistério, ninguém passa impune, o que é um grande mérito para O Enigma do quarto 622.

 JOËL DICKER

Outro ponto que me incomodou foi à homenagem ao editor: em vários momentos, quando mais estava ansiosa para a história seguir, havia uma parada para conversar sobre os momentos do escritor com Bernard, e sentia aquele balde de água fria. Acho que a homenagem não conciliou com a trama… Mesmo o momento de interação do personagem Joël com Scarlet não me agradou, achei lento e em alguns momentos, inverossímil.

Bom, pode até parecer que não gostei, mas a escrita do autor é tão fluida, e ele deixa tantas ‘migalhas’ ao longo do texto, que é impossível abandonar o livro. Eu até consegui fazer algumas conexões, e o maior mistério foi jogado na minha cara todo o tempo, mas só fui pegar lá pelo final. Mas, o assassino… nem passei perto. Gosto de ser surpreendida!

Paixões proibidas, identidades e segredos reveladas, uma homenagem ao editor e a terra natal do escritor, um verdadeiro brinde a vida!

“A vida é um romance que já sabemos como termina: no fim, o herói morre. Por isso, o mais importante não é como nossa história acaba, mas como preenchemos as páginas. Pois a vida, como um romance, deve ser uma aventura. E as aventuras são as férias da vida.”

Joël Dicker nasceu em Genebra, na Suíça, em 1985. É autor de A verdade sobre o caso Harry Quebert, O livro dos Baltimore e O desaparecimento de Stephanie Mailer, todos publicados pela editora Intrínseca.

Título: O Enigma do quarto 622
Autor: Joël Dicker
Tradução: Carolina Selvatici e Dorothée de Bruchard
Ano: 2021
Páginas: 528
Editora: Intrínseca
Gênero: Suspense e Mistério
Compre usando nosso link da AMAZON