Como era de se esperar, o personagem Grinch aparece no filme especial de Natal, Que alegria #SQN mais mal humorado do que nunca e ao lado do seu fiel companheiro Max a quem sempre pode contar na sua caverna solitária no alto de uma montanha de neve, cheia de invenções e gadgets úteis para sua vida diária.

Grinch é um ser verde e mesquinho que odeia o Natal e faz de tudo para todos os anos, acabar com a alegria daqueles que estão comemorando a festividade. Para isso, ele planeja invadir os lares vizinhos e roubar tudo relacionado à data, incluindo presentes e enfeites, acabando assim com as comemorações dos habitantes de Quemlândia, um vilarejo que sempre aguarda com bastante expectativa o período comemorativo.

Até então tudo bem para um reclamão cínico, porém Grinch não contava em ser influenciado positivamente por uma generosa garotinha, a Cindy-Lou. Com toques de comédia, beleza e emoção, a animação traz uma história universal sobre o espírito de Natal e o poder indomável do otimismo.

O GRINCH : QUE ALEGRIA...! SQN

O conto original, escrito pelo autor norte-americano Theodor Seuss Geisel (conhecido pelo pseudônimo de Dr. Seuss) e publicado em 1957 teve como título “How the Grinch Stole Christmas”  ou seja, “Como o Grinch Roubou o Natal”. Posteriormente em 2000, a história foi adaptada aos cinemas em uma versão live-action, tendo o ator Jim Carrey (“Jim e Andy”) como o Grinch e Ron Howard (“Inferno”) dirigindo o filme.

Na nova versão cinematográfica, Benedict Cumberbacth (da série “Sherlock”) dá voz ao protagonista e na versão dublada (Lázaro Ramos), enquanto Pete Candeland (conhecido por dirigir produções da banda Gorillaz) e Yarrow Cheney (“Pets – A Vida Secreta dos Bichos”) comandam o longa de animação. A responsável pela produção é a Illumination Entertainment, que também produziu os filmes da franquia “Meu Malvado Favorito”.

A história na minha opinião está impecável e mesmo para quem já conhece, tem um enredo que não te deixa perder nenhuma cena e faz seus olhares ficarem aficionados na tela do cinema. Durante as cenas é possível ver os rostos encantados das crianças e a magia da lição final do filme que mostra que não é o que aconteceu de ruim no passado que vai determinar se você terá ou não um bom coração no futuro, o grande triunfo da animação digital. Que alegria #SQN é um enredo engraçado, acolhedor e visualmente surpreendente, que fala do poder indomável do otimismo em pleno natal.

Surpresa
Para quem ama os minions, o filme conta com uma pequena animação antes da exibição principal.

Distribuidor: UNIVERSAL PICTURES
Estreia 8 de novembro de 2018
Duração: 1h30min
Direção: Yarrow Cheney
Gêneros Animação, Família