Mais uma vez estou aqui com as notícias do deserto de Miraji e desta vez vou falar de “A Traidora do Trono“, a eletrizante continuação da série “A Rebelde do Deserto”. De cara posso dizer a vocês que este livro poderia facilmente se chamar A REVIRAVOLTA DO DESERTO!!!

A história começa 6 meses após a revolução ocorrida no primeiro livro (na cidade de Fahali), com Amani completamente atuante e engajada na rebelião como a Bandida de Olhos Azuis. Porém, algo grave aconteceu em seu relacionamento com Jin e os dois não estão tão bem assim. Na verdade não estão nada bem. Acontece que Amani levou um tiro e ficou à beira da morte em uma de suas missões, e após muita luta e tratamento do Pai Sagrado conseguiu sobreviver. Porém, ao acordar, descobriu que Jin a deixou ali e foi para uma missão bem distante, o que a deixa confusa e magoada com o rapaz. Ele não esperava que ela sobrevivesse? E se fosse o caso, não quis passar seus últimos momentos ali ao seu lado?

Mas não é só a reviravolta em seu relacionamento que a jovem tem que enfrentar. Algo grave
acontece quando é traída por alguém em quem confiava e acaba indo parar no harém do palácio, completamente submissa às vontades do sultão. Lá Amani irá enfrentar diversos fantasmas de seu passado, ter a chance de consertar suas falhas e conhecer o grande e até então odiado sultão Oman, o que lhe dá a oportunidade de descobrir se realmente está do lado certo da batalha e se Ahmed é realmente a pessoa certa para assumir o trono.

Bom, eu não sei se fui bem clara na minha resenha de “A Rebelde do Deserto” (que se você não leu pode clicar AQUI), mas eu adorei essa história! Todos os detalhes são incrivelmente interessantes e a autora tem uma escrita ótima. Esse segundo livro veio para confirmar e aumentar tudo aquilo que eu já pensava.

Muito mais eletrizante, político e repleto de ação, “A Traidora do Trono” volta ao passado de Amani encaixando as peças que ficaram soltas e ao mesmo tempo modela o que a espera em seu futuro. Apresenta novos personagens bem interessantes, como é o caso do Sultim Kadir, o queridinho Sam, Leyla, Rahim e vários outros. Totalmente imprevisível, perdi as contas de quantas vezes mudei de opinião durante a história ou me surpreendi muito com algo que aconteceu.

A TRAIDORA DO TRONO - ALWYN HAMILTON @EDSEGUINTE

Outro aspecto interessante do livro foi a alternância entre problemas graves e enormes relacionados à rebelião mostrando o lado forte da Bandida dos Olhos Azuis, e as brigas e intrigas provocadas pelas mulheres do harém mostrando o lado menina insegura de Amani. E mais uma vez o livro trata da parte social ao mostrar a realidade das diversas moças sequestradas e tomadas como propriedade do sultão, e sua constante luta para sobreviver a qualquer custo em meio a tanta impotência imposta às mulheres.

Sou impedida de dar mais detalhes sobre a história para que não estrague a experiência de passar pelas diversas reviravoltas do livro, mas indico muito que leiam porque a trama só melhora.

COISAS DE MINEIRA

A lindíssima edição do livro se mantém com outra capa sensacional e folhas amareladas, e agora já estou ansiosa pelo terceiro volume da série que ainda está sem previsão de lançamento. Neste último mês foi anunciado que os direitos da história foram adquiridos pela atriz/cantora Willow Smith (sim, a filha do Will Smith), que pretende produzir e estrelar a jornada de Amani nas telonas. Agora é esperar para conferir no que vai dar!

________________________________________________________________________________________________________________

Título: A Traidora do Trono – Vol. 2
Autora: Alwyn Hamilton
Ano: 2017
Páginas: 440
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia, Ficção, Jovem Adulto
Adicione ao Skoob 
Onde comprar: AMAZON