Titulo original: When we first met Gênero: Comédia, Romance | Duração: 1h37 | Disponível: Netflix

Sou uma pessoa apaixonada pela Netflix, adoro assistir filmes e séries pelo canal de streaming, na verdade eu acho que o consumo on demand é literalmente o nosso presente/futuro, nada de ficar garrado na programação, naquele programa que vai passar naquele horário específico, o bom mesmo é assistir na hora que a gente quiser. Este carnaval, eu passei viajando com a família e fugindo da folia de Belo Horizonte, mas cheguei e ainda estava rolando um movimento da festa, então o que eu fui fazer? Conectar na Netflix e ver qual dos novos lançamentos eu iria assistir, haha. Estava em um clima para assistir uma coisa mais leve, por isso escolhi “Quando nos Conhecemos” que chegou ao catálogo em fevereiro.

Na trama Noah (Adam Devine) é apaixonado por sua amiga Avery (Alexandra Daddario), quando se conheceram, três anos antes, os dois tiveram um encontro perfeito (na cabeça dele), mas o rapaz não sabe o que aconteceu que a noite não terminou como ele queria, e no dia seguinte, Avery conheceu Ethan (Robbie Amell), se apaixonaram, e namoram desde então. Noah viveu três anos da sua vida, apaixonado por Avery, tentando lembrar o que deu de errado no encontro perfeito para que a garota não estivesse com ele. Em uma noite de porre, ele acaba entrando na cabine de fotos onde tiraram sua primeira foto juntas, e ela o transporta para o passado, para o dia que conheceu a garota. Tendo a chance de fazer as coisas corretas dessa vez, Noah faz de tudo para que a primeira noite termine como ele sempre sonhou.

 

 

Agora vamos as impressões do filme, é uma comédia romântica, portanto é um filme leve e divertido (não espere grandes conceitos durante a sessão). Mas está aí a questão, é divertido. Noah se mete em tantos problemas com o ato de voltar para o passado e retornar ao futuro que nos divertimos com ele: talvez seja um spoiler, mas ele volta algumas vezes para o dia que se conheceram, e logo depois que chega no ponto principal, ele retorna para a época atual para enfrentar as consequências do que o passado mudou. Disse que não teria grandes conceitos, mas acabei de pensar que o filme pode trazer um mensagem bem importante, que cada pequeno detalhe do que fazemos hoje ou deixamos passar, pode ter grandes impactos em um futuro nas nossas vidas.
O filme é original da Netflix, e foi lançado nos Estados Unidos no início de fevereiro também, assim como o lançamento no Brasil. A direção ficou por conta Ari Sandel, que tem em seu currículo o longa “Duff: Você Conhece, Tem ou É”, o roteiro é de John Whittington (“LEGO Ninjago: O Filme” e “LEGO Batman: O Filme”). Os atores que trabalharam na produção não são nada desconhecidos: Adam Devine (“A Escolha Perfeita 1 e 2” e “Os Caça-Noivas”), Alexandra Daddario (“Percy Jackson” e “Terremoto: A Falha de San Andreas”), Shelley Hennig (“Teen Wolf” e “Ouija: O Jogo dos Espíritos”) e Robbie Amell (“Flash” e “Duff: Você Conhece, Tem ou É”).