LIVROS

MUNDO EM CAOS – PATRICK NESS | RESENHA

02 outubro, 2019 por

Mundo em Caos é o primeiro volume da Série Mundo em Caos, do autor Patrick Ness. Lá na gringa ele saiu com o título The Knife of Never Letting Go, que eu acho bem mais legal e bem mais a ver com esse primeiro livro. Mas, enfim! Segue o baile.

“E é só isso que tem aqui em Prentisstown. População de 147 habitantes e cada vez menos, menos, menos 146 homens e um quase-homem.”

Logo no início da trama aprendemos que Prentisstown foi um lugar contaminado por algum tipo de infecção que originou a dizimação de todas as mulheres da cidade. Essa mesma infecção fez com que nenhum homem tivesse mais seus pensamentos ocultos. Algo que eles chamam de Ruído é a situação onde todos as outras pessoas escutam (ou enxergam) claramente tudo o que você pensa, imagina, sente e provavelmente quereria esconder dos outros.

Todd Hewitt é nosso protagonista. Ele é um quase-homem, ou seja, ainda não completou a idade estipulada em Prentisstown para que seja considerado verdadeiramente um homem. Todas essas informações sobre a cidade, sobre o Ruído, e sobre a eliminação das mulheres descobrimos por ele, porque é o que sempre foi ensinado ao garoto dessa forma.

“Como a sorte parece que não está ligando muito pra gente hoje, se tiver alguma coisa pra dar errado, provavelmente vai dar.”

Então, hoje eu quero falar sobre esse primeiro volume. Essa série foi lançada no ano de 2008, lá no Reino Unido. O livro foi bastante comentado por todo o mundo, sendo traduzido e publicado por mais de 30 países. Iremos conversar sobre uma distopia (que é um lugar ou estado imaginário em que se vive em condições de extrema opressão, desespero ou privação).

Esse é um tipo de livro que de sua forma peculiar, faz com que sintamos que sempre podemos fazer diferença no mundo que vivemos. Podem ser poucas alterações, mas sempre iremos tocar a vida de outra pessoa. Sempre faremos com que o mundo “se movimente” afim de chegar a algum lugar. E eu me apaixonei pelo pré-adolescente Todd em sua busca por uma verdade que ele ‘nunca jamais’ pôde imaginar que sequer desconhecia.

Temos de tudo nessas 445 páginas de história. Temos até um conto inédito a respeito do universo Mundo em Caos, fazendo o livro chegar ao montante de 480 páginas no total. Aqui, em Mundo em Caos, você poderá encontrar muita aventura, amadurecimento, provas de amizade e companheirismo, mentiras (mesmo com a existência de algo como o Ruído), e principalmente muito suspense. Muitos trechos deixam a gente muito tensos em busca de uma resposta ou apenas, uma solução.

“Só porque eu não ouço nenhum Ruído dela não significa que ela não ouça cada palavra do meu.”

Todd descobriu de uma forma muito agressiva e dura, que em meio à cacofonia de sons de sua cidade natal, existem segredos que só a ele foi negado. Porém, muito próximo de completar 13 anos e se tornar homem – deixando de ser a última criança de Prentisstown – Todd foge antes que seja incluído nesse temível segredo que conecta todos os homens da cidade. 1 ano para eles tem 13 meses, o que faz com que para nós, Todd já esteja pra completar 14 anos. Em sua fuga, ele encontra uma menina. Uma garota – chamada Viola – da qual ele não pode escutar o que ela pensa (o Ruído não contaminou ela?), mas ela consegue saber tudo o que se passa na cabeça do nosso protagonista.

Confesso que essa é uma resenha muito difícil de escrever, pois eu sou daquelas pessoas que gosta que o coleguinha consiga ter todas as surpresas que a leitura possa trazer, e de forma individual! Assim, não quero desvendar demais as páginas dessa distopia que ganhou meu coração. Sem falar em quão apaixonada eu estive o tempo todo que pude ter o livro em minhas mãos. Foi uma leitura deliciosa, coroada com uma das mais belas edições em brochura que já tive aqui. Recomendo que você tenha essa obra em sua estante. De verdade.

“Quando a sorte não está com você, ela está contra você.”

