LIVROS

O INOCENTE – HARLAN COBEN | RESENHA

17 agosto, 2021 por

O Inocente (The Innocent) é um livro originalmente lançado em 2005 no seu país natal, e 2013 no Brasil. Além do entretenimento, O Inocente veio com uma espécie de lição de vida. Em suma, se trata de saber que alguns erros, algumas decisões do momento… elas podem mudar o rumo da sua vida. Também nos mostra exatamente as consequências de se estar no lugar errado, na hora mais errada do mundo. Infelizmente, a história contida nessas páginas é muito triste. Eu me senti bastante tocada com os dramas das personagens.

Ainda assim, as subtramas que Coben sempre traz, não deixam a peteca cair. E assim, temos mais uma vez, como já era de se esperar, um excelente thriller. E com um final DAQUELES. Porque Harlan Coben não decepciona nunca em suas últimas páginas. Assim, acompanhe comigo então a história de Matt Hunter. Ele é um cara legal que tem 20 anos. É esforçado, estudioso e bom amigo. Em meio a uma festa onde ele não queria sequer ter ido, tenta ajudar seu amigo da faculdade em uma briga. Nisso, um rapaz cai morto. O mundo de Matt nunca mais poderá ser o mesmo.

“Seu amigo está sendo espancado, mas você está mais preocupado consigo mesmo. Isso o deixa envergonhado. Quer fazer algo, porém sente medo, muito medo. Não consegue se mover- suas pernas parecem feitas de borracha e seus braços formigam. Você se odeia por isso.”

O INOCENTE – HARLAN COBEN

No meio de toda essa confusão, Matt acaba de selar seu destino. Ele foi condenado por homicídio culposo (quando não se tem a intensão de matar). Foi enviado para a prisão! Assim, enquanto a vida de seus colegas continua normalmente com namoros, faculdade e festas, Matt está atrás das grades respondendo por aquele momento errado, na hora errada. Matt era um estudante de Direito. Essa “mancha” em sua biografia poderá estragar todos os planos do jovem, para sempre.

Bom, após 9 anos Matt é libertado, e de certa forma, continua marcado pelo trágico erro do passado. Ele é Inocente ou culpado pela morte do rapaz? Essa é uma questão que fica pairando “no ar”. Hoje, Matt é casado com Olivia e ela está grávida. Eles buscam uma nova casa, em um bairro melhor. Contudo, Matt é marcado por ser ex-presidiário, e não é visto com bons olhos. Ele frequenta a casa de sua cunhada, visita seus sobrinhos, mas ainda têm essa “mancha” que atrapalha muitos dos seus sonhos.

Certa feita, Olivia viaja a trabalho. Só que nesse ínterim, Matt começa a receber ligações, fotos e mensagens do celular da esposa, com situações totalmente comprometedoras. O rapaz fica desorientado. No que sua esposa grávida está metida? Seu casamento será mais uma coisa a ruir em sua vida? Não lhe bastou perder o irmão, a carreira, os pais, 9 anos… Enfim! Coben é daqueles autores que não têm dó de seus personagens. E a gente começa a perceber que Olivia também tem alguma marca que não pôde ser apagada. #SUSPENSE

“Não poderia nem mesmo contar a verdade, por mais que quisesse, porque se fizesse ela iria parar na cadeia. E se havia algo que o apavorava mais do que ser preso… Matt não soube dizer como, mas de repente a arma estava em sua mão.”

Então, dentro de uma das subtramas que SEMPRE temos nos livros do autor, iremos conhecer mais sobre a vida de Olivia. Teremos uma adolescente procurando por sua mãe biológica. A história de uma freira que aparentemente se suicidou, e também todo um plot a respeito de garotas que trabalham (ou são exploradas) em bares de strip-tease. E você que lute para compreender como Coben irá fazer toda essa carga emocional se alinhar no cosmos.

Ah, também poderemos acompanhar uma parte da vida de Matt que ninguém conhece, que é intrinsecamente relacionado com a morte daquele jovem há 9 anos. O que é bem fácil de perceber, é que muita gente acaba por querer o mal de Matt. Ou querer que as coisas não deem certo para ele. Ao mesmo tempo, também existem pessoas que acreditam nele, e que o auxiliam a correr atrás de respostas.

Será possível resolver a vida de Matt com tantas pontas soltas? Seu casamento terá solução? Eles terão o bebê tão esperado e já amado? Sua cunhada, seu único vínculo familiar, irá acreditar nele, e apoia-lo? São tantas confusões, onde Matt se verá envolvido com a polícia, e com pessoas mais importantes, e outras muito perigosas. Acredito que após sair da prisão, ele jamais imaginou que sua vida poderia dar essa guinada, e atrair tanta confusão assim.

O INOCENTE – HARLAN COBEN

  • THE DEVIL JUDGE | KDRAMA

“Nas semanas seguintes você aprende o que é amor verdadeiro. Ela lhe ensina. A certa altura, você conta a verdade sobre seu passado. Ela passa por cima disso. Vocês se casam. Ela engravida. Você está feliz. Vocês comemoram a novidade comprando celulares com câmera.”

Recomendo essa leitura para aqueles que assistiram a minissérie homônima, original da Netflix, e que já escrevemos uma crítica aqui para o blog. É muito interessante perceber as sutis (e as não sutis) alterações feitas para a adaptação. No mesmo clima que já estamos acostumados ao ler Harlan Coben, O Inocente não deixa a desejar. Não se assuste caso não acerte simplesmente nada a respeito do que está acontecendo na história! Lembrando que essa obra já se encontra nas livrarias também com a nova identidade visual (e jacket), especialmente desenvolvidas para os livros do autor.

__________________________________________________________________________________________________________________

 

Título:  O Inocente
Autor:  Harlan Coben
Ano: 2013
Páginas: 336
Nota: 4/5
Editora:  Arqueiro
Gênero:  Crime, Ficção, Romance policial, Thriller, Suspense, Mistério
Adicione à sua lista do SKOOB
Compre usando nosso link da AMAZON

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

20 Comentários

  • Letícia Guedes
    agosto 26, 2021

    Eu não sabia que tinha série, eu tô chocada com isso! Eu amo o Coben, na verdade, eu adorei a sua resenha e já quero muito ler O Inocente!

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Ah, sim… embora a série tenha vida própria, e algumas coisas bem diferentes do livro, vale demais a pena também! Mario Casas é um dos motivos. hehehehe

  • Camille
    agosto 23, 2021

    Eu adoro o Coben, acho que já cheguei a comentar isso por aqui antes! E as subtramas enriquecem muito o enredo, eu – se eu não me engano – já li O Inocente, mas eu teria que reler para ter certeza, mas tive flashs de memória enquanto lia sua resenha!

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Eu concordo. Ele enriquece demais a história com as subtramas. Ainda mais com a capacidade especial dele de interligar tudo depois, e não deixar faltarem respostas!

  • Erika Monteiro
    agosto 23, 2021

    Oi, tudo bem? Ah, impossível não gostar ou se envolver com a escrita do Harlan Coben. O que mais me chamou atenção desde o primeiro livro foi justamente ele envolver subtramas à história principal. Muitas vezes pensamos que os personagens não têm nada a ver uns com os outros, mas quando chegamos ao desfecho percebemos o que o autor conseguiu fazer. Cada vez fico mais surpresa. Em O inocente não foi diferente, depois de Custe o que custar foi um dos meus favoritos. Mas Não há segunda chance continua no meu coração porque foi assim que conheci o autor. Um abraço, Érika =^.^=

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Hey, Erika. Eu também fiquei fisgada por essa capacidade do homem de explorar tantas subtramas. Ele deixa a gente mais que enredados…
      Custe o Que Custar é muito bom, né? Já o meu preferido continua sendo Desaparecido Para Sempre. Apesar de a série não ter captado tudo que eu queria e esperava.
      Abração

  • Debora Sapphire
    agosto 23, 2021

    Ótimo que o autor nunca decepciona! Achei interessante o que contou a respeito das subtramas que Coben sempre traz também. Sensacional que, mais uma vez, somos apresentados para um excelente thriller e com um final digno do nível top da escala Harlan Coben! Ainda não conhecia , achei interessante como é uma história que você ficou tocada pelos dramas das personagens.

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Fato: ele nunca me decepcionou ao fim de uma história!
      Recomendo sempre. Dificilmente uma história de Coben não irá mexer com a criatividade do leitor.

