LIVROS

GAROTO ENCONTRA GAROTO – DAVID LEVITHAN | RESENHA

30 julho, 2015 por

 

Enquanto lia “Garoto Encontra Garoto” meu único pensamento era: “cara o que foi isso”. O livro é perfeito e divertido, daqueles que temos que contar aos amigos com urgência e nunca deixar parado na estante por que o mundo precisa conhecer essa obra maravilhosa do David Levithan.

O Brilhantismo desse autor, aparece em cada página lida, mesmo tendo lido suas outras obras, entendemos por que esse livro, mesmo tendo sido escrito a mais de 10 anos atrás conseguiu conquistar atenção da Galera Record e de muitas editoras pela mundo, por que seu apelo é tão grande e gritante que somente um louco não conseguira notar a importância de levar esse texto ao maior número de pessoas possível.

“Sei que todos gostamos de pensar no coração como o centro do corpo, mas, nesse momento, cada parte consciente de mim está na mão que ele segura. É por aquela mão, por aquele sentimento, que vivencio todo o resto.”

Os personagens são de uma riqueza de sentimentos e ideias e personalidades únicas. Apresentam ao leitor o melhor de uma obra bem escrita, tanto por sua capacidade de construir um personagem carismático quando pela construção do mundo fictício. Eu terminei a leitura tendo certeza que se eu pudesse morar na pequena cidade de Paul eu seria uma pessoa sortuda.

Falando um pouco sobre Paul um personagem único e muito carismático, cheio de amigos e que tem a grande sorte de ter pessoas únicas e diferentes a sua volta. Um garoto do ensino médio, que somente quer curtir a vida com seus amigos e encontra sua metade, e isso acontece quando ele conhece o Noah um artista que recentemente que foi estudar na escola de Paul, de mente sensível e um olhar diferente do mundo consegue conquistar nosso protagonista, mas como todo livro, nem tudo pode ser flores o tempo todo e os dois acabam se separando. E é nessa hora que Paul vê a burrice que ele fez e começa a tentar conquista o Noah de volta.

“Quando um primeiro encontro dá certo, é assim: Você sente a emoção de abrir a primeira página de livro. E sabe, instintivamente, que vai ser um livro bem longo.”

O livro é todo escrito em primeira pessoa, então o leitor acompanha os pensamentos mais íntimos do personagem, que tem horas que são engraçados mas em outros momentos são tristes. Paul também tem uma proximidade com amigos, tanto que em um simples olhar, consegue entender o que precisam na hora, isso se mostrou uma característica incrível quando no decorrer do livro, o autor nos apresenta mais esses personagens.

Se você tem problema com livro com esse tema, esqueça-o e abra sua mente para uma ideia brilhante que vai provar a você que o carinho e o respeito um pelo outro não diferencia de sexo, e que nem sempre os personagens principais de uma história são que mais marcam uma leitura, como foi o caso de Garoto encontra Garoto, mesmo eu tendo amado o Paul e o Noah nem de longe eles se tornaram minhas pessoinhas preferidas nesse drama, por que tinha alguém infundamente mais impressionante.

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar com os amigos!♡! 
_______________________________________________________________________________________________________________
Titulo: Garoto encontra garoto
Autor:  David Levithan
 Edição: 1
 Editora: Galera Record
 Ano: 2014
 Páginas: 240

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

19 Comentários

  • Fabiana Scola
    agosto 22, 2018

    Primeiro de tudo preciso conhecer mais sobre esse autor, estou lendo tanto sobre ele, suas palavras e obras que não tem como não o admirá-lo. Quanto a temática, cada dia mais gosto de ler sobre o assunto, tamanha é a sensibilidade e intensidade nas narrativas, pelo menos os que eu li, fiquei aquecida com as historias de amor mais linda e envolvente que já li. Quanto mais souber de livros assim mais quero me aproximar e roubar um pouco dessa energia. Em relação a essa historia, me fez lembrar de Me chame pelo seu nome, também muito intenso (e picante, diga-se de passagem), mas pela relação de alguém de fora e mais velho que acaba se envolvendo com o protagonista. Adorei a dica e certamente foi anotada.

  • RUDYNALVA
    agosto 09, 2015

    Lê!
    Acho brilhante o Leviathan levantar a bandeira dos homossexuais.
    Não tenho nenhum problema em relação a esse assunto, acredito que o preconceito não deve existir e toda forma de amar vale a pena, desde que traga felicidade para ambos.
    Feliz dia dos pais!
    “As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.”
    (Lilian Tonet)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

  • a world to read
    agosto 03, 2015

    David Levithan amorzinho né Lê?
    No dia que ele vier na bienal vão ter que deixar uns 3 dias pra assinar todos os livros que todo mundo for levar, pq né?
    'Garoto encontra garoto' foi um livro dele que não me decepcionou, ufa 🙂
    Eu adorei o Paul <3
    Beijos!