O único amigo que Todd tem é Manchee, seu cachorro. Uma das coisas bem interessantes dessa história é que o Ruído afetou também aos animais… Ou seja, sabemos o que eles pensam. E Manchee é o companheiro de fuga e aventuras de Todd. No início, achei que o garoto nem gostava de ter o cachorro em sua vida, pois era uma responsabilidade também. Mas, eles foram ficando muito unidos no decorrer das andanças por terras que Todd NEM IMAGINOU que pudessem existir ainda.

Bom, você só precisa saber que a fuga de Todd gerou um reboliço em Prentisstown, e um exército foi convocado para perseguir o garoto. O menino fugiu apenas com um saco de rações para seu sustento, seu cachorro, e um diário escrito por sua mãe. Maassss, Todd sequer sabe lê. Então, além de se manter vivo, em movimento, ajudar Viola, e buscar uma solução para tudo o que está acontecendo em sua vida, Todd também precisava aprender a ler – pois como saber as informações contidas naquela espécie de “manual” que sua mãe deixou como herança?

Todd acaba por ter dificuldades em confiar de imediato em Viola, pois ele nunca teve contato com algo que não emita sons. O silêncio que emanava dela era completamente perturbador. Ele não sabia o que ela pensava sobre ele, nem sobre nada. Ele precisaria acreditar apenas naquilo que saia de sua boca. E era muito difícil acreditar em alguém que ele não podia decifrar através de seu Ruído.

“O Ruído matou metade dos homens e todas as mulheres, incluindo minha mãe, e fez os pensamentos dos homens que sobreviveram não serem mais segredo pra ninguém.”

Eu não conhecia o autor, apesar de ter muita vontade de ler o livro ‘Sete Minutos Depois da Meia-Noite’. Sei que apaixonei na forma que Ness conta uma história. Ele consegue envolver a gente completamente em sua distopia, e aqueles lugares que ele vai fazendo a gente transpor durante a leitura, acabam por parecer muito reais e possíveis no nosso imaginário. Eu AMO autores que são por si só exímios contadores de história. E Patrick Ness me fez ficar ansiosa pelos próximos livros da série.

Obviamente que nem todas as respostas nos serão reveladas, uma vez que esse é apenas o primeiro volume da série. Mas, o desenrolar da trama me deixou muito satisfeita. As informações que vamos coletando nos leva a alguns embates marcantes. E a gente vê Todd crescendo praticamente na frente de nossos olhos, a cada virar de páginas. Viola é uma excelente adição à trama e à vida de Todd. E eu não sei o porquê, mas enquanto lia Mundo em Caos, eu imaginei o tempo todo Viola como a personagem Eleven da primeira temporada de Stranger Things.

Para não deixar você pensando que estamos lendo uma história que se passa no planeta Terra – porque não é –, Mundo em Caos acontece em um planeta chamado Novo Mundo. Através do conto que vem no final do livro, você poderá tirar suas dúvidas sobre o motivo deles terem deixado a Terra. Os Spackles são os seres nativos desse planeta, e eles são nossa referência de culpa pelo espalhamento da ‘doença’ que eliminou todas as mulheres e, culpados também pelo Ruído.

“Taí um negócio que estou aprendendo sobre ser jogado no mundo por conta própria: ninguém faz nada por você. Se você não muda as coisas, elas não mudam.”

Podemos ver na escrita de Ness a crítica social a respeito de um mundo onde só o homem tem voz. Ou que as mulheres se quer existam – figurativamente/literalmente. Ele faz com que enxerguemos outros prismas e como seria essa nova sociedade. Às vezes podemos ver muito da nossa sociedade onde a mulher não é ouvida – sem direito a ter voz. Pra mim o melhor de ler uma distopia é a capacidade de inúmeras análises e pontos de vista. Sempre traremos nossas vivências e lugar no mundo para basear nossos insights.

Na cidade natal do protagonista os livros foram queimados, a religião é extremamente castradora e praticamente todos são pessoas sem capacidade de ler ou de interpretar situações. Enfim… São pessoas ignorantes, que escutam um líder e agem como uma manada que sequer pensa direito nos resultados de seus atos. E esse tipo de sociedade que foi criada em Prentisstown me deixou durante toda a leitura com uma pulga atrás da orelha. Queria muito saber porque os homens dali eram tão alienados e ao mesmo tempo tão unidos.

