FILMES

O SOM DO SILÊNCIO | ALERTA OSCAR

13 abril, 2021 por

O Oscar está chegando aí, por isso, vamos fazer a crítica de mais um filme que está concorrendo a esse importante prêmio do cinema? “O som do silêncio” estrelado por Riz Ahmed (Ruben), Olivia Cooke (Lou) e Paul Raci (Joe) é um filme maravilhoso e tocante, não é à toa que está indicado ao Oscar, não é mesmo?

No enredo, temos Ruben, um baterista de uma dupla de heavy metal, que começa a perder a audição. Ele então entra em um caminho para entender o que está acontecendo com ele e como pode melhorar, para que possa voltar a sua vida com a música.

Vamos as minhas impressões? Se você não tem paciência ou gosta de filmes mais parados, esse não é um longa para você assistir. Sinto muito em dizer isso. No meu caso, eu não ligo para histórias que sejam mais paradas, desde que tenham uma trama instigante por trás. E essa é uma dessas histórias.

Eu não havia visto o trailer do filme, então quando dei play, para mim seria um filme que se passaria nos anos 1980, mas não foi assim. Visto que os personagens têm celulares com uma tecnologia que para mim, foi lançada depois dos anos 2000. Mas como não sou especialista no assunto, é uma suposição!

Desde o início do filme, nós conseguimos ver a luta de Ruben para entender o que está acontecendo com ele e como ele consegue melhorar. É Lou, sua companheira de dupla e namorada, que o convence a entrar em uma comunidade para pessoas surdas. Nesse momento, temos uma pequena mudança no filme, várias cenas começam a ser apenas visual, com pouco áudio, afinal estamos em uma comunidade de surdos.

som do silêncio

É nesse momento também que vemos uma grande mudança no personagem, que vemos ele começar a entender o que está acontecendo com ele. Não vou entrar muito nesse assunto, para não dar spoilers desnecessários dentro da história. Mas, nesta comunidade ele encontra pessoas bem importantes para ele, como o Joe, o mentor da comunidade.

Esse é um longa que retrata a perda de audição de uma pessoa. Então, foi interessante ver como eles utilizaram dos sons para passar tanto a percepção de Ruben, com pouca audição e até com nenhuma, quanto de um terceiro que consegue escutar perfeitamente. Também é interessante ver como eles retratam os outros sentidos diante da perda da audição, por exemplo, na foto acima vemos as crianças sentindo a música do piano através das vibrações. Sinceramente, pensei que não ia gostar do filme de cara, mas no final, me peguei amando a história.

Não são muitas as músicas da trilha sonora. Temos algumas canções no início, que Lou e Ruben cantam, mas o que mais chamou a minha atenção, foi a canção do final. Eu assisti a todo o crédito final apenas para escutar a música e assim que terminou fui logo pesquisar para conseguir escutar mais uma vez. É uma música que define o que realmente é o filme e a história. Vou deixar ele aqui para caso vocês queiram dar o play.

“O som do silêncio” é um drama sobre a luta de um ex-viciado que vê sua carreira ir desmoronando. Muito acima da carreira, está o amor que ele sente por Lou e querer que ela cumpra os objetivos dela. Lou não é uma personagem que tem muito destaque no longa, nós temos um foco no Ruben, mas apesar disso, é possível sim ver que ela é uma personagem muito importante para todo o enredo. Um dos anseios de Ruben em querer melhorar é a vontade de voltar para ela e conseguir ser a pessoa que era antes.

 

É possível ver que a relação dos dois tem uma codependência muito forte. Não é só Ruben que precisa de Lou, o contrário também acontece. Falando em Lou, queria dar meus parabéns para todos os atores do filme. A interpretação deles está maravilhosa, inclusive nas cenas em que prevalece o visual, quando estão na comunidade de surdos. Nas minhas pesquisas sobre o longa, vi que Riz Ahmed usou bloqueadores auditivos que emitiam ruídos brancos. Depois de um tempo, ele resolveu parar de usar os bloqueadores e entrou nesse universo, usando a linguagem de sinais para se comunicar com a equipe do filme.

Como é comum dos indicados ao Oscar, “O som do silêncio” foi indicado para alguns prêmios importantes como o Globo de Ouro na categoria “Melhor ator” e o BAFTA Awards, onde ganhou na categoria “Melhor som” e foi nominado para as categorias “Melhor edição”, “Melhor ator principal” e “Melhor ator coadjuvante”. No Oscar, “O som do silêncio” concorre nas categorias:

  • Melhor filme do ano;
  • Melhor ator principal (Riz Ahmed);
  • Melhor ator coadjuvante (Paul Raci);
  • Melhor roteiro original;
  • Melhor previsão sonora (uma categoria que une melhor mixagem e melhor edição de som);
  • Melhor montagem.

som do silêncio

O longa foi dirigido por Darius Marder e escrito por Darius Marder, Abraham Marder e Derek Cianfrance. Riz Ahmed já participou dos filmes “Jason Bourne” e “Venom”, Olivia Cooke estrelou “Jogador Nº1” e “Ouija: O Jogo dos Espíritos”. Um de seus próximos trabalhos será uma série do mesmo universo de “Game of Thrones” e que se passa 300 anos antes da mesma: “House of the Dragon”.

E aí, quem já assistiu “Som do silêncio”? Acredita que o longa vai levar alguma estatueta para casa?

o som do silêncio

Título: O som do silêncio
Data de lançamento: 04 de dezembro de 2020
Elenco: Riz Ahmed, Olivia Cooke e Paul Raci
Duração: 2h
Gênero: Drama, Musical
Direção: Darius Marder
Distribuidor: Amazon Prime Video

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Angela Cunha
    abril 14, 2021

    Eu fiquei tão feliz ontem em ler sobre esse filme e saber que no começo também foi meio difícil para você o ver rs
    Eu adoro quando isso acontece, pois assim não me sinto uma alien.
    Eu vi esse filme já tem um tempinho e quando ele engrenou, sai de baixo, pois não consegui me conter. Sabe, eu tenho um sério problema de visão. Posso dormir enxergando(eu tenho 20% de visão em um olho e 40% em outro) isso dá uma média de visão no geral de 35% o que me causa certos limites.
    Oh, isso com óculos rs.
    Você vai entender uma coisa que vou dizer: as vezes, tiro os óculos, me sento sozinha e fico ali, só para não ter o que olhar, pelo simples prazer de não ver.
    A cena final me tocou intensamente!!!!
    Queria que todos vissem este filme, com estes ouvidos e sem estes olhos!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

  • LIVROS INDEPENDENTES DO AUTOR QUERIDINHO DA NETFLIX HARLAN COBEN 5 K- DRAMA COM HAN SO HEE, ATRIZ DE MY NAME LANÇAMENTOS DE K-DRAMAS MAIS AGUARDADOS DE NOVEMBRO CRÍTICAS SÉREIS E FILMES COM PERSONAGENS NÃO BRANCOS Dicas de livros, filmes e Doramas para animar seu final de semana. Black Friday: Saiba como escolher o melhor kindle para você OS LIVROS DE FANTASIAS MAIS INDICADAS PELOS TIKTOKS DORAMAS DUBLADOS NA NETFLIX Promoção Kindle Unlimited Sarah J Maas? Quem não conhece tem que conhecer!