O livro O Navio das Noivas é uma gracinha de se ver, achei a capa bem meiga e me interessei, mas como não sou muito fã de histórias que envolvem o tema guerra confesso que a princípio a premissa não me atraiu. Porém, como gostei muito da minha primeira experiência com a Jojo resolvi dar uma chance para mais uma de suas obras.  A história do livro se passa na década de quarenta, a bordo do HMS Victoria, um navio porta aviões adaptado para levar mais de seiscentas mulheres (esposas de ex- combatentes) até seus maridos no período pós-guerra.

Dentre tantas jovens ansiosas por reencontrar o amado, destacam-se as protagonistas: Margaret, Avice, Frances e Jean. Quatro mulheres muito diferentes umas das outras, que acabam dividindo a mesma cabine. Elas escondem segredos que vão sendo revelados aos poucos, o que nos garante surpresas do início ao fim.

Margaret é simples e pouco vaidosa, cresceu em um universo masculino em meio ao pai e aos irmãos, além da esperar pelo encontro com o marido Maggie também espera por um bebê. Avice é uma espécie de “patricinha” e está sempre insatisfeita e inconformada com as condições do navio que são precárias em sua opinião. Frances é enfermeira, uma mulher misteriosa que parece não querer interagir com as pessoas, mas que vai se abrindo aos poucos. Jean é uma jovem ainda imatura, atirada, que só pensa em se divertir.

A trama se passa em alto-mar e acompanhamos a tediosa jornada dessas mulheres dia após dia.  O navio também conta com a presença de um comandante e seus homens e o fato de haver homens e mulheres a bordo causa certa preocupação… Medidas são tomadas para garantir a segurança das mulheres, mas o relacionamento entre os passageiros toma rumos inesperados e a única certeza é de que muitos não abandonarão o navio sendo os mesmos que eram quando embarcaram.

Os fatos são narrados em terceira pessoa e a narração é dividida em três partes. Há em alguns trechos relatos relacionados à guerra, recordações do passado dos personagens e também trechos de cartas enviadas e recebidas por eles. No início não achei a história envolvente e quase desisti, mas valeu a pena chegar até o fim e descobrir a existência de um belo e duradouro romance. Também descobri que para algumas delas o romance não era tão belo assim…

Sei que o fato das personagens estarem em alto-mar limita um pouco o cenário, mas gostaria de ter visto uma descrição mais detalhada do navio ou algo que me fizesse ter uma sensação ainda maior de estar junto a elas no mar. Por outro lado compreendo que o foco estava nos sentimentos das personagens diante daquela situação e isso foi muito bem explorado. Já se imaginou seis semanas em mar aberto, viajando ao encontro da pessoa amada?! O clima da trama é de ansiedade e expectativa, o que acabou me prendendo.

Como disse no inicio da resenha não fico muito entusiasmada com o tema guerra, mas o fato de haver na história casais prestes a se reencontrar fez com que eu pensasse em recomeço e deixou a trama mais leve, como se o pior já houvesse passado e eles tivessem indo rumo a um futuro melhor. Torci pelas personagens, sofri com os dissabores vividos por elas e desejei muito um final feliz para todas.

Não amei o livro, mas gostei da leitura. As reviravoltas e revelações apresentadas deixaram a história autêntica e menos previsível e com essa combinação Jojo conseguiu me envolver e surpreender mesmo em uma temática que normalmente não me agrada. Também gostei de como a história termina, me fez pensar em destino e na força do amor verdadeiro.

Foi uma experiência diferente e válida. Para quem gosta de romances que envolvem o período da guerra é uma ótima opção. Jojo escreve muito bem e merece a fama que tem, mas não importa quantos bons livros ela escreva, nunca vou perdoá-la por ter matado um certo tetraplégico me fazendo chorar horrores (ressaca inesquecível)!  E você já leu? Pretende ler?

Essa resenha foi escrita por  Nathalia enquanto ainda era colunista do Coisas de Mineira.

________________________________________________________________________________________________________________

Título: O navio das noivas
Autora: Jojo Moyes 
Ano: 2016
Páginas: 384
Editora:  Intrínseca
Adicione ao Skoob
Onde comprar: AMAZON