Concluindo, já que me deixei levar por toda essa aventura, nesse livro você irá acompanhar a jornada de Todd. Algumas respostas virão, por outras respostas já se era esperado que precisaremos aguardar os próximos volumes. Mas, eu recomendo que você dê uma chance a Mundo em Caos. Pois de certa forma nós acabamos por enxergar o macro de uma história moldada pela mãos dos homens, e vamos desvendando aos poucos juntamente do último menino de Prentisstown. E finalizando, ressalto que todo meus sentimentos estiveram o tempo todo com Todd. Desbravamos juntos o Novo Mundo.

“… com a certeza que chegamos ao fim, de que não tem saída dessa vez, de que, se o mundo quer você, ele vai continuar te atacando até te pegar.”

Como ressaltei antes, a edição de Mundo em Caos está impecável. O cuidado com a diagramação foi dos mais notáveis que já tive em mãos. Parabéns à editora Intrínseca! Você vai entender melhor quando puder ter o livro em mãos. Sua capa tem o fundo preto, com o desenho de uma faca – tão importante na jornada de Todd –, e o título do livro vem em letras brancas. O corte das folhas é em um tom de vermelho maravilhoso, pungente. E os detalhes maiores da diagramação eu deixarei para você viver e perceber por si só. Tudo muito perfeito e muito pertinente com o tema de Mundo em Caos.

Se atentem às páginas onde o Ruído sobressai a fonte comum usada ao longo do texto. Perceba o sufoco que deve ser conviver em um mundo onde estamos ouvindo todos falando/pensando ao mesmo tempo. Se atropelando, se sufocando!! Achei genial essa vivência direta de Mundo em Caos para minha experienciação como leitora. E isso é outro ponto positivo tanto para o autor, quanto para a editora.

Patrick Ness é autor e jornalista britânico-americano. Ele nasceu na Virgínia, mas vive desde o fim de seus 20 anos em Londres, tendo assim dupla nacionalidade. Hoje, aos 47 anos já é um autor reconhecido por seus livros. Mundo em Caos foi seu primeiro romance juvenil publicado.

“O Ruído não é verdade. O Ruído é o que os homens querem que seja verdade.”

________________________________________________________________________________________________________________

 

Título: Mundo em Caos
Autora: Patrick Ness
Ano: 2019
Páginas: 480
Editora: Intrínseca
Gênero: Distopia, Aventura, Romance Juvenil, Ficção
Nota: 4/5
Adicione à sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

50 Comentários

  • Mari
    novembro 02, 2019

    Oi, Carol!

    Livros com fortes críticas é tudo para mim, porque é sempre bom ler algo que é muito mais que entretenimento e esse livro é lindo demais, adorei as fotos que você postou e pude perceber que além de ter uma história muito boa, também é um livro muito belo visualmente.

    Vou anotar a dica.

  • Jéssica
    outubro 30, 2019

    Oi Carol!

    A forte crítica ao patriarcado já me convenceu de que esse é um livro que eu realmente gostaria de conhecer. Acho importante que as obras (não apenas literárias) abordem mais o tema de forma crítica para que mais pessoas possam começar a entender o que significa uma sociedade pautada sobre tais pilares

  • Paac Rodrigues
    outubro 26, 2019

    gostei de você ter pontuado sobre a critica ao patriarcado forte da obra, acho bacana que obras tragam essa realidade semelhante a vivência real que temos, obras com essas mensagens assim auxiliam na reflexão e critica a essas formas.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 27, 2019

      Sim, mulher! O autor foi bem perspicaz em tocar nessa temática. Realmente é motivo de reflexão e estou ansiosa em poder ler os próximos livros.
      Abraços

  • PS Amo Leitura
    outubro 16, 2019

    Amei tanto sua resenha que nem sei dizer! Já li dois livros do autor e gostei, mas esse você conseguiu me chamar atenção demais. Fiquei realmente curiosa para conhecer essa obra! E gosto do livro não apresentar todas as respostas. Isso faz a gente criar expectativa para o próximo livro da série ;D

    Beijos,

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 16, 2019

      Ah, então você ficou animada como eu!!! Livros que deixa a gente ligadonas no próximo da série. QUE VENHA!!!!
      Espero que você se divirta e se emocione muito com Mundo em Caos. Beijão.

