Mailing do blog

Assine e receba novidades

O REI DE PORCELANA É UM DRAMA HISTÓRICO APAIXONANTE

O REI DE PORCELANA É UM DRAMA HISTÓRICO APAIXONANTE

O Rei de Porcelana (The King’s Affection) é um Kdrama de televisão sul-coreana protagonizada por Park Eun-bin (Do You Like Brahms?, Age of Youth), Rowoon (Extraordinary You, She Would Never Know), Nam Yoon-su (Extracurricular, Beyond Evil). O drama é baseada na HQ “Yeonmo” de Lee So young, que marca o nascimento do protagonista em 1461.

The King's AffectionNome: O Rei de Porcelana
País: Coreia do Sul
Episódios: 20
Exibido:11 de Out – 14 de Dez
Gênero: Histórico, Romance, Drama
Onde Assistir: Netflix
Classificação do Conteúdo: 16 anos

 

O drama se passa na Dinastia Joeson que foi fundado por Taejo em 1392 e durou até 1897.

Para quem tiver interesse em saber mais sobre a Dinastia Joeson, indico K-drama Mr Sunshine (Disponível na Netflix) que retrata em seu enredo os últimos momentos da Dinastia Joeson na Coreia. E também entrando na transição para o que conhecemos hoje como república da Coreia.

O REI DE PORCELANA É UM DRAMA HISTÓRICO APAIXONAN

Crítica O rei de porcelana

Quando comecei a assistir O rei de porcelana, fiquei de cara com a produção feita neste k-drama. A historia começa com uma situação bastante trágica e que nos deixa angustiados para saber o que vai acontecer. E acredito que isso seja um ponto bastante positivo para o k-drama, já que o enredo nos prende desde os primeiro minutos.

Conhecemos a infância dos principais personagens, Yeon Seon e Jung Ji Woon, e as consequências de acontecimentos anteriores a infância na vida deles. Mostrando a inocência das crianças e que as vezes elas acabam pagam o pato por atitudes erradas de adultos (o assassinato do irmão de Yeon Seon). Vale observar que se tratando de um drama histórico, as consequências das ações das pessoas são bem piores, fora os preconceitos da época que só agravavam esses desfechos.

A trama vai se desenvolvendo a partir do crescimento e amadurecimento da nossa prota, que passa a se vestir e agir como um homem. Essa caracterização da personagem ficou tão bem feita, além do esforço da atriz, que compramos muito a ideia de que ela é um homem e isso faz com que entendemos outros personagens da historia também terem comprado essa ideia.

O Rei de Porcelana

Yeon Seon passa de uma serviçal e se torna o príncipe herdeiro daquela  nação (Joseon), acompanhar esse desenvolvimento da protagonista é muito gratificante de assistir, além de ser uma personagem feminina muito forte, inteligente e justa. O romance entre ela e o acadêmico Jung começa a desenrolar, já que os dois estão no auge da juventude e na época de se apaixonar, e viver essa paixão. O romance é um ponto muito forte no enredo, muito bem desenvolvido, tem várias referencias a momentos da infância dos dois e além de ser um amor saudável.

Os personagens secundários são incríveis

Por ser um dorama de 20 episódios, os personagens secundários tem suas próprias historias, personalidades e motivação. Como por exemplo dois personagens destaques,  o guarda costa da prota “Kim Ga on” (Choi Byung-chan ), que sua história no início é um mistério mas ao longo da trama ele passa a ter desenvolvimento e um final.

Outro personagem secundário que é bastante desenvolvido é o “Príncipe Jaeun” (Nam Yoon-su), que é apaixonado pela Yeon seon e que tem um final surpreendente. E isso ajuda na criação do vinculo entre o telespectador e os personagens, mas infelizmente quando algum deles sofrem, também sofremos juntos (e rola muito sofrimento viu).

A Trilha sonora deixou a Desejar

A trilha sonora não gostei muito e achei muito repetitiva, a mesma música tocando quase sempre. Também achei a protagonista inocente demais em alguns momentos, principalmente nos jogos políticos e o personagem masculino é igual na inocência, chegando a ser bobo (todo mundo descobria que ela era mulher e menos ele).

O final foi coerente e muito emocionante, é um drama histórico que entregou o que propôs a fazer, com momentos tristes, leves, engraçados e com muito drama.

Comente este post!

  • FERNANDA Sales

    N sou de romance, mas imagino que quem goste deva ficar maravilhado

    responder
    • Danielle Antunes

      Confesso que nunca li nada nesse estilo. Ultimamente tenho tentado sair da minha zona de conforto e até descobri gosto pela fantasia que antes torcia o nariz. Amo coisas com uma pegada histórica mas nunca li nada sobre a cultura oriental, confesso que nunca me chamou a atenção. Por isso é tão bom ver resenhas por aqui. Assim podemos saber um pouquinho da historia e despertar o interesse.

      responder
  • Deybiane

    Não sei por que nunca assisti nada de k-drama o dorama mas a cada resenha aqui minha vontade aumenta faz uma listinha amiga dos melhores pra nós, nunca te pedi nada!

    responder
  • Helenna

    Para tudooooo, esse Dorama é o mais comentado aqui em casa recentemente. Minhas irmãs e minha mãe amaram profundamente, estavam muito animadas com ele e choraram no final. Eu ainda não vi, porque estou vendo dois no momento, porém depois vou ver.

    responder
  • Mary

    Não sou fã de romances, mas me interesso em conhecer mais sobre a histórias de outras civilizações.

    responder
  • Luiza Miró

    Parece bom, mas sei lá, não me deixou muito entusiasmada pra ler.. mas quem sabe um dia..

    responder
  • Dieny

    Ahhhhh, sou8 apaixonada por esse K-drama, na verdade sou apaixonada por todos os tipos de doramas, mas esse em especial acabou comigo. Ele é muito perfeito, a história é muito apaixonante, e, ,eu ponto de vista. Realmente alguns pontos da história a gente fica assim “como assim eles não sabem que ela é mulher, já que tá tão na cara”.

    responder
  • Dieny Aguiar

    Ahhhhh, sou8 apaixonada por esse K-drama, na verdade sou apaixonada por todos os tipos de doramas, mas esse em especial acabou comigo. Ele é muito perfeito, a história é muito apaixonante, e, ,eu ponto de vista. Realmente alguns pontos da história a gente fica assim “como assim eles não sabem que ela é mulher, já que tá tão na cara”.

    responder
  • Nalu Santos

    Nunca vi dorama mas essa resenha me deixou curiosa, curti!!!

    responder
  • Debora

    Amo um romance e filmes coreanos (ocidentais em geral). Já assisti o Mr. Sunshine. Já esta na minha lista.

    responder