LIVRO

RESENHA | UMA MULHER NO ESCURO – RAPHAEL MONTES

10 julho, 2019 por

UMA MULHER NO ESCURO - RAPHAEL MONTES

Uma Mulher no Escuro” talvez seja o livro mais aguardado do ano para quem acompanha o gênero. Principalmente para quem acompanha o autor nacional Raphael Montes. Seguindo sua já conhecida linha do brutal e bizarro, ele nos apresenta Victoria. Através da personagem viveremos o luto, a revolta, a insegurança e o risco de vida.

Aos 4 anos de idade, Victoria presenciou os pais e o irmão de 10 anos serem assassinados. Após o crime, o assassino ainda pichou o rosto das vítimas de preto e ninguém sabe o motivo. Mas a maior dúvida de Victoria é: porque ela sobreviveu? Identificado na mesma noite como o autor, o jovem Santiago de 17 anos ficou apenas um ano preso e foi libertado. Nunca mais tiveram notícias.

E assim 20 anos se passaram, e agora Victoria é uma jovem fechado e cheia de traumas. Seu ciclo social se resume a sua tia-avó Emília, seu terapeuta Dr Max e seu amigo Arroz. Trabalha em um café que pertence a um amigo de Emília. Sua amizade com Arroz, por exemplo, é algo incentivado pelo terapeuta, mas que ela mantém sem nenhuma profundidade. Nunca contou a ele sobre o crime de seus pais ou perguntou sequer seu nome verdadeiro.

Mas é no Café Moura que irá conhecer a outra peça importante dessa história. Existe um escritor, frequentador assíduo do local, que a chama para sair e desperta o interesse da garota. É então que o passado de Victoria surge como uma avalanche, pois seu apartamento é arrombado e pichado, e tudo leva a crer que Santiago está de volta. E o pior é que ele sabe tudo sobre ela e ela está no escuro em relação a ele. Poderia ser qualquer um…

Senhoras e senhores, Raphael está de volta e isso é nítido em várias partes de “Uma Mulher no Escuro“. Inicialmente pela escolha e abordagem crua de temas fortes. Então, esteja ciente antes de iniciar a leitura, que dessa vez ele transita no campo do trauma, assassinato, assédio, estupro, agressão e pedofilia. Cuidado com possíveis gatilhos.

Como sempre, seus livros trazem um escritor ou narrador dentro da história. Nesta temos o grande trunfo de toda a trama: o diário de Santiago, o assassino. Através das páginas do diário vamos intercalando passado e presente. Entendendo junto com a protagonista o que está por trás do crime dos seus pais e o porquê de Santiago reaparecer em sua vida.

“Uma Mulher no Escuro” é instigante e eletrizante. Apesar de uma protagonista apática e irritante, que pouco cativa o leitor, a curiosidade pela história do assassino é quem rouba a cena. Muito pouco também é dito sobre os demais personagens, mas acredito que seja esse é um elemento essencial para as reviravoltas finais.

Dentre os livros do Rafael este não foi o meu preferido, mas isso definitivamente não quer dizer que ele seja ruim. Pode-se dizer que é o mais voltado para o romance policial, com algumas pitadas de um suspense psicológico. Ainda assim, é uma certeza afirmar que o autor abordou com maestria as angústias e a mente atormentada de Victoria.

E por si só a escrita de Raphael é um presente. Inteligente, utiliza-se de várias referências atuais para conquistar o leitor. Em “Uma Mulher no Escuro” você verá referências à George Martin, Stephen King, O Fantasma da Ópera, Harry Potter… e a seus próprios livros anteriores. Como uma certa moça andando em Copacabana com uma serra elétrica amarelo ovo… Além disso, a história se passa no Rio de Janeiro, onde ele inclusive inclui nomes de bairros e ruas.