  • Dayhara
    outubro 14, 2019

    Olá, tudo bem? Eu nunca li nada desse autor mas morro de curiosidade, muito por conta dos comentários positivos que venho notando nos últimos tempos, essa realmente é uma edição linda e que atiçou ainda mais a minha curiosidade.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 16, 2019

      Dayhara, o autor realmente tem recebido ótimas críticas e também tem alcançado um número maior de fãs.
      E esse livro é lindo por dentro e por fora, eu recomendo!!! Abraços

  • Carolina Trigo
    outubro 14, 2019

    Oi, Carol!
    Eu já tinha visto esse livro de longe, mas ainda não tinha parado para saber do que se tratava. Achei o mundo criado pelo autor muito interessante e já até coloquei na minha lista para comprar.
    Essa edição realmente está muito linda! A Intrínseca vem melhorando cada vez mais as suas edições.
    Preciso comentar que a sua resenha está excelente. Só me deixou mais curiosa e com vontade de ler o livro o quanto antes. Parabéns, mesmo!
    Bjss

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 16, 2019

      Oi xará! Que demais saber sua opinião. Obrigada! Fico feliz de verdade que minha resenha conseguiu instigar um pouco mais sua atenção a respeito do livro. Que demais!!! E que venham os próximos. Eu estou muito muito muito curiosa. Beijão

  • Oi, Carol.
    Li esse livro há alguns meses e fiquei apaixonada pela escrita do autor.
    Essa edição da Intrínseca ficou maravilhosa mesmo! Acabei solicitando a versão digital do livro pela parceria, mas depois fui namorar a edição física na livraria!! Rs…
    Sobre o título, acho que o nome em inglês tem mais a ver mesmo com a história, mas não sei como poderia ter uma tradução que fizesse sentido! Rs… A gente pensa nisso porque já leu o livro, mas o nome Mundo em Caos acaba sendo muito mais atrativo na hora da venda do livro! Rs…
    Beijos
    Camis

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 16, 2019

      Concordo, Camila, com sua opinião a respeito do título. Dificilmente chamaria a atenção e seria tão vendável como Mundo em Caos. Obrigada por sua opinião lúcida. Me deu um novo leque de suposições a pensar a respeito de escolha de títulos.
      Um beijão

  • Leitura Enigmática
    outubro 14, 2019

    Gostei muito da premissa desse livro, confesso que estou com minha curiosidade aguçada para saber essa história na íntegra. Esse enredo deve ser intenso e surpreendente, deixando assim uma leitura fluída e prazerosa de se fazer. Anotada a dica.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 16, 2019

      Além disso tudo que você falou, é uma leitura muito emotiva. Mexe muito com a gente… Nossa, me ganhou por completo. Espero que você leia e se dê tão bem quanto eu com essas páginas maravilhosas.

  • Thayza
    outubro 13, 2019

    Olá!

    Esse é meu primeiro contato com o livro e com o autor. Achei a história bem interessante, mesmo não fazendo meu tipo recorrente de leitura sua resenha me chamou a atenção e estou em uma fase de experimentar coisas novas. Adorei conhecer sua opinião.

    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Thayza, essa fase que a gente passa onde experimentamos outros gêneros literários é uma fase riquíssima.
      Espero que você conheça e se apaixone por outros autores e outros temas que estejam fora da sua zona de conforto.
      Beijocas

  • Ivi Campos
    outubro 13, 2019

    Nunca li nada do autor e não foi por falta de elogios ou indicação boa. Achei esse projeto gráfico maravilhosos e já quero começar por este livro aqui.
    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Ivi, fico feliz! Não foi o primeiro livro do autor que eu tenha lido. Mas, eu recomendo esse pra começar sem medo. O autor é ótimo!!! E a história é muito boa também. Fora tudo ser tão maravilhoso aos olhos e ao toque. Se joga!

  • Grazielli
    outubro 13, 2019

    Oie amore,

    Embora sua resenha esteja muito boa, não é um tipo de livro que ei esteja muito a fim de ler nesse momento, entende.
    Até deve ser uma leitura muito bacana, mas não pro momento entende.
    Vou anotar a dica por aqui pra um outro momento!

    Beijokas!
    http://www.facesdeumacapa.com.br

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Claro que eu entendo! Aliás, eu entendo é demais da conta. hahahaha
      Mas, espero que em algum momento ela possa ser uma boa leitura pra ti.
      Beijão

  • Lu
    outubro 13, 2019

    Parece um ótimo livro! Suspense e aventura num universo distopico e na medida certa. Fiquei com vontade de ler.
    Parabéns pelo post!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Ah, que bom saber, Lu. Espero que quando você consiga ler, você seja surpreendida pela história. Obrigada pelo comentário. Abraços.

