Olá pessoal! O livro escolhido para resenha esta semana foi “O amante da princesa”, da autora brasileira Larissa Siriani e publicado pela Editora Verus no ano de 2018. Fiquei sabendo desse lançamento numa ida à livraria e quando li a sinopse fiquei encantada com o fato de ser um romance de época que se passava em Portugal. O que eu fiz? Comprei logo.


A obra conta a história de Maria Amélia de Bragança, princesa do Brasil. Amélia, como gosta de ser chamada, nunca teve o controle de sua vida e teve seu casamento arranjado quando era muito nova com o arquiduque da Áustria, Maximiliano Habsburgo. Ela não aceita o casamento que sua família impôs, mas não faz nada para mudar a situação, apenas concorda com todo o planejamento de sua mãe pois sabe que é o que uma princesa deve fazer. 

“Não é o tempo que determina o amor. Há pessoas que se apaixonam em poucas horas, outras passam décadas sob o mesmo teto sem nunca se amarem.”

Quando Max chega em comitiva no Palácio das Janelas Verdes, em Lisboa, para conhecer melhor sua noiva, ele traz consigo seu conselheiro e melhor amigo Klaus Brachmann, um marquês sem muito prestígio e que é um verdadeiro libertino. Quando Klaus percebe que seu amigo e Amélia não estão nem um pouco interessados um no outro, ele coloca em prática um plano perigoso para seduzir a princesa que talvez possa colocar em jogo o destino de ambos.

O livro desde a primeira página me encantou pela forma como foi escrito. Larissa soube ser bem direta mas sem jogar tudo no nosso colo sabe? Não teve enrolação mas também não foi nada lançado pra gente como se já soubéssemos tudo. Achei isso muito bacana pois possibilitou que a leitura ficasse bastante fluida, e como tem poucas páginas, facilitou demais.

“Faz um frio insuportável enquanto minha família e eu nos reunimos à entrada do palácio para receber a comitiva do meu futuro marido.”

A história é muito envolvente e amei a maneira como Maria Amélia e Klaus se odeiam logo de cara e depois tudo vai se transformando em amor ao longo das páginas. Já falei em outra resenha que eu amo casais que brigam tipo cão e gato e depois morrem de amores um pelo outro. Achei que a forma como o Klaus foi descrito sendo um garanhão que dava em cima de qualquer mulher muito interessante, pois desde o princípio ele colocou na cabeça que queria porque queria a princesa, e foi vendo este desejo avassalador se transformando em amor.

A autora também mostrou um lado bem família do nosso protagonista, o que faz com que a gente goste ainda mais dele. Toda a evolução que ele teve durante o livro deixou tudo ainda mais emocionante. E Amélia, que sempre foi relutante em relação a se apaixonar por alguém, vê seu coração ser tomado por este sentimento que até então era desconhecido.

Outro ponto interessante da trama, é que os personagens realmente existiram e eu adoro tramas que foram adaptadas da história real, e o fato de ser um romance de época que se passa em Portugal e não na Inglaterra, deixa tudo mais especial. Vemos durante todo o enredo várias expressões típicas do país, que eu até então só havia escutado em filmes e novelas.

O amante da princesa” também traz bastante sensualidade para os que amam histórias assim, e mesmo Amélia sendo inexperiente neste quesito, a forma como tudo se desenrolou me convenceu. Gostei do desenrolar do romance e confesso que no final do livro eu me segurei pra não chorar, e isto me surpreendeu, pois não esperava nada do tipo.

Para quem gosta de romances históricos, vale a pena dar uma chance, pois  é um pouco diferente dos que estamos acostumados. Os personagens que Larissa nos trouxe nos mostraram uma linda história de amor, e o final é para se emocionar.

_______________________________________________________________________________________________________________

Título: O amante da Princesa
Autora: Larissa Siriani
Editora: Verus
Páginas: 215
Ano: 2018
Literatura Brasileira, Romance época
Adicione a sua lista do Skoob 
Onde comprar: Amazon