LIVROS

SERPENTÁRIO – FELIPE CASTILHO | RESENHA

20 janeiro, 2020 por

SERPENTÁRIO -FELIPE CASTILHO

Serpentário foi o meu primeiro contato com o autor Felipe Castilho. Esse livro foi bastante recomendado por um amigo (alô Avellar – pode mandar mais indicação boa como essa!!!). Ah, ele também foi indicado no #ClubedolivroBH em 2019. Sua capa (bem como o tema), já me ganhou antes de eu conseguir tê-lo em mãos… Enfim, hoje quero falar sobre como foi bom conhecer essa história. Também quero falar o quanto Serpentário é um ótimo livro. Só elogios…

“Sentir piedade em vez de medo era uma grande etapa naquele eterno ciclo de nascer e morrer.”

Primeiramente, Castilho tem um estilo de escrita muito maduro. Ele faz parte dessa gama de “novos” autores nacionais que estão brilhando no meio literário. É muito confortável ler uma história que se passa em seu país, com personagens que possuem nomes como o seu, e frequentam ou visitam lugares que você ou já foi, ou já ouviu falar. Isso também foi muito bem aproveitado pelo autor. Senti-me “em casa”, mesmo não vivendo nos lugares citados em Serpentário.

Os protagonistas da história são Caroline, Mariana, Hélio e Paulo. Os fatos são narrados por Carol, que às margens de um réveillon, está se encaminhando para o litoral de SP. Ela e seus amigos, quase todos “bem de vida”, sempre passavam essa data por lá quando adolescentes. Suas famílias possuem casas na região. Exceto Paulo, que era menino humilde, de pele escura, caiçara, nascido e criado ali mesmo no litoral. Sua mãe era empregada de um casal rico, e tanto Paulo quanto sua mãe viviam nessa mansão.

“Quando amanheceu, estava indisposta e a vontade de viver a abandonara, o que significava que era um dia normal, como qualquer outro.”

Serpentário vai nos conduzir entre o passado (1999) e presente (2018). Quando ainda adolescentes algo aconteceu na viagem costumeira de “virada de ano” desses amigos. E podemos perceber claramente que esse acontecimento foi pontual em suas personalidades. Cada um deles ficou marcado e foi modificado pelo evento, que vem ser o plot do livro. A ideia inicial de Carol é que essa viagem, 19 anos após o fatídico acontecimento, seja reparadora, restauradora e acima de tudo, libertadora.

A todo o momento a gente consegue perceber as sutis referências a serpentes. Carol ficou muito traumatizada desde 1999. Ela não consegue lidar com seu medo de cobras. E às vezes fantasia a respeito disso. Foi necessário até intervenção medica para lidar com suas questões psicológicas. E os amigos que dantes eram tão unidos, acabaram por não conviverem mais tão próximos nesses 19 anos.

SERPENTÁRIO -FELIPE CASTILHO

“Na minha opinião, a maneira mais covarde de ataque é fazer com que alguém acredite ser mais fraco do que é. Fazer com que uma história seja esquecida é igualmente cruel. Covardia pura. Porém, preciso admitir, é eficaz.”

Vi muita gente comentado que essa narrativa entre presente e passado os fizeram perceber um link com It, do Stephen King. Pra mim não… Eu não senti essa referência, mesmo que os adolescentes do passado precisassem enfrentar algo no futuro. E olha que de Stephen King eu entendo. Porém, inegáveis são as influências vindas desse grande autor, assim como de H. P. Lovecraft e até mesmo Robert W. Chambers. E isso e algo maravilhoso. Gosto muito de narrativas que intercalam presente e passado. Às vezes até aquelas que intercalam o futuro. Não me incomodam e não me fazem pensar necessariamente em It, A Coisa.

Mas, obviamente percebemos que um trauma do tempo passado marcou e continua pungente na vida desses amigos. Castilho não entrega nada de graça. Os fragmentos de memórias passadas que vamos captando, não nos conduzem de forma plena ao real motivo dos traumas e medos. Serpentário tem um clima que gosto muito. Toda essa história misteriosa é envolta em muito suspense e mistério. Terror propriamente dito, não senti. Mas um clima sensacional que fez com que eu não desgrudasse do livro.

De forma geral, cobras e serpentes são repulsivas. Raro àqueles que não abominam esses seres, ou pelo menos prefiram manter distância. E Castilho usa e abusa de situações envolvendo esses répteis pecilotérmicos. Caroline precisará enfrentar sua maior fobia, perante nossos olhos, vezes incontáveis. A Ilha das Cobras (principal mote do livro) realmente existe no litoral de SP. Também é conhecida como Ilha da Queimada Grande.

Pesquisando, descobri que “em 1500 metros de comprimento e 500 metros de largura, a ilha conta com cerca de 45 cobras por hectare.” Desesperador, não é?! Jamais colocaria o pé em um lugar assim. Ah, mas não se preocupe. A visitação a essa ilha não é permitida! Para se entrar ali, se faz necessário ter uma autorização vinda da Marinha do Brasil. E como eu não vou atrás desse documento, estou em paz.

“É um mundo de predadores, Carol. Temos que fazer de tudo para ficar no topo da cadeia alimentar.”

Algo que não posso deixar de comentar, é que Castilho faz muitas citações e referências aos anos 90/2000. É muito legal ler sobre assuntos que você também viveu, também presenciou… É muito fácil você se pegar cantando as músicas da época. Ainda mais porque essa é uma arte atemporal. Enfim, fiquei encantada com a quantidade de similaridade com minha geração. Foi uma boa sacada do autor. Nos deixa bem mais à vontade com suas 368 páginas.

Quando você estiver com seu livro em mãos, entretanto, perceberá que Mariana, Hélio e Paulo fazem parte da história constantemente. Você também perceberá posteriormente e entenderá (assim espero), o motivo de eu não falar muito sobre eles. A construção de cada personagem é muito importante para a chegada do clímax dessa história. Claramente estou contornando os fatos principais para que você possa aproveitar o máximo do que Castilho criou. Eu AMEI Serpentário. Foi uma das minhas últimas leituras de 2019, e ajudou a salvar meu ano…

“Nomes são superestimados e desaparecem da mente dos nossos amigos mais rápido que as boas ações que fazemos para obter a aprovação deles.”

Acredito que o desfecho da obra cabe considerações e interpretações. Talvez, sua compreensão final não seja a mesma que a minha. Pode ser que você não goste tanto quanto eu gostei. E ainda, as citações e referências podem não ter sido tão especiais a você quanto foi a mim. Com isso, fato é que Felipe Castilho inegavelmente conseguiu me convencer com Serpentário, e ganhou uma leitura de suas futuras (e anteriores) obras publicadas.

Concluindo, exalto aqui, enfim, a edição maravilhosa que a editora Intrínseca produziu. E eu nem sou fã da cor verde, que ficou maravilhosamente bem no corte das folhas. A capa é uma confusão de alguma coisa que remete a répteis. Mas, que ao mesmo tempo, só me deu vontade de ter logo esse livro em meu poder. Trabalho impecável! E Serpentário possui uma história dentro da história. Que a editora e autor tiveram o cuidado de ela ressaltar em uma impressão diferente (mas tudo em papel pólen), com fonte diferenciada. E, afinal, recheada de muito suspense. Só veio a acrescentar!

“Para a Carol, que me apresentou aos livros (…).”

________________________________________________________________________________________________________________

Título: Serpentário
Autor: Felipe Castilho
Páginas: 368
Ano: 2019
Gêneros: Fantasia, Ficção Científica, Literatura Brasileira, Terror
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5
Adicione à sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

66 Comentários

  • Elze
    junho 25, 2020

    Gostei Da resenha. Curiosa pra ler

  • Mari
    fevereiro 12, 2020

    Olá!

    Não conhecia a obra, mas fiquei super interessada! Amei seus pontos levantados e me fez ficar desejando, deu super para perceber o quão boa foi essa leitura para você. Vou salvar aqui nos favoritos para poder comprar o livro em breve

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Mari, realmente foi uma leitura muito legal, e num momento onde eu estava precisando me envolver com alguma coisa muito boa!!!!
      Assim, fico torcendo pra você se envolver também. E ter uma boa experiência.

  • Lucy
    fevereiro 10, 2020

    Oi, Carol!
    Uma amiga minha leu e resenhou lá no blog, foi uma das melhores leituras dela! Confesso que fiquei mega curiosa e quero ler também! rsrs
    Bjos
    Lucy – Por essas páginas

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Tá vendo, Lucy… já é mais de uma referência positiva! Agora só falta você comprovar se estamos exagerando ou não. hehehehehee
      Beijocas

  • Nilda
    fevereiro 08, 2020

    Cara, que resenha! Parabéns. Eu tenho esse livro aqui, mas ainda não li. Pela sua resenha, acho vou gostar muito. Também adoro histórias que trabalham com linha temporais deferes. Parece que a narrativa fica mais envolvente.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Nilda, seu problema já tá metade resolvido. Você tem o livro, cara! hehehehe Se joga! Fico torcendo daqui pra obra ser tão legal pra você assim como foi pra mim!

  • Tahis
    fevereiro 06, 2020

    Olá!
    não conhecia esse romance e nem o autor, fiquei curiosa em conhecer a escrita do Castilho, adoro livros om essas referencias que nascemos fazendo parte, adoro encontrar isso nos livros e já quero conferir!
    dica anotada!

    beijos!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Eu acho que tu vai curtir Tahis. É muito sentimento de brasilidade que dá lendo essa obra. hehehehe
      Já virei fã do autor.
      Beijocas

  • Renata Cezimbra (Lady Trotsky)
    fevereiro 06, 2020

    Oi Carol, tudo bem?
    Pensa num livro que eu tô DOIDA pra ler! Primeiro que o Felipe Castilho é gente finíssima e maravilhosa que tive a honra de conhecê-lo pessoalmente na Odisseia de Literatura Fantástica há uns anos e desde então nos vemos uma vez por ano, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Ainda, ele escreve MUITO bem e tenho certeza de que “Serpentário” é uma obra-prima!
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky…
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Ai, que sensacional! Você conhece o cara!!! Ele comentou no Ig na postagem de Serpentário e eu já fiquei me achando! hahahahaha Espero que um dia eu consiga ir a um evento onde ele esteja, e eu pego autógrafo na minha linda edição.
      Beijocas

  • Beatriz Andrade
    fevereiro 06, 2020

    Que resenha mais completa! Eu estou louca por esse livro desde que ele foi publicado e com certeza será uma leitura que vai me agradar bastante

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 06, 2020

      Beatriz, que bom que você curtiu minha resenha. Eu fiquei muito encantada com essa leitura e queria contagiar todo mundo!!!
      Espero que goste tanto quanto eu. Abraços

  • PS Amo Leitura
    fevereiro 05, 2020

    Não conhecia esse livro, mas a premissa me chamou atenção. É perceptível porque a comparação com It, mas acredito que os elementos e até mesmo outros cenários apresentados pelo autor pode conduzir tudo de uma forma diferente. Vou adicionar a dica na minha listinha.

    Beijos.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 06, 2020

      Oba!!! Que bom que vai deixar anotado! É uma dica de um bom nacional… E é sempre bom ter uma indicação de um bom nacional na manga, né mesmo??
      Beijocas

  • Ana Caroline Santos
    fevereiro 02, 2020

    Olá, tudo bem? Nossa, tenho visto muitos elogios à obra do Felipe Castilho, e posso ver que são bem colocadas. Admito que o estilo de Serpentário é fora da minha zona de conforto, mas o fato de temos uma escrita de presente e passado já me animada, aliado a um teor “maduro”. Realmente a edição está linda né? Já vi pela livraria e a editora arrasou. Adorei a resenha e vou pensar sobre <3
    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Ana, espero que caso opte por ler a obra, que a história fale com você assim como falou comigo. Eu gostei demais!! Não conseguia largar o livro.
      Beijocas

  • Olá Carol!!!
    Eu admito que estava vendo até acerca da ilha, pois assim eu também não pisaria mais fiquei curiosa quando soube que existe uma ilha no Brasil habitada por cobras.
    Eu fiquei muuuuuuuito curiosa sobre a história desse livro, pois você disse que tem um plot e que o final é a visão do leitor então me perguntei como seria.
    Eu simplesmente adorei a ideia do livro, a capa realmente parece que tem répteis e eu vou adicionar na minha lista de leituras.

    lereliterario.blogspot.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Antonia, é tão legal quando a gente faz uma resenha e consegue tocar quem tá lendo ela. Que bom que você conseguiu sentir vontade de conhecer o livro! Espero que a história seja tão boa pra ti, quanto foi pra mim.
      Grande abraço

  • Deisy Rodrigues Sousa
    janeiro 30, 2020

    Eu não conhecia o autor e nem a obra, mas é tão maravilhoso quando a gente ler uma resenha que traz vontade já de começar a ler o livro, amei que você traçou os pontos principais do livro e envolveu de uma forma bem eficaz, adoro suspense e mistério e já entrou pra minha lista. Ah e não sabia dessa ilha com cobras no litoral de SP, mas pretendo passar bem longe tb.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Isso mesmo, Deisy, passemos LONGE dessa tal ilha. hehehehe
      E que bom que minha resenha despertou em ti vontade de ler a obra. Espero que eu não tenha exagerado em nada, e que o livro seja mágico e surpreendente pra você também.

  • Maria Luíza Lelis
    janeiro 30, 2020

    Oi, tudo bem?
    Eu tenho visto muitas pessoas comentando sobre esse livro e elogiando, mas confesso que não faz meu estilo. Mesmo você tendo falado que não chegou a considerar como terror, o fato do autor usar muitas situações envolvendo serpentes faz com que eu tenha certeza que não lerei esse livro. Mas que bom que gostou tanto da leitura e que salvou seu ano de 2019. Adorei sua resenha e acredito que quem curte o gênero gostará da leitura.
    Beijos!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Eu dei risada, Maria Luíza. Me perdoa! hahahaha Realmente o livro é praticamente recheado de serpentes. hehehehe
      Acredito que se tem sensibilidade com o tema, não passe muito perto mesmo. Mas, a obra é sensacional!!

  • nelmaliana oliveira
    janeiro 30, 2020

    Oie, tudo bem? Eu sou completamente apaixonada pelo Felipe Castilho… tenho todos os outros livros dele e amo de paixão, esse eu ainda n consegui comprar. Mas se eu já queria, depois de ler sua resenha estou desesperada… mas vou esperar algum evento, pois ai já pego o autógrafo junto…

    Nelmaliana Oliveria (Profissão: Leitora)

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Ai, que delícia! Já quero os outros livros, e princialmente, já quero autógrafo! Eu não conhecia o autor, e já virei fã!!!

  • Clayci Oliveira
    janeiro 29, 2020

    E não é que me arrependi de não ter comprado esse livro na feira que teve por aqui?Estava com um desconto maravilhoso, mas até então não tinha parado para ler nenhuma resenha sobre ele. A sua me conquistou, gosto quando podemos interpretar e o final nos dá essa possibilidade. <3 sem falar que achei linda essa folha de corte

    • Carol Nery
      Carol Nery
      fevereiro 13, 2020

      Poxa. Ele me foi recomendado. Depois apaixonei pela capa! Fiquei DOIDA até receber ele pra resenhar.
      Espero que tenha a oportunidade de lê-lo, e que seja uma boa leitura pra você como foi pra mim!!!

  • Lorena Caribé
    janeiro 28, 2020

    Olá! Que interessante esse livro. Achei muito boa sua resenha e as fotos que usou para compor o post. Fiquei bem curiosa e vou anotar a indicação. Muita sorte ao autor. E ótima leituras em 2020 pra você, bjooo

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Beijão, Lorena. Obrigada de verdade pelos votos. Boas leituras assim, são sempre bem-vindas. Tomara que goste do livro do Felipe. Abraços

  • Celso
    janeiro 26, 2020

    Já tinha ouvido falar do autor, mas não sabia que era tão bom !!
    Vou procurar conhecer melhor os livros dele !!

    https://www.hophour.net

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Isso, Celso! Achei Felipe Castilho muito muito muito bom. Ele é muito livre para compor sua história, o que nos faz sentir muito à vontade. Se jogue e descubra o que o autor é capaz.

  • Jéssica
    janeiro 26, 2020

    Esse livro é lindo e tem um amigo meu que comprou tem umas duas semanas e até me chamou pra ler com ele, mas ele está tão fora da minha zona de conforto que não consigo me ver lendo. Esses desfechos que ficam abertos à interpretação podem me deixar muito feliz ou muito frustrada, já aconteceu ambas as coisas, mas fico feliz que você tenha gostado

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Jéssica, o final desse não é desse tipo abeeeerto não. Mas, eu acredito que a interpretação do fim pode ser sim diferente dependendo do prisma que se observa. hehehehe Abraços

  • Lilian de Souza Farias
    janeiro 25, 2020

    hehehehe não acho que cobras e serpentes sejam repulsivas e cabe uma boa visão mitológica, eu amei a capa desse livro, sério, fora o título atrativo, lendo a resenha, fiquei com mais vontade de embarcar nesse universo, como também não conheço o autor, está o prato feito.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Que maravilha, Lilian. Confesso que você é uma das poucas pessoas que vejo não reclamarem do réptil. Geralmente as pessoas têm medo ou nojo. hahahha Mas, já estou CERTA de que você irá aproveitar muito bem essa leitura. Acho que vai gostar. Abraços

  • Beatriz Ribeiro
    janeiro 24, 2020

    Gosto de livros que tem ligações entre o passado e o presente. Nossa é muita cobra, desesperador mesmo

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      É verdade, Beatriz… hahhahaaha São muitas cobras! Mas, leia. O autor é muito bom.

  • Kênia Cândido
    janeiro 23, 2020

    Oi Carol.

    Eu ainda não tive a chance de ler uma opinião sobre este livro e fiquei bem curiosa para lê -lo. Gosto muito de histórias com momentos entre o passado e presente, acho que o enredo fica completo dessa maneira. Vou adicionar na lista de desejados, pois assim será possível conhecer a escrita do autor.

    Bjos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Que delícia. Fico muito feliz com sua mensagem. Espero que a história te anime e te faça viajar junto com os personagens do Felipe. Beijão

  • marijleite
    janeiro 23, 2020

    Oi, que pavor saber que essa ilha das cobras existe de verdade. Eu tenho muita vontade de ler algo do autor, achei interessante termos essas referências aos anos noventa e dois mil, e curto histórias que trazem presente e passado.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Apesar do nervoso em saber que existe sim a tal ilha (hahahahhaa), eu acredito que o livro tem tudo para fazer o leitor ficar interessado e “preso” à história. Se joga, Maria!

  • Camila - Leitora Compulsiva
    janeiro 23, 2020

    Oi, Carol.
    Eu já tinha ouvido elogios sobre esse livro, mas não sabia nada sobre a história!!
    Gostei muito da sua resenha e fiquei bem curiosa para conhecer essa trama! Eu sou o tipo de pessoa que não tem problema com cobras e acho que, nesse ponto, até ia me animar bastante!!!!
    Beijos
    Camis – blog Leitora Compulsiva

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Olha só que legal, Camis. Fiquei feliz de saber isso… Acho que as chances de aproveitar a leitura aumentaram muito mais!!!! Se joga.

  • Rayanni kellsin
    janeiro 23, 2020

    Olá, tudo bem? Amei as suas considerações, um amigo leu a obra e me indicou muito! Acho que eu irei gostar muito de fazer essa leitura, fiquei bem curiosa.
    Um beijo.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 28, 2020

      Já são duas recomendações então. Vai fundo!!! Tomara que goste tanto quanto eu.

  • […] SERPENTÁRIO – FELIPE CASTILHO | RESENHA […]

  • Robson de Morais
    janeiro 22, 2020

    Ola tudo bem com vocês.
    Qie blog maravilhoso e de facil navegabilidade.
    E quanto a resenha eu achei otima no entanto precisaria de ler o livro todo na integra.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 22, 2020

      Oi Robson. Prazerzão em receber sua visita, e obrigada pelo comentário tão agradável.
      Quando tiver oportunidade, leia essa obra. Vamos fortalecendo nossos nacionais!!!
      Abração

  • JUSSARA FERREIRA DE PAULA
    janeiro 22, 2020

    Adorei a resenha!
    Gosto de resenhas que instigam sem entregar a historia e a sua esta bem assim.
    Outro ponto que ajuda muito é o fato que a edição esta linda, as editoras tem percebido que somos colecionadores além de leitores Rsrsrs
    Vai para a lista (ao infinito e além)
    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 22, 2020

      Ju, é nossa cara, né? Lista para no mínimo umas 3 vidas!!!!
      E eu morro de tanto tomar cuidado para não entregar o ouro. Eu quero muito que quem vá ler o livro após mim, tenha o direito de ter todas as surpresas. Leia!! Tenho certeza que é uma história que mexe com alguma coisa dentro da gente. hehehehe
      Beijão (e saudades)

  • Maria Rafaela
    janeiro 21, 2020

    Eu ainda não tinha visto esse livro e também nunca li nada desse autor, mas pela sua resenha parece mesmo ser uma história incrível… fiquei super curiosa para saber o desfecho.
    ps: o design dele tá incrível mesmo.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 22, 2020

      Maria, esse livro dá vontade de ter em mãos assim que a gente vê o danado. Aí quando lemos… vemos que sim. Ele é tudo isso mesmo. hahahaha Tomara que se anime a ler. Abraços

  • Auridiane
    janeiro 21, 2020

    Devo admitir que dar um pouco de trabalho entender obras narradas de forma não linear. Mas no fim sempre dar certo. Mas o mais legal de ter uma obra brasileira que fala de lugares que conhecemos e épocas que vivemos é que nos reconhecemos nela. Parabéns e obrigada pela indicaçåo!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 22, 2020

      De nada, Auridiane! É um prazer quando recebemos feedback assim… que a pessoa se interessou pela leitura. Espero que te agrade tanto quanto me agradou!!!
      Grande abraço

  • Camila
    janeiro 21, 2020

    Olá tudo bem?