  • Malu
    outubro 13, 2019

    Distopia não é o meu gênero de leitura favorito, mas confesso que a tua resenha me deixou curiosa. Essa coisa do ruído na historia parece fazer ser determinante para o desfecho e ao mesmo tempo assustadora!
    Obrigada pela dica!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Verdade, Malu. Imagina não ter seus pensamentos mais secretos? Não deve ter sido fácil para os homens dessa nova sociedade, né??
      Abração

  • Diane Ramos
    outubro 12, 2019

    Olá…
    Ando vendo muito esse livro por aí, mas, ainda não tinha parado pra ler nenhuma resenha… Pelo que você mencionou na resenha parece ser exatamente o tipo de leitura que curto, então, já estou empolgada!
    Amei a resenha <3
    Bjo

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Diane, que bom saber disso. Ele é um livro lindo por fora, por dentro, e com uma história que super prende a gente. E deixa ansiosos pro próximo volume também, claro. hahahaha
      Feliz que tenha curtido a resenha. Um beijo.

  • Tammy (Livreando)
    outubro 12, 2019

    Olá!
    Eu ainda não conhecia o livro e também o autor. Achei a distopia bem interessante e seus elementos me chamaram a atenção. Parece valer a pena essa leitura.
    Bjim!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 13, 2019

      Tammy, certeza que vale. O autor é muito bom!!! Tomara que consiga ler.
      Beijo

  • Nina Spim
    outubro 11, 2019

    Oi, tudo bem? Conheço o autor de nome, mas nunca li nada dele, talvez vá começar por este. Amo livros juvenis e este me interessou bastante. Fantasia e distopia unidas me apetecem bastante. Vou atrás, com certeza! Obrigada pela dica e por sua resenha tão detalhada e maravilhosa! 🙂

    Love, Nina.
    http://www.ninaeuma.blogspot.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 11, 2019

      Ah, Nina. Que satisfação. Que legal que a resenha e o que eu trouxe sobre o livro te animou ao ponto de querer lê-lo. Pelo que você disse, acredito que gostará sim.
      Beijão

  • Beatriz Andrade
    outubro 10, 2019

    Amei as fotos e ver a sua resenha, eu acho a premissa desse livro bem interessante e acho que posso gostar muito da leitura. Não costumo ler o gênero com frequência, mas esse livro parece ser ótimo!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Beatriz, eu realmente não sabia o que esperar. Fui surpreendida por uma ótima trama. O autor conseguiu me deixar amarrada, pronta para os outros livros. QUE VENHA!!!
      Abraços

  • Silviane Casemiro
    outubro 09, 2019

    Oi, Carol.
    Eu estava com muita vontade de ler esse livro por se tratar de uma distopia, mas ao saber que o protagonista é um adolescente me remeteu muito a época de distopias estilo Jogos Vorazes e Maze Runner, ainda mais com uma garota diferente na história que acaba fazendo o personagem mudar suas crenças e etc. É uma obra que chama muito a atenção pelo design e sempre vou achar lindo, mas quanto a leitura não sei se agora é o que eu estou procurando como leitora. De qualquer forma espero que muitas pessoas leiam, pois qualquer livro que trás uma critica ao patriarcado já é um livro bom.

    Silviane, blog Memento Mori • Participe do Top Comentarista de Outubro

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Que legal suas considerações, Silviane. Eu não li nem Jogos Vorazes e nem Maze Runner. Mas, penso que nunca é tarde… Quero tentar ainda.
      Abraços

  • Ana Caroline Santos
    outubro 09, 2019

    Olá, tudo bem? Eu como fã da literatura fantástica, não vejo a hora de poder ler esse volume. Conheço Patrick de outras obras, mas essa é a que mais tenho curiosidade dele. E sem contar que essa edição lindíssima nos deixa mais instigado ainda. Espero curtir assim que você, e por não ter assistido Stranger Things, acredito que não verei essa vibe. Realmente o título em inglês parece fazer mais sentido, mas vamos ver o que encontrarei no enredo. Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Ana, espero que o livro te agrade tanto quanto me agradou. Ele é realmente lindo por fora e por dentro, o que nos deixa mais animadas ainda por tê-lo nas mãos.
      Se joga!!! E aproveite esse outro universo do Ness. Ele é realmente muito bom.
      Beijocas

  • Michelle
    outubro 08, 2019

    Olá, desde do lançamento percebi que o livro possui uma abordagem peculiar, através de sua resenha notei que estava certa nessa impressão e estou ainda mais curiosa por ele!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Que bom, Michelle. Esse é um universo distópico que eu ainda não havia lido nada parecido.
      Tomara que gostes tanto quanto eu. Abraços.