Embarque então nessa rápida história de suficientes 250 páginas, onde a ansiedade e a curiosidade estarão de mãos dadas. Ao início de alguns capítulos existem notas de Santiago comentando sua relação atual com Victória. Assim inicia a urgência em descobrir quem é este assassino que está tão perto e que com certeza você terá três suspeitos principais. Por que ela ainda está viva? Por que agora? Sem mais detalhes, tente “clarear” essa história.

Obs.: Ah, adianto que fui 90% enganada pelo final!

_________________________________________________________________________________________________________________

UMA MULHER NO ESCURO - RAPHAEL MONTES
Titulo: Uma mulher no escuro
Autor: Raphael Montes
Ano: 2019
Páginas: 256
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Ficção, Literatura Brasileira, Suspense e Mistério
Adicione a sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

18 Comentários

  • Leticia
    agosto 21, 2019

    Teve algo que não consegui entender no livro. Se rapunzel era Sandra, que era mãe do Victoria. Como Santiago falava mal dela no diário, dizendo que ela era esposa do diretor e era ruim e tal se ela era rapunzel? E quando ele encontra ela se refere a uma pessoa que ele acabou de conhecer. Fiquei um pouco confusa, alguém pode me esclarecer?

  • Liv
    julho 23, 2019

    Já tinha ouvido falar no autor e tem um tempo que estou curiosa pra conhecer o trabalho dele. Apesar dos gatilhos, adoro esse gênero e intercalações de passado e presente, já estou super curiosa pra ler e desvendar esse mistério!
    Abraço,
    Liv

  • Camila de Moraes
    julho 22, 2019

    Olá!
    Tenho visto ótimos comentários sobre a escrita do Raphael e já estou de olho nesse lançamento.
    Adoro esse gênero, então acredito que o enredo tem todos os elementos para me fazer deixar ligada com os personagens.

  • Luara Melchor
    julho 22, 2019

    Amo o Raphael Montes! Eu ainda preciso ler Jantar Secreto e esse novo, mas minha tbr tá tão gigante que é difícil encaixar! Pela sua resenha, acho que se concretiza uma opinião que tenho sobre ele: não curte repetir o estilo de narração em todos os seus livros. Gosto dele pelo dinamismo das leituras, e por muitas vezes parecer que não é da mesma pessoa!

  • Erika Monteiro
    julho 22, 2019

    Oi, tudo bem? Acredita que ainda não li nada desse autor? Conheço ele tem um tempinho e de vez em quando leio algumas resenhas e sempre bem positivas. Esse em especial estava sendo bastante esperado pelos fãs do autor. Histórias assim sempre prendem nossa atenção desde o início. Criamos muitas teorias, desconfiamos de vários personagens e no final somos surpreendidos. Nem sempre acertamos o final haha Faz parte. Beijos, Érika =^.^=

  • Luana Gomes
    julho 21, 2019

    Eu preciso ler esse livro !
    Gostei muito de você ter sido honesta coma resenha e colocado que achou a protagonista sem graça, apática, porque li outras por aí que não mencionam isso.
    Mas a história parece bem interessante e o autor é muito indicado no circuito nacional.

  • Debora Sapphire
    julho 21, 2019

    Adorei a apresentação desse livro! Confesso que eu ainda não acompanho o gênero, tanto quanto eu gostaria de acompanhar, ou me aventurar. Eu ainda não conhecia o autor nacional Raphael Montes. Mas, já vou procurar me informar mais sobre o mesmo. Gostei muito de conhecer esse livro e o enredo muito interessante que ele contém. Meus parabéns pela publicação perfeita!

  • Tita Gold and Beauty
    julho 21, 2019

    Conheço o autor de nome, pois ainda não li nenhuma das suas obras. Tenho boas referências e seu post parece confirmá-las. A trama é bem construída e as personagens são densas, promete qualidade. Fica a referência para minhas leituras futuras!

  • Fê Akemi
    julho 20, 2019

    Eu adoro os livros do Raphael e já estou com esse para ler também. Tenho visto muitas resenhas e muitas opiniões, o certo é que o autor sempre nos choca de alguma forma e eu adoro esses finais que somos muito enganadas.
    Adorei a resenha e fiquei mais curiosa ainda para ler esse. bjs

    Fernanda
    Conduta Literária

  • Já li muitas resenhas positivas desse livro e confesso que estou bem curiosa para conferir. Eu nunca li nada do autor e quero ler esse livro em especial. Bjks!
    http://mundinhodahanna.blogspot.com

  • aruom fenix
    julho 19, 2019

    Olha a obra não faz parte da minha zona de conforto literária, mas confesso que a sua resenha me deixou instigada para saber o desfecho dessa história !!!

    Parabéns pelo talentoso trabalho,
    Bjs Aruom Fenix

    Blog: leiturasdearuom.blogspot.com

  • Luna
    julho 18, 2019

    Eu ainda não li nada do autor e não estava pretendendo começar por este, mas acredito que vou mudar de ideia. Estou começando a considerar ler Uma mulher no escuro na frente dos outros livros dele.rs

    Apesar de você não ter gostado muito da protagonista, eu estou curiosa para saber como autor conseguiu desenvolvê-la, como ficou seu psicológico após esses vinte anos que se passaram. Mas é claro que meu maior interesse é descobrir quem é o assassino e o quanto o final conseguirá me surpreender.

  • Marijleite
    julho 18, 2019

    Oi Karina, do autor eu só li O vilarejo e gostei bastante. Sou curiosa para ler mais livros dele, a premissa desse em especial me deixou curiosa para descobrir o motivo de a personagem voltar a ser aterrorizada pelo passado, embora os temas pesados me deixem com certo receio.

  • Oi, Ká.
    Adorei a sua resenha.
    Esse também não foi meu livro preferido do autor, mas achei essa história muito bacana. Não cheguei a ser tão enganada assim… Acho que diria uns 60%! rs… Mas valeu a pena fazer a leitura!!
    Curto muito a escrita do Raphael e não vejo a hora de ler Dias Perfeitos, o único que ainda falta na minha coleção!
    beijos
    Camis

  • Ana Caroline
    julho 14, 2019

    Olá!

    Já li um livro do autor e confesso que para mim a experiência não foi tão boa, fui com expectativas demais e acabei me decepcionando.
    A premissa desse livro é até interessante, fiquei intrigada para saber o motivo do assassino pintar a cara de suas vítimas, mas como você citou que esse não é o melhor livro do autor, eu deixarei para ler o livro em algum outro momento, vai que eu não goste e a má impressão do autor fique para sempre? hahaha
    É horrível quando não conseguimos nos conectar com o personagem principal, pelo que você citou dela, ela também seria um problema para mim.

    • Karina Rodrigues
      Karina Rodrigues
      julho 17, 2019

      Oi Ana, que pena que não funcionou pra vc o livro do autor que teve a oportunidade de ler. Eu sou extremamente fã da escrita e ousadia do Raphael. Suicidas e Jantar Secreto estão na minha lista geral de preferidos, então tive um pouco de dificuldade em comparar com este novo, mas é inegável como a história é envolvente e instigante. Sou suspeita pra falar, mas quando tiver uma oportunidade, arrisque mais uma vez. Quem sabe vc encontra algum que prenda sua atenção?!
      Bjos e boas leituras!

  • Helana
    julho 12, 2019

    Oie,
    to bem doida para ler esse livro. Acho a premissa dele sensacional e um tema forte.
    Uma coisa bem típica do Raphael, ele gosta de abordar algo forte.
    E claro que fiquei intrigada pela protagonista ser apática.. Talvez tenha sido proposital, será? Afinal de contas, tudo que ela passou, é um baita trauma,

    • Karina Rodrigues
      Karina Rodrigues
      julho 17, 2019

      Oi Helana! O Raphael é ótimo nesses temas, né? Abordar o bizarro e te fazer questionar a própria moral sem nem perceber. Pois este tem realmente uma trama bem instigante e vale muito a leitura.
      Nada na escrita do Raphael é por acaso, né?!
      Depois me conte o que achou do livro.
      Bjos