Mailing do blog

Assine e receba novidades

UM DIA DE CHUVA EM NOVA YORK | CRÍTICA

UM DIA DE CHUVA EM NOVA YORK | CRÍTICA

 

“Um Dia de Chuva em Nova York” (A Rainy Day in New York) é o novo filme de Woody Allen – esse que é cineasta, roteirista, escritor, ator e músico bastante polêmico e muito conhecido em todo o mundo sejam por suas obras, ou por suas atitudes em sua vida particular. A Amazon Studios até romperam vínculo com Allen, deixando o longa em stand by. Enfim, com alguns ajustes aqui outros acolá, o filme saiu com sua estreia antecipada – era previsto para janeiro de 2020. Fomos convidadas a assisti-lo e agora você vai saber o que achamos.

Logo nas primeiras cenas de “Um Dia de Chuva em Nova York” conhecemos o casal Gatsby Welles (Timothee Chalamet) e Ashleigh Enright (Elle Fanning), dois jovens que cursam Yardley College em Nova Iorque – uma faculdade fictícia. Gatsby descende de uma família rica, e ainda não está bem certo em quais decisões tomar para dar um rumo a sua vida. Só sabe que as expectativas de sua mãe a seu respeito sempre foram muito altas. Ele é brilhante, inteligente, muito esperto e parece viver uma vida fora de sua época – amei Gatsby desde o início; ele é todo Nova York!

Timothee é um ator versátil, novo, muito descolado e simpático. É uma excelente adição às obras desenhadas pelas mãos de Allen. Seu perfil casa completamente com as cenas, com as tomadas, e principalmente com sua voz como narrador absoluto. Elle é doce e engraçada. Fez jus à sua personagem de forma brilhante. Mostrava doçura, desembaraço, inocência e ao desenvolver da história, um pouquinho de cobiça. Para mim as escolhas para as personagens centrais foram acertadas!

Ashleigh é uma estudante de jornalismo, onde já escreve para o jornal que circula na faculdade. É uma moça extremamente carismática, e reluz a todo tempo. Vê-la em uma Nova York chuvosa me deu vontade de que ela retornasse à faculdade o mais depressa possível, com seus campos ensolarados. Porque assim ela parece estar em seu lugar devido. De uma família também rica (mas, sem aquela parte toda do glamour da família de Gatsby), nós a conhecemos no momento onde ela informa ao namorado ter conseguido uma entrevista exclusiva com um renomado diretor de cinema independente, Roland Pollard vivido de forma crível por Liev Schreiber.

A tal entrevista é em Manhattan, e Gatsby (a quem não falta dinheiro, pois, ele ganha aos milhares em partidas de pôquer) planeja uma viagem dos sonhos. Desde a vista do quarto de hotel a passeios românticos em carruagens pelo parque. Gatsby é apaixonado por Ashleigh e quer proporcionar uma experiência única na vida da garota que veio do Arizona. Porém, enquanto sua namorada está envolvida em sua entrevista com Pollard, Gatsby vai redescobrindo sua amada Nova York.

Fato é que Ashleigh se deslumbra e se deixa envolver demais pelas desventuras de Pollard, Ted Davidoff (Jude Law) e Francisco Vega (Diego Luna). Se vê em meio a uma festa recheada de famosos e pessoas importantes. Ela bebe de tudo e um pouco mais. Se encanta demais. E depois precisa buscar formas de se reencontrar. Passando assim para o momento aonde ela chega a um piano bar – isso é tãããooo Gatsby! Bom, o rapaz também teve diversas experiências nesse mesmo dia, onde até aprender a admirar mais sua mãe ele conseguiu. E chegou a hora do casal conseguir enfim se encontrar após um dia com todos os planos frustrados.

A analogia usada a meu ver foi: chegar a uma Nova York ensolarada com um namoro vívido, passando para um dia chuvoso com um final de semana romântico que deveria ser perfeito, mas desceu juntamente com a enxurrada. Ressaltando que Gatsby reencontra com Chan (Selena Gomez), que é irmã de uma antiga namorada sua – e descobre algumas coisas sobre si aos olhos da garota. O filme como um todo é muito leve, muito gostosinho de apreciar. Com as tomadas de cena perfeitas que só Allen consegue nos proporcionar. E o que fez seus filmes se tornarem possíveis ao meu gosto cinematográfico (que é bem pobre, pois não sou especialista), foi ele se deixar influenciar pelo cinema de arte europeu – que clima gostoso!

Sinto muito por quem deixa passar obras como essa apenas por achar Allen pretensioso, ou porque seu passado o condena, embora seja de fato um problema. A arte é viva. Ela é construtiva… Ela continua a acontecer! De forma poética, acompanhe o momento que a chuva cai pela primeira vez, e as cenas que acontecem durante o temporal. Foram minhas preferidas!!!


Em suma, se dê a chance de assistir um filme com personagens bem estruturados, com diálogos espirituosos, com uma linda Nova York que qualquer um gostaria de viver lá exatamente nesse dia – ressaltando aqui a fotografia do italiano Vittorio Storaro. Allen consegue, entretanto, continuar relevante no cinema, mesmo com toda polêmica que envolve seu nome, seu passado e seu presente. A verdade é que conseguimos nos identificar ora ou outra com suas personagens. Eles são muito reais e vivos. Aproveite Um Dia de Chuva em Nova York!

________________________________________________________________________________________________________________

Estreia: 21 de novembro de 2019
Duração: 1h 33min
Direção: Woody Allen
Elenco: Timothée Chalamet, Elle Fanning, Selena Gomez
Gênero: Comédia , Romance
Distribuidora: Imagem Filmes

 

 

 

Comente este post!

  • Karine Fernandes

    Eu já havia visto o trailer desse filme a algum tempo atrás e achei muito interessante. Não sabia que havia sido antecipado. Gostei bastante. Estou ansiosa para poder assistir.
    Gostei da sua crítica sobre. Parabéns.

    Beijos.

    responder
    • Carol Nery

      Bem bonitinho esse filme. Achei super agradável. Eu ando em uma maré meio pra baixo e ele conseguiu me dar uma animada! Assista também.
      Beijão

      responder
  • Larissa Dutra

    Olá, tudo bem? Não conhecia esse filme ainda, mas como uma amante de romances fiquei doida para ver. Adorei saber tua opinião, sem dúvidas irei assistir!!!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    responder
    • Carol Nery

      Oi Larissa. Assista sim! Se é um gênero que te agrada, você vai ficar encantada.
      O clima do filme é delicioso!!!!
      Beijão

      responder
  • Bianca Ribeiro

    Ainda não conhecia o filme, mas eu não sou a maior amante de filmes romanticos, mas de qualquer forma eu amei sua resenha, parece uma boa pedida pra assistir num domingo a noite! Adorei, vou tentar dar uma chance! <3

    responder
    • Carol Nery

      Eu também não sou fã de filmes/livros de romance romântico não. Mas, não sei porque, a atmosfera dos filmes mais recentes do Woody Allen ganham minha atenção e meu coração.
      Assista sim!!!
      Abraços

      responder
  • Marijleite

    Oi, amei conhecer o filme pelo seu post. Achei muito interessante a ideia de um casal cujos planos saem do esperado, fiquei curiosa para ver como será o reencontro deles depois.

    responder
    • Carol Nery

      É bem divertido, interessante e inusitado o reencontro desse casal. Se eu fosse você daria uma chance ao filme! hahahaha
      Abraços

      responder
  • Ana

    Eu como boa fã da Selena há uma década, lembro que na época que saíram as fotos da gravação sobrou toda a treta pra ela. Sério, acabaram com a Selena por fazer um filme com o Woody (enquanto o timothée saiu ileso, curioso né). E isso me deixou meio chateada com a ideia do filme, aí depois ficou num lança e não lança, mas quando eu vi o trailer não consegui não ficar animada. Parece um filme tão bom né? Hahaha eu quero assistir porque tem a Selena basicamente, mas a história parece ótima!

    responder
    • Carol Nery

      Eu gostei do papel da Selena. Essas polêmicas são phoda. Sempre estoura pra cima das mulheres, né? Vi que andaram pegando no pé da Scarlett Johansson também agora recentemente.
      Mas, eu gostei muito do clima do filme. De verdade! E acho que você gostaria se assistisse.
      Dá uma chance, vai. hehehhe
      Abraços

      responder
  • Alisson Gomes

    Oi Carol,
    eu soube de todo o B.O. envolvendo esse filme, mesmo sabendo das problemática de Allen eu em algum momento irei ver esse filme, pois, ele tem cara de ser bem gostosinho. Eu tive problemas com um ou outro filme do Woody que eu assisti e não fiquei bem satisfeito com o final, espero que eu não acabe tendo o mesmo problema com esse também. O elenco do filme está fantástico não é? Tem que ver mesmo!!

    responder
    • Carol Nery

      Alisson, fiquei curiosa aqui por saber qual final não te agradou. Eu confesso que não vejo tuuuudo do Allen não, mas os mais recentes até que me agradam bastante. Coloco Vicky Cristina Barcelona e Meia Noite em Paris como meus preferidos.
      Eu adorei o final desse! E se você der uma chance a esse filme, espero que te agrade também.
      Abraços

      responder
  • Rayanni

    Olá, tudo bem?
    Nossa eu ameeeei real, estava mesmo procurando algo para assistir hoje e irei assistir esse com certeza! Obrigada mesmo pela dica@
    UM BEIJO

    responder
    • Carol Nery

      Adoro quando um post bate assim, de frente, com o gosto de quem ver ler uma crítica ou resenha.
      Espero que goste, Rayanni. Beijão

      responder
  • Debyh

    Olá,
    Não entendo de cinema, então não entendo nada de alguns conceitos que você mencionou.
    A história parece ser fofa mesmo e o filme bem lindo também.

    responder
    • Carol Nery

      Ah, eu também pouco entendo de cinema. Sou um pouco é atrevida de me colocar a fazer “críticas” por aqui. Mas, falo sinceramente sobre o que gosto ou não. Acho que essa sinceridade é o que conta pra quem tá lendo os posts, não é mesmo? hahahaha
      Um abração, Debyh

      responder
  • Eduardo Moretti

    Adorei! A história parece ser bem linda e emocionante. Fiquei curioso pra ver. ❤

    responder
    • Carol Nery

      Eu achei interessante, bonita e divertida! Um prato cheio para passar uns bons momentos. Dê uma chance sim, Eduardo.
      Abraços

      responder
  • Jennifer Garcia

    Só de ver o trailer do filme, já quero muito assistir, ainda mais com sua resenha aumentou ainda mais rs.
    Parece ser um bom filme emocionante….
    https://blogdajenny2014.blogspot.com/

    responder
    • Carol Nery

      Jennifer, eu achei ele uma delicinha. Sério mesmo! Me divertiu e me deu uma sensação de que ainda existem momentos bons nessa vida louca. hahahha
      Espero que seja uma boa experiência para você também.
      Um abraço

      Carol, do Coisas de Mineira

      responder
  • Silviane Casemiro

    Oi, Carol.
    Por mais que o filme pareça ser fofo e tal, e preciso admitir que o Allen é talentoso no que faz, eu com certeza me recusaria a assistir qualquer coisa dele até se me pagassem para isso. Não acho o homem polêmico e sim outras coisas mesmo e por isso me recuso a dar dinheiro e/ou audiência para ele.

    responder
    • Carol Nery

      Hello, Silviane. Respeito sua forma de pensar e agir. Obrigada pela visita e comentário.
      Um abraço

      responder
  • Cidália

    Assim que tiver oportunidade assistirei esse filme, sua resenha me deixou curiosa. Pena que aqui na minha cidade não tem cinema!

    Bjs!

    responder
    • Carol Nery

      Poxa, Cidália!! Que pena… Eu confesso que um cineminha é um programa e tanto, né?
      Espero que você consiga ter contato em breve com esse filme. Beijão

      responder
  • Mirelle Almeida

    Oiiii
    Nossa, eu ainda não tinha visto esse filme, parece ser daqueles que aquece nosso coração ❤️ Realmente já ouvi comentários polêmicos sobre esse diretor, mas não deixarei de ver esse filme lindo por causa disso. Ótima indicação ❤️

    responder
    • Carol Nery

      Mirelle, você definiu bem. Foi um filme que aqueceu meu coração. Porque o clima é muito gostoso. Allen tem o dom de fazer uma narrativa dentro da narrativa. Ele coloca a gente lá, junto com as personagens, e a gente acredita estar vivendo aquilo também.
      Aproveite pra ver quando puder. Um beijo.

      responder
  • Tais Amaral

    Que fofissimoooooooooooo!!!

    Adorei e ja quero ver. Não sou de romances mas esse parece ter pitadas de humor.

    responder
    • Carol Nery

      Tais, se eu te contar que também não sou dos “romances” da vida. Nem cinema, nem literatura.
      Mas, tem doses de humor muito bem distribuídas nesse longa. Dá pra se divertir sim.
      Abraços

      responder
  • Raíssa Zaneze

    Olá! Tenho visto muitas pessoas falando desse filme. E, tenho muuuuuuuuuuuuuuuuuitas ressalvas quanto ao pessoal do Allen – e admito não separar mt bem as coisas -, mas quero ver esse filme. A premissa me parece uma delícia, tem atores que gosto muito. Enfim, vou pagar pra ver. Adorei a crítica. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    responder
    • Carol Nery

      Oi Raíssa. Eu compreendo completamente suas ressalvas com a pessoa do Allen. E concordo que muitas vezes é complicado separar as coisas. Tem gente que não conseguem de jeito nenhum.
      Eu adorei o filme, e também curti muito os atores. Acho que foi uma boa obra, e adorei recomendá-la.
      Beijocas

      responder
  • Ana Caroline Santos

    Olá, tudo bem? Nossa, fiquei super intrigada com o filme. Gosto de assistir algo no estilo, e com bons protagonistas, isso melhora mais ainda. Dica mega anotada e espero poder ver em breve. Aliás, que cartaz lindooo!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com/

    responder
  • Ana Caroline Santos

    Olá, tudo bem? Eu me apaixonei pelo enredo desde que soube da existência do filme. Sei que hoje em dia fica difícil desassociar o autor da obra (e eu mesma tenho essa dificuldade), então ainda estou relutando em realmente ver. Sua crítica me trouxe uma perspectiva sobre, e que bom, que a obra em si é maravilhosa. Ótima postagem.
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com/

    responder