Depois de alguns anos, que pareceram uma eternidade para os fãs (tipo EU), chega finalmente às livrarias o tão aguardado “O Sonho do Tigre”, para finalizar a série “A Maldição do Tigre”, com a promessa de uma história digna para certo tigre que ficou injustiçado nos livros anteriores. Publicada no Brasil pela editora Arqueiro, a série contem 6 títulos (sendo 1 extra), todos mantendo um padrão de qualidade altíssimo já nas lindas capas. Se você não conhece o enredo, CLIQUE AQUI, pois listei os 05 principais motivos para se encantar com a série.



Por sua própria vontade, Kishan ficou para trás. .Após viver um conturbado triângulo amoroso, disputando com o irmão a garota que tanto amava, por impulso ele abriu mão da amada Kelsey quando esta foi obrigada a escolher um dos dois. Com essa decisão ele teve seu destino selado ao da jovem guerreira Anamika, destinada a se tornar a poderosa deusa Durga e de quem Kishan deve ser escudeiro e protetor por toda a eternidade Porém a mágoa de ter deixado Kelsey para trás, e mais ainda de ter sido deixado por ela e seu irmão, não o deixam seguir em frente.

Para completar, ele passa a fazer visitas ao tempo e rever as cenas em que estiveram juntos, percebendo alguns traços claros de que o amor da garota talvez não fosse mesmo direcionado a ele… E que a felicidade dela estivesse e está com seu irmão. É neste momento de amargura que Kishan recebe uma visita surpreendente do seu antigo guia espiritual Phet o convocando para uma missão especial: Salvar Kelsey! Embarcando nesta jornada, Kishan buscará salvar a garota mas também salvará Ren, Anamika, seus familiares, a Índia e principalmente a si mesmo! Não era nada do que ele esperava, mas tudo que ele precisava.

“Então inspirei fundo. Pêssegos e creme. Ela estava diante de mim. Perto o bastante para eu abraçá-la. Perto o bastante para eu beijá-la. Seus suaves olhos castanhos piscaram e os lábios abriram-se em um sorriso doce e acolhedor.”

-O Sonho do Tigre

Eu passei por tantas fases durante esta leitura que estou até com dificuldade de me organizar. Como grande fã, que já assumi que sou, sempre senti que o Kishan merecia mais. Ele foi tratado todo o tempo como um participante, um complemento, e ter sua história terminada com algo como “e Kishan escolheu ficar para trás no lugar do irmão…” não convenceu.

Não que em algum momento eu tenha apoiado seu relacionamento com Kelsey, porque isso não aconteceu, mas o sentimento que ficou foi que aquele personagem complexo e encantador foi resumido a um ladrão de namoradas do irmão que se sacrificou no final pelo perdão. E fim. Por isso o começo do ‘O Sonho do Tigre’ foi beeeem difícil pra mim, pois o Kishan está extremamente melancólico pela perda da garota, mesmo sabendo em seu coração que não seria o escolhido. Ele insiste, insiste, insiste… As páginas vão passando e nada vai mudando… Bateu um desespero!

Eis que surge a tábua de salvação: Anamika, ou simplesmente Ana. Personagem pouco trabalhada nas obras anteriores e um pouco arrogante, não ficou muito querida entre os leitores. Mas agora ela tem um livro inteiro para ser explorada e mostra o auge de sua transformação em deusa com toda sua força e independência feminina, inteligência, bondade, mas também inseguranças, medos e marcas do passado. Ela, aos poucos, alcança Kishan e nós, leitores, ficando difícil não se cativar por sua dramática história mostrada.

Juntos, ela e Kishan começam a reviver momentos de suas linhas do tempo e assim se conhecerem melhor (dois cabeças-duras que são), unindo habilidades e personalidades muito semelhantes, descobrindo uma amizade onde só havia desprezo e zombaria. E aí que entra a mágica da escrita da autora Colleen Houck! Ela começa a interligar vários pontos dos livros anteriores, revisitar situações e cenas de uma forma que você chega a ficar sem fôlego quando entende o que está acontecendo. É cada referência! Nostalgia pura.

Neste momento da historia eu já estava extasiada e encantada demais com o que estava lendo, já tinha valido toda a espera e acreditava que nada mais me surpreenderia. Então veio o final… As 30 últimas páginas mais lindas que tive o prazer de ler nos últimos tempos. Arrebatador e emocionante de uma forma que só posso dizer: Colleen, obrigada por honrar nosso Kishan!

Ela não esqueceu ninguém, ela não perdeu páginas pra falar sobre a história de quem já estava com a jornada concluída, em compensação valorizou cada personagem em aberto nas obras anteriores, dos recorrentes aos apenas citados, como Nilima, Sunil, Yesubai, Lady Bicho da Seda, os dragões. Então com certeza posso dizer que este livro chega pra finalizar a série de uma forma linda e extremamente necessária, e mais do que isso, para aquecer os corações de todos os fãs.

“Então talvez eu encontre
Não aquela por quem meu coração sofre,
Mas aquela que anseia por ser minha.”
_______________________________________________________________________________________________________________

O Sonho do Tigre
Série: A Maldição do Trigre # 5
Autora: Colleen Houck
Ano: 2018
Páginas: 608
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia, Ficção,Jovem adulto, Romance 
Adicione a sua lista do Skoob
Onde comprar: Amazon