  • Larissa Dutra
    outubro 08, 2019

    Olá, tudo bem? Primeiramente, caramba, que edição mais linda! Definitivamente esse não é o tipo de livro que costumo ler, mas confesso que fiquei curiosa com essa obra. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Hello, Larissa. Olha, mesmo não sendo um gênero que você lê tradicionalmente, eu super recomendo.
      É realmente uma história bastante envolvente. O autor está, como sempre, de parabéns.
      Beijão

  • Simeia da Silva
    outubro 07, 2019

    A edição está perfeita. Li poucos livros no gênero, a maioria não me chama anta atenção assim, sempre mais do mesmo. Mas esse livro parece ser diferente. Dica anotada

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Simeia, essa é uma distopia que achei bem inovadora. Diferente das que já li… e que alguns autores insistem em fazer esse tal “mais do mesmo”. Quem sabe você também consiga ter uma impressão boa dessa história, né?
      Abração

  • Joanice Oliveira
    outubro 07, 2019

    Olá

    Aja página num único volume hahaha, mas a sua resenha mostra que cada página vale super a pena ser lida, porque é uma distopia e esse subgênero nos dar uma liberdade de transitar sobre visões e críticas sob o mundo.

    Beijos e vou atrás para ler.

    Beijos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Joanice, com certeza correr atrás dessa obra irá somar à sua vida de leitora. Uma distopia de primeira.
      Beijocas

  • Márcia
    outubro 07, 2019

    O livro tem um temática bastante importante. Estou super curiosa em ler o primeiro livro da série.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      Oi Márcia!
      Eu acho que realmente vale muito a pena adentrar esse universo criado pelo Ness. Ele mandou muito bem! E eu fiquei agarrada nessa leitura o tempo todo. Abraços.

  • Nati Pereira
    outubro 07, 2019

    Primeiramente eu compraria o livro apenas pela capa e depois sim iria me interessar pela história e saber realmente do que se trata. Tenho essa mania de comprar livros pela capa. Alguns me interesso pela história e outros apenas deixo guardado. E sobre esse além da capa me interessei muito pela história e fiquei com vontade de ler. Beijo

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 10, 2019

      E aí, Nati!
      Eu não te julgo, mulher. Quem não compraria esse livro só por ele ser maravilhoso pelo lado de fora (E DE DENTRO!!!!)? hahahaha
      Mas, o que mais compensa mesmo… é que além de lindo, a história prende a gente o tempo todo. Adorei!! Espero que goste quando tiver a oportunidade de lê-lo.
      Um beijão

  • GISLAINE LOPES
    outubro 03, 2019

    Oi Carol,
    Amo ler distopias, mas o gênero acabou ficando muito repetitivo para mim, então receber a indicação de uma história que trás alguns diferenciais em relação a outras distopias é algo bem curioso para mim. Então de cara algumas coisas me agradaram como o fato do mundo funcionar sem a presença de mulheres e os personagens masculinos terem seus pensamentos audíveis por todos que ainda habitam o mundo. Mas um protagonista tão jovem narrando uma história como essa não era algo que eu esperava. Nunca li nada do Patrick Ness, mas já ouvi ótimas críticas sobre sua escrita e acredito que sejam verdadeiras, pois vejo aqui algo muito interessante e de grande impacto e, para ser honesta, só li ótimas recomendações sobre essa obra. A inserção de Viola na trama trás tantos questionamentos e não tem como não analisarmos o enredo sem compara-lo a nossa própria realidade. Para um primeiro livro de uma série acho que esse trás bastante informação e mesmo achando a história até bem complexa não foi difícil para mim, através de sua resenha, me situar a respeito da história.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      outubro 06, 2019

      Gislaine, folgo em saber que consegui te fazer compreender alguma coisa dessa distopia. Eu confesso que distopias e ficção científica são sempre as resenhas que eu mais “sambo” pra escrever. É complicadíssimo repassar algumas coisas para quem tá lendo a gente, sem que falemos demais, pois qualquer coisa pode ser um spoiler. hahahaha
      Mas, eu adorei suas impressões a respeito do que consegui transmitir aqui. Acho que é isso mesmo!!! Estou super empolgada para ler os próximos volumes.
      Grande abraço