CINEMA

UM CASAL IMPROVÁVEL | CRÍTICA DE ESTRÉIA

12 junho, 2019 por

Filme Um Casal Improvável.

“Um Casal Improvável” estréia dia 20 de junho  e, mais que uma comédia romântica é um filme sobre a imagem que passamos para as pessoas, sobre relacionamentos e, também como que o julgamento que fazemos do outro sempre pode ser mal interpretado.

Tendo um fundo político elaborado de forma que compreendemos as motivações dos personagens, “Um Casal Improvável” nos apresenta uma trama um pouco clichê em certos pontos.

Os dois protagonistas, embora tendo certa amizade quando jovens, acabam por seguir caminhos separados, após um evento marcante e também traumático para o personagem masculino (que ao ser mostrado em forma de flashback gera bastante risada e constrangimento.), até o momento em que se reencontram de uma forma bem interessante e deveras engraçado.

UM CASAL IMPROVÁVEL | CRÍTICA DE ESTRÉIA

Fred Flarsky (Seth Rogen, de “Ligeiramente Grávidos” e “Vizinhos 2”) é um jornalista investigativo que, não sabe se vestir ( o cara fica uma boa parte do filme com um casaco esportivo honroso!!), se demite após a empresa em que trabalha ser vendida para conglomerado. Então seu melhor amigo Lance (O’Shea Jackson Jr. de o “Covil de Ladrões”, “Godzilla II”) leva-o para se animar numa festa (o que já nos faz imaginar que vai acontecer alguma confusão).

Eis que no lugar mais improvável do mundo Fred reencontra sua antiga babá, que agora é uma importante figura política, Charlotte Field (a diva Charlize Teron que além de atuar em filmes como “Atômica” e “Branca de Neve e o Caçador”, também tem participação na produção de “Um casal imperfeito”) a secretária de estado do governo dos Estados Unidos.

Charlotte é uma personagem feminina forte (o que vem sendo uma constante em muitos filmes lançados esse ano) com postura e guarda roupa incríveis, o que além da atuação de Charlize Teron ajuda na definição e construção da personagem, nos envolvendo em todos os momentos em que está em cena, tanto quando precisa ser séria, quanto se solta e fica mais despojada.

UM CASAL IMPROVÁVEL | CRÍTICA DE ESTRÉIA

Pelo inicio de “Um casal improvável”, em diversos momentos vemos uma alternância de poder entre os protagonistas. Apesar de Charlotte ter uma presença mais impactante, é Fred quem passa por uma grande evolução pessoal com o decorrer do filme.

A dinâmica criada fica bem interessante, através do lado formal e sério da Secretária no relacionamento com o estilo despojado e totalmente informal de Fred, após ele ser contratado para ajudá-la em seus discursos, e, meio a essa grande diferença entre eles surge um relacionamento improvável.

Liza Kudrow, nossa eterna Phoebe de “Friends”, aparece brevemente no inicio da trama numa única cena, mas chama a atenção. Suas falas e o breve entrosamento com Charlize Teron em cena provoca muitas risadas, pois aparecem easter-eggs de filmes do gênero.

O filme consegue passar uma boa mensagem, e vale muito a pena assistir, tanto com os amigos quanto com a sua pessoa especial.

Além dos percalços deste relacionamento improvável, e também através da relação de Fred e Lance percebemos que, para manter nossas amizades, precisamos às vezes evitar discussões sobre assuntos polêmicos para não machucarmos o outro.

_________________________________________________________________________________________________________________

Data de lançamento: 20 de junho de 2019 (Brasil)
Duração: 2h:05min
Direção: Jonathan Levine
Bilheteria: 40,6 milhões USD
Música composta por: Miles Hankins, Marco Beltrami
Roteiro: Dan Sterling, Liz Hannah
Gênero Comédia
Distribuidor: PARIS FILMES

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário