Sempre em frente, da autora Rainbow Rowell, já foi publicano no Brasil com o título Carry On: Ascensão e queda de Simon Snow, mas volta agora pela editora Seguinte, que optou pelo nome em português como forma de torná-lo mais acessível ao leitor brasileiro que não domina o idioma inglês; no entanto, como os antigos leitores desenvolveram empatia com o nome da obra original, a editora também deixou o título original na capa.

Em primeiro lugar, é bom explicar de onde surgiu Sempre em frente. Em outro livro da autora, Fangirl, a protagonista Cath escreve uma fan-fiction sobre Simon Snow, e trechos dessa historia aparecem no livro, mas sem muitos detalhes. A autora diz que sentiu a necessidade de contar a historia de Simon, talvez porque o shippe com o arqui-inimigo tenha se tornado irresistível – mas não é preciso ler o livro de Fangirl antes, já que as obras são independentes.

Sempre em frente traz a historia de Simon Snow, um bruxo órfão, que passaria sem muita relevância se não houvesse profecias que o apontassem como ‘O escolhido’. Ele estuda na Escola de Magia Watford, sob a direção do Mago, que não dá muita bola para o fato do garoto ser apontado pela profecia, certamente porque o próprio Simon desdenha de ser o grande bruxo da profecia, uma vez que ele é tremendamente desastrado e não consegue controlar seus poderes. Entretanto, ele tem de aprender magia rápido, já que o mundo mágico e O Mago contam com ele para salvar toda a comunidade bruxa.

Você deve aprender a se proteger sozinho, Simon, e quanto antes, melhor. Ele é a nossa maior ameaça. E você é a nossa maior esperança.

‘Você deve aprender a se proteger sozinho, Simon, e quanto antes, melhor. Ele é a nossa maior ameaça. E você é a nossa maior esperança.’

Simon namora Agatha; bom, na verdade, namorava até que ele a viu em uma situação comprometedora, e esse novo ano letivo vai deixar os dois bem constrangidos. A melhor amiga de Simon é Penélope, uma bruxinha muito inteligente. Mas, como sempre tem um problema na vida de Simon, ele divide o quarto com Baz, um aluno proveniente de famílias importantes e antigas dentro do mundo da magia, que não veem com bons olhos um órfão que ninguém sabe de onde veio!

Acontece que o ano letivo começa – o último ano de Simon na escola, e Baz ainda não deu as caras. Em razão de longos anos de inimizade, Simon tem certeza de que Baz está tramando algo – os dois se odeiam desde que se conheceram… Justamente por isso, Simon tem certeza de que Baz está tramando algo contra ele. E essa ausência começa a deixar Simon enlouquecido! Ele não consegue tirar o vampiro da cabeça – Simon tem certeza de que Baz é um vampiro, mesmo não tendo provas disso. Simon fica obcecado por Baz – aliás, como sempre esteve!

É sempre fogo com Baz. Eu não acredito que ele ainda não me incinerou.

‘Você deve aprender a se proteger sozinho, Simon, e quanto antes, melhor. Ele é a nossa maior ameaça. E você é a nossa maior esperança.’

Algumas semanas se passam e Baz (diminutivo de Tyrannus Basilton Grimm-Pitch, porque eu não deixaria de mencionar o nome completo dele) retorna sem muitas esplicações, magro, com olheiras, e Simon fica de olho em todos os movimentos do seu inimigo. Porque ele tem algum plano, tem de ter. Todavia, um fantasma aparece, e uma promessa é feita, e isso obriga Simon a se aproximar de Baz para trabalharem juntos desvendando o mistério que envolve a morte da mãe do vampiro – suposto, Simon não tem provas.

A partir daí, mais e mais mistérios aparecem, enquanto a magia começa a desaparecer. Quem estaria por trás disso senão o Insípidum – o grande vilão dessa historia, que não se sabe por que tem a mesma aparência do Simon, e que faz as pessoas pensarem que o próprio Simon é o vilão! Os únicos que não concordam com essa bobagem são justamente Penélope, a Agatha e Baz!

‘E surgirá alguém para acabar conosco
E alguém que o arruinará.
Que o maior poder entre os poderes reine,
Que ele salve a todos nós.’

Sempre em frente é dividido em quatro partes, e o início pode parecer moroso, mas a escrita da autora é muito fluida e a primeira parte passa bem rápido. A historia é narrada em primeira pessoa, mas os capítulos não são apenas sob o ponto de vista de Simon, temos também capítulos narrados por Baz, Penélope, Agatha e outros, o que ajuda a dar mais visibilidade aos personagens. Mas, já dou a dica: é a partir do livro dois que a historia descola daquela historia de bruxo que você conhece e segue um rumo completamente diferente!

O Simon é um adolescente muito perdido – saiu do mundo mundano, descobriu-se um escolhido, e tem um vilão poderoso para derrotar. Sua magia, sem controle, pode incendiar toda a redondeza quando deflagrada.

Os outros personagens também são bem importantes para a trama: Baz já é mais reservado, que tem comportamentos suspeitos para um simples bruxo. Penélope é uma delícia de personagem, amiga, inteligente, uma excelente bruxa, e Agatha é mais tímida, mas esconde segredos…

Certamente o gostoso mesmo é o clichê de inimigos que Simon e Baz apresentam e que, claro, para nosso deleite vai sendo desmanchado até que os dois não consigam mais esconder seus sentimentos! Os dois personagens são uma fofura! Simon, um completo atrapalhado, Baz é ácido e sarcástico, e a gente sabe que por trás de toda a frieza do personagem existe um coração lindo! Impossível não torcer para os dois!

Palavras mágicas são complicadas. Às vezes, para revelar algo escondido, você precisa usar a linguagem da época em que o objeto foi ocultado. E às vezes uma frase antiga para de funcionar quando o resto do mundo enjoa de utilizá-la. Eu nunca fui bom com as palavras. Em parte é por isso que sou um bruxo tão inútil.

EBOOK SEMPRE EM FRENTE - RAINBOW ROWELL

Sempre em frente tem a característica mais notável das obras de Rainbow, que são os diálogos bem construídos, com interações divertidas e inteligentes. E é baseado nessa interação que as relações dos personagens afloram, como a amizade de Simon e Penélope. Mesmo a construção do romance se torna bem verossímil, com toda a carga dramática que Baz carrega, e todo o conflito que Simon tem em reação aos seus sentimentos. A narrativa também deve ser pontuada, já que vai se acentuando, até chegar naquele ponto em que não é possível mais largar o livro – e é um calhamaço!

Mesmo com todas as brincadeiras apontando as semelhanças entre HP e Sempre em frente, é bom frisar que elas seguem caminhos diametralmente opostos.

Recomendo essa leitura para que gosta de fantasia, de romance, mistério, de casais LGBTQ… principalmente se você torceu pelo casal Harry + Dracco, essa é sua chance!

“Eu escolho você,” eu digo. “Simon Snow, eu escolho você.”

A Editora Seguinte já publicou a continuação de Sempre em frente, O filho rebelde, e a autora está trabalhando no terceiro livro da série, mas sem previsão de lançamento.

_________________________________________________________________________________________________

Sempre em frente: Carry OnTrilogia Simon Snow
Sempre em frente 01 
O filho rebelde 02
Autor: Rainbow Rowell
Ano: 2020
Páginas: 504
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia
Onde comprar: AMAZON
Adicone a sua lista do Skoob