FILMES

SINTONIZADA EM VOCÊ (Tune in for Love) | CRÍTICA

09 julho, 2020 por

Sintonizada em você

Hoje eu queria dar uma pequena fugida dos doramas e, pra isso, escolhi um filminho super fofo e gostoso de assistir. O nome dele é Sintonizada em Você e é um filme sul coreano com 122 minutos de duração. Ou seja… Tentei variar mas acabamos mais ou menos no mesmo lugar. Mas tuuuudo bem, porque a gente gosta bem de conteúdo coreano, né? hahahaha

Então vamos lá, deixa eu contar pra vocês sobre esse filme. Sintonizada em Você (ou Tune In For Love) é protagonizado por Jung Hae-In e Kim Go-Eun e dirigido por Jung Ji-Woo. O filme é ambientado inicialmente em 1994 e avança vários anos com o passar do tempo. Ele foi lançado em agosto do ano passado na Coréia do Sul e chegou ao serviço de streaming da Netflix em novembro.

E eu só fui ver um tempinho atrás. Engraçado que, por mais que eu assista doramas direto, a Netflix nunca me indicou o filme, só fui conhecer por indicação da Leh, mesmo. E, gente, que filme fofo! Ele começa mostrando a personagem principal, Mi-Soo (Kim Go-Eun), conhecendo Hyun-Woo (Jung Hae-In) quando ele entra na padaria em que ela trabalha. E, segundos antes, o locutor de rádio do programa que Mi-Soo ouvia é substituído.

Sintonizada em você

A padaria era dos pais da garota e é administrada por sua irmã de coração e amiga de sua mãe, Eun-Ja (Kim Gook-Hee), e Mi-Soo trabalha lá por meio período. Ela e Hyun-Woo acabam ficando muito próximos, apesar de ele ser um ex-detento e agir sempre com muito mistério. Juntos, eles começam a alavancar as vendas da pequena padaria. E juntos, também, compartilham o gosto pelo programa de rádio que ela ouvia quando ele entrou.

A linha temporal, então, salta para alguns anos depois. Mi-Soo está na faculdade, Hyun-Woo sumiu, mas eles acabam se encontrando pela cidade. Ele está prestes a mudar de cidade e ela cria um e-mail para ele, de forma que possam manter contato… Mas acaba esquecendo de anotar a senha para ele. Depois, através do mesmo programa de rádio, tenta dar dicas de qual é a senha para que ele possa se lembrar.

E ele acaba se lembrando, sim! É divertido acompanhar a comunicação entre eles e os dois juntos são muito bonitinhos. Aquele tipo de casal que simplesmente flui e com muita naturalidade, sabe? Inclusive, ao contrário dos doramas, Sintonizada em Você tem um ar mais adulto e as coisas acontecem de forma mais dinâmica, sem toda aquela enrolação pra rolar um único beijo. A fotografia, em compensação, segue um padrão já comum às mídias coreanas: cenas lentas e bastante paisagem.

Tune in for Love

O filme demora um pouco a entrar no ritmo e traz aquela sensação de “sobre o que raios é esse filme/série?” que já é bem típica. Pelo menos pra mim, que sou um tanto quanto impaciente com as coisas. hehe Mas logo você começa a entender que o filme é sobre uma história de amor. Entre as idas e vindas deles, parece que o sentimento só cresce entre os dois e, a cada vez que se reencontram, dão um passo além.

A nostalgia que Sintonizada em Você traz, também, por ser retratado na década de 90, é muito gostosa, mesmo sendo em um ambiente de cultura tão diferente da nossa. Mas essa nostalgia fica, principalmente, por conta do rádio, que cumpre um grande papel no relacionamento dos dois. Mesmo quando tudo parecia que ia dar certo, tudo dá errado e você começa a pensar que, bom, afinal não era para eles ficarem juntos… Certo? Essa pergunta eu vou deixar no ar aqui pra vocês descobrirem quando forem ver o filme!

Mas o fato é que a história que o filme conta, além de nostálgica, é adorável. É realmente uma pequena lição sobre destino, amor e perdão. Fala também sobre a persistência, mostrando que apesar de sempre se sentir em dúvida sobre suas escolhas, Mi-Soo não desiste de seus sonhos. Hyun-Woo, por sua vez, é dono de um passado sombrio e busca se distanciar disso e encontrar uma vida normal.

Quem de nós pode dizer que não se identifica com esse tipo de situação? Quem de nós não está em busca de seus sonhos, apesar das dúvidas e do medo? E quem de nós não está tentando encontrar seu próprio lugar ao sol, no mundo?

Posso dizer, com certeza, que apesar de se tratar de um filme também coreano, é uma ótima opção para dar uma variada nos doramas e até mesmo nos filmes ocidentais. Os 122 minutos passaram rapidinho e o elenco é adorável.  Sintonizada em Você deixa um quentinho no coração e a sensação de que, no fim, tudo se acerta. Nos tempos que estamos, esse misto de sensações que Sintonizada em Você traz, é mais do que bem-vindo!
__________________________________________________________________________________________________________

Tune in for Love Ficha Técnica:
Título: Sintonizada em Você
Duração: 122 minutos
Ano: 2019
Gênero: Drama, Romance
Onde assistir: Netflix
País: Coréia do Sul
Nota: 5/5

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

17 Comentários

  • Graziela Costa
    julho 27, 2020

    Que enredo fofinho Vic e como assim você consumidora do mundo asiático não teve essa indicação anteriormente da Netflix?
    Vou colocar na lista para um programa levinho, estamos precisando muito disso nesse período!
    Adorei a crítica!