    Ainda não conhecia esse livro, mas tenho que concordar com você sobre a arte impecável que a Intrínseca apresentou. Sobre a premissa eu fiquei bastante intrigada e curiosa para descobrir o que teria acontecido de tão terrível para separar amigos tão inseparáveis como eles pareciam ser. Gostei também do autor usar não somente o nosso incrível país, mas também elementos de nossa cultura. Realmente deve dar um gostinho de lar. Por fim, adorei sua resenha e não posso esperar para ler essa história.

    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 22, 2020

      Ah, Camila! Fico feliz demais da conta de ler suas impressões sobre o livro, e por ter te animado a ler a história.
      Tomara que você se sinta em casa, assim como eu me senti. E tomara que o que Felipe trouxe como os mistérios que rodeia os amigos te impressione e te fisgue.
      Boa leitura. Beijão…

  • Helana Ohara
    janeiro 20, 2020

    Fiquei muito interessada no livro. Adoro passagens de tempo e acompanhar a trama com os personagens e aqui a gente tem uma passagem longa.
    Um ponto curioso: você disse que o final cabe a interpretação de quem lê. Genial isso. Uma leitura que abre sua mente sempre é perfeita

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 21, 2020

      Helana, fiquei feliz com seu comentário. Acredito que o livro será uma boa leitura para você também.
      Acho que esse final é desse tipo, que abre nossa mente. Se você ler, me conta aí o que achou.
      Abraços

  • Ingrid Barbosa
    janeiro 20, 2020

    Um livro te compra pela Capa? -Sim.
    E pela resenha? – Sim!!!!
    Adoreiiii a frase: “Castilho não entrega nada de graça.”
    Já quero na minha estante kkkk.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 20, 2020

      Ingrid, ai que delícia!!!
      Fico feliz de a capa e a resenha terem te convencido.
      Além de lindo, a história é fantástica. E é nacional…
      Ou seja: Só vi vantagens. hehehehee
      Abraços

  • Aline Tavares
    janeiro 20, 2020

    Acompanho o Felipe nas redes sociais e ele parece ser um escritor muito bom. Tenho um dos outros livros dele, A ordem vermelha, mas ainda não li. Serpentário foi um livro que me chamou a atenção pelo título e capa, pois pela sinopse não seria um livro que me interessaria. Mas a resenha apresentou elementos que me interessaram.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 20, 2020

      Aline, que legal! Realmente a capa dele é interessante e bem bonita.
      A gente já fica balançado por aí. Mas, se a resenha te apresentou outros elementos, tomara que você tenha vontade de lê-lo.
      Pra mim, foi uma indicação porreta!!!
      Abraços

  • Vic
    janeiro 20, 2020

    A sinopse do livro já parecia incrível, depois de ler a resenha me deu ainda mais vontade de ler! *O* Ainda mais com todas as referências aos anos que eu cresci e vivi e sendo eu uma grande fã de Lovecraft. Já coloquei na minha lista!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 20, 2020

      Aahhh, Vic. Se tu curte essas coisas macabrinhas estilo Lovezão, pode cair pra dentro que será sucesso!!!
      Vai por mim. hehehehhee
      Abraços

  • Flavia
    janeiro 20, 2020

    A primeira vez que ouvi falar desse livro foi no último encontro do clube do Livro e mesmo com medinho, porque não sou ligada nos suspenses, achei a premissa bem interessante e agora essa sua resenha só me fez querer ler mais ainda, mas continuo com ressalvas. Mas como esse ano quero me desafiar, talvez eu inclua ele na minha lista de leitura.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      janeiro 20, 2020

      Flavia, se ficar com medo, dá um grito!! Eu não considero ele como terror propriamente dito. Mas, sou mais escolada nessa área, né? Não é qualquer coisa que me dá medo. hehehehee
      Tomara que você resolva encará-lo. Abração