  • Joyce
    agosto 23, 2021

    Olá, assisti a adaptação e gostei bastante, porém não li o livro ainda. Tenho apenas um livro dele e é um dos meus favoritos.Resenha perfeita.

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      O livro é um pouco diferente. Eu acho o desfecho mais interessante! Mas, a série ficou muito boa também. Eu adorei!

  • Val
    agosto 23, 2021

    Rapaz.. se brincar, era melhor ele ter ficado preso, teria menos confusão pra enfrentar xD
    Ainda não assisti a adaptação, mas tenho interesse. Gosto das tramas de Comentários. E fiquei curiosa em saber como ele vai conectar essa colcha de retalhos…

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Eu rachei de rir com seu comentário, Val! O negócio pro lado dele tava mais complicado do lado de fora da prisão, né não??
      Foi fácil não! Mas, o final compensa!!!

  • Leticia Rodrigues
    agosto 22, 2021

    lembro da época que teve o boom das obras de Coben e eu era curiosa em ler esse livro especificamente e com o tempo eu acabei desistindo mas lendo sua resenha me sinto de novo com o desejo de ler a obra *-*

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Fico feliz que sinta interesse em ler as obras do mestre das noites em claro. Realmente houve um boom nos anos 2000. Mas, o cara é bom!!! Eu sou fã assumida, mas sei que já deu pra perceber. hahahaha

  • Hanna Carolina
    agosto 21, 2021

    Eu conheço as obras do Harlan Coben por causa das séries, que eu amo, mas nunca li nenhum livro do autor, acredita? Essa d’O inocente eu gostei bastante inclusive, embora saiba que existam diferenças bem marcantes em relação ao livro. Eu amei essa capa da edição que você tem, por sinal, e gostei da resenha também. Eu leria, só pela curiosidade dupla: ver se a escrita do autor é tão boa quanto imagino pelas séries, e pela trama mesmo, que gostaria de ver quais foram as diferenças entre o original e a adaptação.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Eu gosto muito de maratonar as séries do Coben, e de reler às obras perto do lançamento das séries!
      Dá uma revigorada na memória, e posso fazer esses parâmetros entre livro x adaptação. E geralmente, costumo não gostar muito das diferenças que as adaptações fazem às histórias originais. Já com as séries do Coben, creio que por ele estar sempre envolvido nas produções, eu já não fico “brava”. hahahahha Até acho legal mexer no “universo” que já tínhamos pré-definido.
      Beijão

  • Lilian de Souza Farias
    agosto 21, 2021

    Eu recordo de ter recebido esse livro, mas não cheguei a concluir a leitura, não me atraia na época, acredito que hoje, teria uma outra perspecxtiva da obra, ainda não assisti a adaptação.

    • Carol Nery
      setembro 06, 2021

      Eu reli ele para essa resenha, e para acompanhar/maratonar a minissérie que estreou na Netflix. A primeira vez que li não curti tanto quanto agora. Então, tem muito isso mesmo, né? Coisa do momento!

  • Ana lucia
    agosto 17, 2021

    Não vi a adaptação, mas o livro, como de praxe no Coben, deu nó no meu cérebro, que só foi desatado com as pintas bem amarradas do autor. Desenho top. Se eu já não tivesse lido, com certeza leria.

  • Regiane
    agosto 17, 2021

    Eu gosto desse história, tio Coben dá um nó na nossa mente e sempre sou tapeada hahaha. Eu amei a adaptação também.

  • LIVROS INDEPENDENTES DO AUTOR QUERIDINHO DA NETFLIX HARLAN COBEN 5 K- DRAMA COM HAN SO HEE, ATRIZ DE MY NAME LANÇAMENTOS DE K-DRAMAS MAIS AGUARDADOS DE NOVEMBRO CRÍTICAS SÉREIS E FILMES COM PERSONAGENS NÃO BRANCOS Dicas de livros, filmes e Doramas para animar seu final de semana. Black Friday: Saiba como escolher o melhor kindle para você OS LIVROS DE FANTASIAS MAIS INDICADAS PELOS TIKTOKS DORAMAS DUBLADOS NA NETFLIX Promoção Kindle Unlimited Sarah J Maas? Quem não conhece tem que conhecer!