  • Joyce
    julho 27, 2020

    Vou anotar sua dica para assistir depois. Só acho que a Netflix deveria traduzir esses filmes para facilitar nossas vidas. Tem tantos filmes espanhóis bons, mas sem a dublagem infelizmente.

  • Victoria, juro que achei que era dorama hahahah
    Nao sei quase nada desse mundo entao sempre acho que é a mesma coisa hahahah

    Acho que ficaria como voce, assistindo, ” que raio é a historia desse filme!” hahahah sou muito ansiosa

    O que mais gostei de ver no seu texto, é que o filme passa um pouquinho da cultura, e essa é a parte que mais gosto

  • Camille
    julho 27, 2020

    Olá, Victoria!

    Doramas e cinema coreano em geral não são muito minha praia, até agora não me empolguei muito com nenhum (o que chegou mais perto disso foi Oh My Venus!). Não sou muito fã do estilo de atuação deles. No entanto, gostei dessa questão do romance em Sintonizada em você ter uma pegada mais adulta, às vezes combina mais comigo. Vou conferir!

  • Raphael Martins
    julho 27, 2020

    Oi, tudo bem? O que eu acho mais interessante desse tipo de filme é ver as diferenças entre a cultura brasileira e coreana. Me lembra um canal do youtube chamado coreaníssima que é de uma moça coreana comentando essas diferenças, já viu? Beijos

  • Carol Nery
    julho 27, 2020

    Adorei saber que a ambientação é nos anos 90. Melhor década!!! hahahaa E você falando que queria fugir dos Doramas e tal e eu pensando: mas é filme coreano!!! hahahaa Ou seja, a maçã não caiu longe do pé.
    Parece ser uma história muito gostosinha e agradável mesmo, boa pra essa época de quarentena onde tudo já está um saco. Adoro a dica, Vic.
    Beijocas

  • Lucas buchinger
    julho 27, 2020

    Não sou tão fã de filmes sul coreanos mais esse em específico me chamou bastante a atenção! Se hoje eu não terminar meus afazeres muito tarde eu já vou pegar ele para assistir <3 e eu amei saber da importância do rádio nessa história. Parabéns pelo post e obrigado pela indicação *-*

  • Erika Monteiro
    julho 27, 2020

    Oi Vic, tudo bem? Quem não gosta de dicas de filmes não é mesmo? Ainda mais quando o enredo é assim tão fofinho. No início desse ano comecei a dar chance para produções não americanas justamente para “fugir” daquele formato que já conhecemos. Foi uma surpresa muito grande perceber que há tanto trabalho incrível em outros países. Gostei muito do enredo desse filme e já vou colocar na minha lista. Um abraço, Érika =^.^=

  • Maisa Gonçalves
    Maisa Gonçalves
    julho 26, 2020

    Vitória, apesar de tantas indicações suas e da Leh, ainda não parei para assistir doramas… Adorei sua indicação, tem momentos que tudo o que a gente quer é um quentinho no coração mesmo! Adorei, vou tentar buscar pelo título no catálogo da Netflix. Abraços!

  • Valeria
    julho 26, 2020

    Oi, Vic. Que bacana o rádio usado dessa forma para sustentar o relacionamento entre os personagens..realmente passa um ar bem nostálgico. Que eu gosto de ver em qualquer que seja a película. Anotei a sugestão. Apesar de não ser tao fã de romances posso abrir uma exceção pra esse aqui.
    Bj

  • Eu amo esses filminhos fofos e clichês, não conhecia esse não fui rendida aos Coreanos ainda embora tenha um monte de Doramas salvos aqui que me indicaram para assistir. Aliás vi Parasita excelente, eu amei sua dica com certeza irei assistir amo romance adolescente com saltos no tempo. Valeu pela dica

  • Débora Vicente
    julho 26, 2020

    Oii! Tudo bem?
    Doramas são algo que expressam sentimentos de forma absurdas, chega a ser sentido por nos espectadores. As histórias são boas, os atores tudo. Eu gosto bastante porém nunca assisti essa. Obrigada pela indicação!

  • Vitor Damasceno
    julho 26, 2020

    O cinema coreano a muito tempo merece nossa atenção! Embora tenhamos muitas críticas com a premiação do Oscar, esse ano de maneira muito justa tivemos mais justiça com o cinema coreano através de Parasita. Valeu pela indicação Victoria !

  • Letícia Guedes
    julho 26, 2020

    Aaaa, eu ouvi falar desse filme um tempo atrás, mas marquei pra assistir depois e acabei não vendo. Poxa, tô chateada que adiei pois parece tão fofo! Adoro esse tipo de história de amor que se desenvolve e cresce com o tempo. Vou procurar. Obrigada pela indicação. Abs!

  • Yasmine Evaristo
    julho 25, 2020

    Conheço alguns filmes coreanos, mas a grande maioria que vi foram os de terror e policiais. Preciso dar uma chance aos romances e também aos doramas como um todo, tanto séries quanto filmes fofos. Boa essa dica.

  • Eduardo
    julho 23, 2020

    Olá Victoria,

    Nossa, tava pensando aqui e já faz um tempão que não vejo nenhuma série asiática, que não fosse anime. A ultima que assisti foi Kingdom (MARAVILHOSA), no inicio do ano, logo que ficamos de quarentena na verdade. Kingdom acabou chamando minha atenção por conta dos bons comentários que vi anteriormente. Tune in for love, eu já vi o trailer no netflix, mas nunca parei pra ver. Acho que minha mãe já deve ter assistido!
    Sua resenha está excelente, acredito que deve ser uma séria muito completa.

    att, @somaisumaleatorio

  • Alex
    julho 16, 2020

    Como sempre, que indicação e que crítica maravilhosa!