SÉRIES

O INOCENTE – HARLAN COBEN | NETFLIX

02 maio, 2021 por

“O Inocente” (The Innocent) foi o sexto livro de história independente publicado pelo autor norte-americano Harlan Coben. Ele saiu nos Estados Unidos em 2005 – aqui no Brasil também. Contudo, hoje estou aqui para conversar um pouco sobre a mais nova minissérie liberada na plataforma de streaming Netflix. O Inocente (El Inocente, 2021) é uma produção original em 8 episódios, de origem espanhola e que foi inspirada no livro supracitado.

Como muitos já sabem, há algum tempo o autor fechou um contrato para 14 adaptações de livros seus, serem produzidas pela Netflix ao redor do globo. Isso mesmo. As histórias não se passarão nos Estados Unidos, como os livros do Coben. Já tivemos série que se passa na Polônia, por exemplo. E “O Inocente” ganhou a bela Espanha como lar. Mario Casas (de A Casa) vive o personagem principal, Mateo Vidal, o Mat. Achei interessante a escolha desse nome, bem próximo do personagem do livro, Matt Hunter.

Você pode estar se perguntando se vale a pena parar tudo o que está fazendo aí, e encarar esses 8 episódios de aproximadamente 60 minutos. Bom, na minha opinião, vale a pena demais! Eu sou sempre muito dedicada às produções que levam o nome do Coben. Mesmo que só como história inspiradora. E não me decepcionei mais uma vez. Talvez eu seja uma fã incondicional, ou talvez alguém fácil de se agradar… Quem sabe?

O Inocente - Netflix

Para me preparar para a maratona que fiz sexta-feira, dia que a série foi liberada pela Netflix, eu li durante a semana o livro novamente. Queria estar com a história bem fresca na mente, para também poder perceber as mudanças que invariavelmente acontecem quando se muda de mídia. A série homônima tem no elenco Aura Garrido como Olivia, Alexandra Jiménez como Lorena, e José Coronado como Teo Aguilar. Elenco bem pertinente para a obra.

Em “O Inocente” a premissa é a seguinte: Mat queria ir embora de uma festa bastante badalada. Estava com seu irmão Isma (Jordi Coll). Todavia, quando estava indo embora, uma garota o interpelou. Ela o convenceu a ficar mais um tempo por ali. Mat era estudante de Direito e tudo indica que ele era uma pessoa do bem, dedicado e inteligente. Só que a vida queria começar a lhe passar a primeira de uma série de situações complicadas. Começa a rolar uma briga. Vários caras contra seu irmão. Mat teve que entrar no meio da bagunça, ou seria um massacre.

Acontece que (e isso não é spoiler), Mat acaba por derrubar de maneira mais contundente, um rapaz chamado Daniel Vera (Eudald Font). Esse garoto bate a cabeça em umas pedras que estão amontoadas por ali e morre. Pronto! A vida como Mat conhecia se foi. Tudo agora é um borrão de acontecimentos, até o momento que ele se vê recebendo uma condenação de 4 anos por homicídio culposo. O inferno está começando. Será que Mat conseguirá se virar encarcerado?

Acredito que a adaptação não deixou nada da história original se perder ao longo dos episódios. Acostumados estamos com as alterações que são necessárias, ora para dar um tipo de emoção diferente (pois fazer uma leitura, e assistir uma série, são experiências muito distintas!), ora porque os roteiristas assim o quiseram. Porém, as mudanças que ocorreram na trama, para mim, não prejudicaram a obra. Muito pelo contrário… Deu um fôlego a mais. Foi uma espécie de ritmo a mais nos desdobramentos de todo mistério.

Porque, falando em mistério, pensa numa história cheia deles. Olivia (Aura Garrido), não entra em contato com Mat, seu marido, desde que ele a deixou no aeroporto para uma suposta viagem à trabalho, para Berlim. Depois disso, o rapaz começa a receber fotos de sua esposa com um homem que não conhece. Até mesmo um vídeo. E a situação era bastante comprometedora. Fazendo com que Mat começasse a investigar o que estaria acontecendo. Principalmente por não conseguir contato, de fato, com Olivia.

Olivia e Mat se conheceram em uma liberação que ele teve na prisão, para comparecer ao velório dos pais. Mas, ele não contou a ela que era presidiário. Deixou aquele encanto de uma noite perdurar. E ficar na memória (dos dois). Até que se reencontram anos mais tarde. E começam uma vida juntos. Hoje Olivia está gravida, e o casal busca uma nova casa para começar outra parte da história que estão construindo.

