Estreia essa semana o filme “Cinderela Pop“, adaptação do livro homônimo da famosa autora brasileira Paula Pimenta. De cara ele já se destaca por seu elenco teen estelar, com Maísa Silva, Filipe Bragança e Giovanna Grigio nos papéis principais.

Cintia Dorela é uma jovem de opinião forte, vinda de uma família de classe média, que há dois anos parou de acreditar no amor. O culpado de sua desilusão foi seu pai, César, que traía sua mãe com a funcionária da família, Patrícia. Ele foi desmascarado em plena festa de bodas do casal, na frente de todos os convidados.

Após dois anos deste acontecimento, Cíntia é uma ótima aluna com sonho de ser DJ e um destino promissor, mora com a tia, sua mãe voltou a exercer sua profissão e está em expedição no Japão e seu pai está casado com Patrícia, assumindo as duas filhas gêmeas da mulher como dele.

E é por causa da festa de 15 anos das gêmeas que Cíntia terá a oportunidade (e a necessidade) de se tornar a DJ Cinderela, e acabar assim conhecendo o famoso cantor romântico Fredy Prince, do qual todas as adolescentes são fã, menos ela, claro. Lembram que ela não acredita no amor?!

Cinderela Pop é uma gracinha, no estilo a que se propõe. Estamos falando de uma comédia teen com todos os seus clichês envolvidos: uma mocinha cativante, um mocinho apaixonado, uma vilã incansável com vários ajudantes, pessoas que são cegamente enganadas e um grande conflito que atrapalha o amor do casal principal. Agora imaginem tudo isso inserido no formato de uma releitura do clássico Cinderela!

Várias referências foram feitas e a adaptação do conto de fadas ficou muito divertida e atual. Créditos para a autora Paula Pimenta que tem uma escrita muito leve, fácil e coerente. Este filme vem então dar seguimento a uma linha recente e promissora do cinema nacional, dando visibilidade aos livros de autoras muito influentes com os jovens, como Paula e Thalita Rebouças.

Sobre os atores escalados nada tenho a reclamar. Todos estavam bastante à vontade em seus personagens, o que influenciou no resultado final. Maisa é  uma linda e passa verdade sempre, seja na frente ou atrás das câmeras. Filipe Bragança é um ator que conheço por causa de um trabalho um pouco diferente, seu papel de Marius na peça “Les Miserables”, e o acho brilhante.

Agora com certeza três pessoas roubam a cena devido ao trabalho fantástico que desempenharam: Fernanda Paes Leme, como a madrasta Patrícia; Letícia Pedro como uma das gêmeas, Graziele; e Elisa Pinheiro no papel da tia Helena de Cíntia. Fiquem de olho nelas!

Fica aqui a dica para você que é adolescente, conhece um adolescente ou foi um adolescente influenciado pela escrita de Paula. Infelizmente o filme não foi lançado no período de férias escolares mas nada que o impeça de aproveitar essa longa semana do feriado de Carnaval que está quase aí. Assistam!

_______________________________________________________________________________________________________________
Estreia: 28/02/2018
Duração: 1h 40min
Direção: Bruno Garotti 
Elenco: Maisa Silva, Filipe Bragança, Fernanda Paes Leme 
Gêneros: Comédia Teen, Fantasia
Nacionalidade: Brasil
Distribuidora: Galeria Distribuidora