  • Leticia Pimenta
    agosto 01, 2015

    Marcellle eu também fique com pé atras com esse livro por também não gostar de Will&Will, mas esse é bem diferente.

  • Suzzy Chiu
    julho 31, 2015

    Eu não conhecia o David Levithan, mas de uns tempos para cá tenho lido mtas resenhas sobre as obras dele e sempre sao bem positivas, oq me deixa me interessada a ler a logo.
    A capa desse livro acho bem bonita, acho q ja da uma ideia do q podemos contrar, e por isso mesmo a curiosidade aumenta.
    Muito bom que o livro tenha sido tão positivo e que surpresa pra mim saber que foi escrito há 10 anos atras.
    Quero ler mto esse livro depois da sua resenha, com certeza me despertou ainda mais o interesse.

    • Leticia Pimenta
      agosto 01, 2015

      Oiee Florzinha,
      Como assim você nunca leu nenhum livro da David? Pode dar um jeito os livros deles são muito bons.

    • Suzzy Chiu
      agosto 02, 2015

      Poise Le…to atrasada demaissss!! Noa li David Levithan, Jojo Moyes, Collen Houck…
      Mas esse ano eu vou por em dia..hehee

  • Emanoelle Souza
    julho 31, 2015

    gostei da resenha, já conhecia o livro mas nao li ainda nenhum do autor, fiquei interessada já que aborda um tema bem interessante

  • Iêda Cavalcante
    julho 31, 2015

    Oiee Lê!
    Eu vim aqui, e assim que vi que o post era sobre esse livro logo sabia o que falar, mas sua resenha me quebrou hahaha … de uma forma positiva.
    Já li livro com o tema homo, fui super de cabeça aberta mas no fim, pensei, que m*** foi isso? O livro foi muito abaixo do que esperei, então foi exatamente isso que me veio a mente, achei que esse poderia ser assim também.
    Que bom que me enganei, agora vou ter que ler porque fiquei muito curiosa sobre esse romance, sem falar que o David é o cara né.
    Bjokas!

    • Leticia Pimenta
      agosto 01, 2015

      Kkkkkk, já aconteceu isso comigo também, fui toda toda comentar em um blog sobre um livro, na hora que eu terminei de ler a resenha, mudei totalmente minha ideia.
      David é o cara mesmo.

  • tamires aldrighi
    julho 31, 2015

    Já tinha ouvido falar desse livro, mas nem me passou pela cabeça lê-lo, porém, agora, após a sua resenha, ele me despertou enorme curiosidade e acredito que será uma das minhas próximas leituras.

    • Leticia Pimenta
      agosto 01, 2015

      Oie Tamires, que noticia muito boa, saber que minha resenha colocou um livro na sua meta de leitura me deixou muito muito feliz mesmo.

  • Any
    julho 31, 2015

    Oi, Lé!
    Nunca li nenhum livro desse autor, e só passei a tomar conhecimento de sua existência depois do surgimento de Garoto encontra Garoto, um livro que vi bastante comentários positivos ao seu respeito. Personagens carismáticos com personalidades únicas, e história envolvente são qualidades que aprecio em uma leitura.
    Bjos!

  • Paloma Rizzon
    julho 30, 2015

    Eu nunca li nenhum livro do mesmo autor, nem livros desse tema de pessoas do mesmo sexo, mas não vejo problema nenhum nisso, sou super mente aberta e estou disposta a arriscar neste livro rs
    Já conhecia esse livro mas nunca tinha me interessado muito, agora estou com vontade de lê-lo!
    Beijinhos ;*

    http://meninacompassiva.blogspot.com.br/

  • Jonara Cordova
    julho 30, 2015

    É a segunda resenha que leio desse livro e cada vez sinto mais vontade ler! Achei demais que os personagens principais sejam um casal do mesmo sexo. Não conheço nenhum livro do autor ainda, mas aquela página que tu fotografou já me atraiu pela narrativa em primeira pessoa. Passa a sensação de que a gente está conversando com um amigo. Vou ter que dar um jeito de começar esse livro logo. Adorei a dica! 😀

    desapegomental.com

    • Leticia Pimenta
      agosto 01, 2015

      Oieee Jonara,
      A sensação que eu tive foi essa mesma, de um amigo me contando uma historia.