Mas, tudo começa a desandar após as mensagens que Mat recebe diretamente do celular de Olivia. E em “O Inocente” você fica o tempo todo buscando uma brecha no enredo, para ver se consegue descobrir algo pelos seus próprios poderes de dedução. LEDO ENGANO! As subtramas nos pegam desprevenidos. Nunca sabemos o que Coben quer de fato. Ainda assim, a série acompanha muito bem esse clima de mistério e dúvidas que o autor fez questão de ressaltar em seu livro.

Algo que foi mais explorado na série, do que no livro, foi a relação de Mat com a mãe de Dani, o rapaz que ele ‘assassinou’ há mais de 10 anos. Esse relacionamento acaba por ser uma forma de terapia para os dois. Sônia (Ana Wagener) utiliza-se de um método com a ajuda de Mat, para vencer ou sublimar a dor de ter perdido o filho. Funciona muito bem, e é importante para a trama principal. Gostei dessa alteração.

Aqui em “O Inocente” ficamos sempre em dúvida a respeito de quem cometeu qual crime. E quem está enganando o outro, ou quais os motivos de toda essa tramoia bem arquitetada. A verdade é que temos poucas chances de descobrir tudo ao longo dos episódios. Cada construção é valiosa, e o episódio final com pouco mais de 1h de duração vem com aquele fechamento que Coben sabe como fazer. Ou seja, a série acompanhou o ritmo do fim do livro, mas com a escolha dos produtores e roteiristas de seguir outro caminho. Ficou impecável, no meu gosto pessoal, claro.

 

Então, se prepare para lidar com vários tipos de assassinatos (cenas de corpos com rostos desfigurados não faltou…), histórias que envolvem desde um colégio católico, freiras, adoção, strippers, vidas devastadas, chantagens e abusos. Não são temáticas fáceis e simples de se lidar, mas que casaram com a narrativa de forma bastante fluída, fazendo todo sentido no fim das contas. Concluindo, para não deixar de ser aquela fã das histórias do Coben CHATA que sou, sobretudo recomendo muito a série! Espero que gostem tanto quanto eu.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________

Lançamento: 30/04/2021
Gênero: Drama, Suspense, Crime
Título original: El Inocente
Direção: Oriol Paulo
Adaptação: Oriol Paulo, Jordi Vallejo e Guillem Clua
Elenco: Mario Casas, Aura Garrido, Alexandra Jiménez
Nacionalidade: Espanha

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

20 Comentários

  • CLAUDIA MELO ROCHA MIRANDA
    maio 20, 2021

    Carol,
    Mais uma vez arrasou na resenha!!!
    Eu também adorei a minissérie.
    HarlanLoverForever

    • Carol Nery
      maio 23, 2021

      Nós somos HarlanLovers e ninguém pode negar!!!!
      Obrigada pela visita. E que venham mais adaptações..;

  • Cica Ferreira
    maio 19, 2021

    Que legal a sua resenha Carol. Ainda não tive a oportunidade de assistir a série, mas com certeza agora vou. Li o livro e gostei. É bom pra poder comparar. Gostei de saber que a adaptação não deixa a desejar em relação ao livro. Dá mais vontade de assistir.

    • Carol Nery
      maio 23, 2021

      Oi Cica. Brigada pela visita, querida.
      Que bom que gostou do livro! E apesar da série ir por outros caminhos certos momentos, ficou bem adaptada. É aquele ritmo frenético, e às vezes não fazemos ideia de para onde correr! heheheheh

  • Val
    maio 10, 2021

    Mulher, eu achei genial não serem produzidas todas num lugar só. Isso dá um leque de possibilidades e ambientações formidáveis as tramas.
    Não li esse livro do Coben, mas quero ver a série pra ontem. Amei esse enredo. Mais uma pra lista que tá crescendo feito bola de neve. Preciso do recesso pra assistir tudo que vejo por aqui hahahah
    Tschüss

    • Carol Nery
      maio 11, 2021

      Val, primeiro eu achei que seria difícil ambientar as séries em outros lugares. Porque é Coben, é muito New Jersey, né?
      Mas, tem sido uma experiência fantástica. Como você ressaltou, o leque de possibilidades é incrível!!! E a gente ainda “viaja” junto para vários lugares do mundo. A ideia foi fantástica!
      Espero que você consiga um tempo pra colocar algumas séries em dia aí! hehehehehe O tempo é curto, e as indicações são muitas.
      Beijocas

  • Debora Sapphire
    maio 10, 2021

    Acho que irá agradar muito aos fãs dos livros esses contratos assinados pelo autor para as adaptações! Gostei também pelo fato que as histórias não se passarão nos Estados Unidos deferente de como acontece nos livros do autor! Fiquei curiosa por tantos mistérios envolvendo essa mais nova minissérie liberada na plataforma de streaming Netflix!

