Eu li Desejo á Meia-Noite há algum tempo e não fiz a resenha na época por que fiquei tão maravilhada com a história que não consegui passar para o papel o que achei do brilhante trabalho de Lisa Kleypas.

Ela é aquele tipo de autora que cria algo tão empolgante, apaixonante e viciante que somente tinha visto na escrita de autoras como Julia Quinn e Jane Austen, mas como Jane não se compara nunca porque ela é diva dos livros históricos, então vou compará-la a Julia Quinn que para mim é a melhor escritora de livros históricos da atualidade, então acho que dá para imaginar o quanto gostei da Lisa Kleypas né?

“Ela merecia bem mais que isso. Merecia um
amor apaixonado, quente, avassalador, um sentimento que consumia tudo. Ela
merecia… Ah, inferno. Estava pensando demais.”

Desejo à Meia-Noite é o primeiro da série Os Hathaways e se passa na Londres de mil, oitocentos e quebrados e é divida em cinco livros.

Hathaways é aquele tipo de família que você poderia ver em qualquer lugar, até mesmo a sua. Os membros são barulhentos, briguentos, adoram enfiar o nariz na vida uns dos outros, mas acima de tudo são tão amigos e unidos que chega a ser palpável o carinho e o amor que um tem pelo outro. A autora mostra isso no decorrer das páginas, me fazendo desejar ser parte dessa família, mesmo eu amando a minha de paixão.

“- Nunca tenha medo de ter esperanças – disse Rohan com delicadeza. – É a única forma de começar.”

Não esperava gostar tanto dessa história como eu gostei, muito menos ter uma empatia tão grande com a protagonista Amélia, ela é uma personagem forte e cheia de características admiráveis a maior delas é sua capacidade de fazer de tudo para ver seus irmãos Win, Poppy, Beatrix, Leo e seu irmão adotivo Merripen felizes, ela se preocupa muito com o coração partido de Leo seu irmão mais velho. Mesmo que o seu também tenha sido partido, ela tirou dessa tristeza força para continuar.

A história é simples a escrita da autora é leve e sexy, sem muita enrolação, acho que nunca usei essa palavra em uma resenha, mas é a melhor para explicar como o livro é gostoso e inspirador, talvez seja por que ela dá uma pitada a mais adicionando a cultura cigana a uma história que se passa na época das realezas a bailes de gala em grandes castelos e homens que levam realmente a sério o cavalheirismo e a palavra dada.

O romance entre Amelia e o cigano Cam Rohan dita de uma forma tão agradável o texto que dá ao leitor a oportunidade de realmente sentir o carinho que vai se desenvolvendo entre os personagens, sem aquela pressa de chegar aos finalmentes ou a correria que alguns autores arrumam, principalmente porque os dois tem personalidades muito diferentes e tem que aprender a dar espaço e aceitar os choques culturais entre eles.

Para finalizar a resenha tenho que parabenizar a editora Arqueiro por seu trabalho muito legal no Facebook onde ela deixou seus leitores escolherem qual seria a capa do livro. O trabalho foi muito bem feito na edição do livro, que tem páginas amarelas e uma fonte clara e de bom tamanho a única coisa que senti falta foi de um pouco mais de carinho em relação página de inicio dos capítulo.

Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar!♡! 

_______________________________________________________________________________________________________________

Titulo: Desejo à meia-noite
Subtitulo: Os Hathaways
Autora: Lisa Kleypas
Ano: 2013
Páginas: 272
Idioma: português
Editora: Arqueiro                                                            
Onde comprar: Submarino