    • Carol Nery
      maio 11, 2021

      Realmente está agradando muito aos fãs! Coben é espetacular. E as adaptações tem agradado a grande maioria das pessoas que tenho conversado. Só sucesso. Que venha mais!!!

  • Erika Monteiro
    maio 10, 2021

    Oi Carol, tudo bem? Impossível não se sentir envolvido pelas produções do Harlan Coben, ainda mais quando são adaptações. Acredito que nem o autor jamais imaginou que seus livros se tornariam tão famosos nas telinhas. Apesar de ter considerado Não fale com estranhos uma das mais “fracas” estava ansiosa pela estreia dessa. Assim como você também maratonei num final de semana. E dessa vez consegui que meu namorado assistisse junto. Se ele que não conhece achou incrível quem dirá eu (risos). Acompanho o Mario Casas desde a série El barco exibida pelo Globosat, inclusive já assisti quase 3 vezes. Já meu namorado é fã do ator José Coronado que conhecemos da série El príncipe que também assistimos umas 2 vezes. Amei o resultado da série principalmente por conseguir ser bastante fiel ao livro. Menos a ambientação claro que na história original é ambientada em New Jersey. Só fiquei “triste” porque não imaginava que o “culpado” era justamente o José Coronado. Devia estar preparada pela série anterior mas não estava. Já ansiosa pelas próximas séries. Um abraço, Érika =^.^=

    • Carol Nery
      maio 11, 2021

      Você, como sempre, um poço de conhecimento. Só enriquece minha experiência cada vez mais.
      Fiquei feliz que seu namorado também curtiu. A gente que já conhece o Coben só fica com as expectativas lá em cima, né?
      Ansiosa agora pelo Desaparecido Para Sempre, meu livro PREFERIDO!!!!

      Abraços

  • Leticia Rodrigues
    maio 09, 2021

    Harlan é um autor incrivel eu amo as obras dele apesar de não ler as mais recentes no caso desde 2015 pra cá kkkk, tanto que nem sabia das adaptações mas com toda certeza ja vou colocar na lista pois é Harlan e tudo dele merece nossa atenção e amor.

    • Carol Nery
      maio 10, 2021

      Ah, merece mesmo. Eu já li tudo. Já reli uns 20. huahuahuhaua Amo demais toda aquela trama embolada que ele lança, cheia de subtramas, que deixa a gente perdidinhos da silva. Mas, no final, ele sempre explode a mente da gente. É o cara! E as adaptações estão bem boas também.

  • Isa do Le Portraitdeisa
    maio 09, 2021

    Achei muito legal que os livros vão ganhar adaptações, eu adoro ter o gostinho de ver o que eu imaginei transformado em visual na telinha, principalmente quando sai de acordo com o livro. Adorei saber que a série e o livro contem bastante suspense tema que eu adoro e fiquei muito curiosa para conhecer mais sobre os livros e ver a série. Adorei.

    • Carol Nery
      maio 10, 2021

      Eu também gosto muito de ver nas cenas e telas, tudo que imaginei enquanto lia!
      E embora as adaptações não sejam iguaizinhas aos livros, tenho curtido muito o resultado dessas produções da Netflix.
      Que venha mais!

  • Lilian Farias
    maio 09, 2021

    Caramba, não sabia do lance das 14 adaptações, achei formidável, um conhecido já me indicou O Inocente, mas sua resenha é a primeira que leio, parece ótimo e estou curiosa para começar a assistir.

    • Carol Nery
      maio 10, 2021

      Eu fico muito feliz em esperar essas adaptações. Tenho certeza que vou amar cada uma. Já adorei todas que assisti. E espero que você goste de O Inocente também.

  • Angela Cunha
    maio 09, 2021

    Vi o segundo episódio ontem e cheguei a voltar o primeiro pois cheguei a acreditar que haviam misturado séries rs
    Não consegui achar um ponto de encontro entre os capítulos rs Mas é Coben rs
    Então só vendo mais para poder entender o enredo e claro, ficar com cara de alface murcha em frente a tv.
    E oh, Mário rs suspira!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    • Carol Nery
      maio 10, 2021

      Angela, o Mário!!!!! hahahahhahaa Suspira mesmo.
      Mas, sim… a trama é desenvolvida em frentes diferentes. Pode continuar que as coisas vão se interligar em algum momento.
      Coben é Coben. Ele sabe nos fazer de bobos. hehehehee
      Beijocas

  • Regiane
    maio 04, 2021

    Eu vi os 4 primeiros ep e tô amando. Virei fã do Mario. Harlan Coben é maravilhoso né mores!

    • Carol Nery
      maio 04, 2021

      Somos as maiooooores suspeitas. Amamos e num é pouco!
      E ficou muito bom o ritmo da minissérie. Acho que vc vai curtir até o fim…