LIVRO

RESENHA | JULIETA – ANNE FORTIER

18 setembro, 2019 por

Julieta - Anne Fortier

Julieta é o romance de estréia de uma das minhas escritoras favoritas: a dinamarquesa Anne Fortier. E eu sei que, só de ler o título, muita gente já vai revirar os olhos e pensar que lá vem mais um livro clichê sobre a história super batida de Romeu e Julieta. Mas se eu posso pedir alguma coisa a vocês, lá vai: confiem em mim, esse livro é simplesmente maravilhoso. 

Ele é uma releitura, claro, da história contada por Shakespeare e mais infinitas adaptações de filmes, livros, contos… Ufa! Existe, sim, muito material baseado na imortal história de Romeu e Julieta. Mas eu garanto que não existe nenhuma, nenhuminha mesmo, como a que Anne Fortier escreveu de forma tão maestral.

Como quem rege uma orquestra extremamente afinada, a escritora juntou a história original à sua própria ideia do romance, sua habilidade de escrita maravilhosa e, voilà!, publicou algo tão perfeito e sublime que eu não tenho escolha a não ser indicar pra vocês e explicar detalhadamente porque vocês não podem chegar ao fim desse ano sem ler esse romance.

“Nunca saberei quanto tempo durou nosso beijo. Foi um daqueles momentos que nenhum cientista jamais consegue reduzir a números, por mais que se empenhe. Só sei que, quando enfim o mundo voltou rodopiando, vindo de algum lugar agradavelmente distante, tudo estava mais luminoso do que nunca e valia mais a pena. Foi como se todo o cosmos houvesse passado por uma reforma exorbitante desde a última vez que o olhara… ou talvez eu nunca tivesse olhado direito.”

Apesar de ser já ter sido lançado há um tempinho, em 2010, Julieta é um livro pouco conhecido. Sempre que eu começo a falar “então, é uma releitura de Romeu e Julieta”, as pessoas já torcem o nariz na hora e dificilmente aceitam a sugestão. Mas, contudo, porém, entretanto… Se você gosta de romance, romance histórico, romance com um pouquinho de ação… Continua lendo, porque esse romance definitivamente é pra você. 

Quando eu li Julieta pela primeira vez, lembro direitinho, era um feriado e eu tinha tempo de sobra. Acabei devorando completamente o historia. Por isso posso dizer com toda a certeza: é viciante! Em seguida, emprestei pra minha mãe e lembro que ela me falou que levava pra ler no banco, nas filas, em qualquer lugar que podia. E toda pessoa que emprestei depois me falava basicamente o mesmo. 

Enfim, quando pegarem pra ler, já vão sabendo que é impossível parar! Quem tiver kindle à prova d’água, inclusive, vai poder ler até no chuveiro (que é o que dá vontade de fazer, mesmo). Eu costumo dizer que essa é a história oficial de Romeu e Julieta, pra mim, desde que li o livro. Afinal, Shakespeare que me desculpe, mas ficou incrível.

“Existe a luxúria, como sabeis, e existe o amor. São coisas aparentadas, mas, ainda sim, muito diferentes. Comprazer-se com uma exige pouco mais do que uma fala melíflua e uma muda de roupa; para obter o outro, porém, o homem tem que abrir mão de sua costela. Em troca, sua mulher desfará o pecado de Eva e o reconduzirá ao Paraíso.”

Julieta - Anne Fortier

O Julieta começa com morte de Rose, tia-avó da nossa protagonista: Julie Jacobs. Julie e a irmã, Janice, nasceram em Siena, na Itália, e tiveram que se mudar para os Estados Unidos após o falecimento de seus pais. Por isso, foram criadas pela tia Rose. Depois do funeral, Julie tem uma surpresa: a tia deixou toda a herança para a insuportável Janice e, para ela, apenas uma carta. 

A carta, porém, conta um segredo… Julie descobre que sua mãe encontrou um tesouro de valor inestimável antes de morrer e, agora, ela precisa desvendar o que era. E a carta não para por aí: tia Rose também conta que Julie não é seu nome verdadeiro. Ela se chama, na realidade, Giulietta Tolomei. Mesmo que tudo pareça loucura, Julie, que agora é Giulietta, resolve encarar a aventura e entra num avião para Siena. 

O livro também ambienta duas histórias ao mesmo tempo: a de Julie, nos dias atuais, e a de Giulietta Tolomei, que viveu séculos antes. Parece confuso. Na verdade, é um pouco. Mas a história inteira é muito mágica, muito bem contada e muito, muito especial. Assim, enquanto Giulietta conhece seu Romeo e toda a sua história trágica se desenrola, Julie vai descobrindo quem ela realmente é. E quem ela foi, também. 

Eu sempre tento manter os spoilers longe, mas acaba sendo um pouco inevitável. Porém, é importante dizer que Julie é muito, muito mais do que apenas Julie Jacobs. Ela é descendente de uma família secular italiana, que vivia em pé de guerra com outra família. A de Romeo, claro, os Marescotti. Mas será que foi sempre assim? Cabe a Julie tentar desvendar todos esses mistérios que a envolvem. 

“Agora compreendia que Frei Lorenzo sempre estivera certo. “O mundo mortal é um mundo de pó”, costumava dizer. “Onde quer que pisemos, ele se esfarela bem embaixo de nossos pés e, se não andamos com cuidado, perdemos o equilíbrio e despencamos pela borda, caindo no limbo.”

Entre flashbacks e aventuras, somos transportados para Siena, tanto a do período histórico de Giulietta e Romeo quanto a de Julie. E che bella città! A habilidade e precisão de Fortier para descrever não apenas a cidade, mas o período histórico, os personagens, cenários e acontecimentos é maravilhosa. Nos vemos completamente envolvidos e imersos na história. 

Por diversas vezes me peguei ansiosa para que os flashbacks voltassem e eu pudesse saber mais sobre Giulietta e sobre Romeo e os palios de Siena e até mesmo o cenário artístico local. E enquanto lia os flashbacks, ficava me perguntando como estaria Julie no meio de tanto caos e de sua vida girando completamente. Esse é o poder da autora: uma escrita que te deixa totalmente absorto.

Quer você goste de Shakespeare, quer não, a estória criada por Anne Fortier é deslumbrante, mágica e deliciosa de se ler. Infelizmente, porém, a edição que eu li (e fotografei) só pode ser encontrada em sebos. Talvez pela baixa popularidade, a Arqueiro acabou por substituí-la por uma capa diferente em uma edição econômica, sem orelhas e papel mais fino e simples. Mas o livro em si ainda vale (e muito!) a pena!

“- Tudo o que dizemos é uma história. Mas nada do que dizemos é apenas uma história.”

_________________________________________________________________________________________________________________

FICHA TÉCNICA
Título: Julieta
Autor: Anne Fortier
Editora: Sextante
Número de Páginas: 448
Ano de Publicação: 2010
Gêneros:  Ficção, Romance, Suspense e Mistério
Adicione a sua lista do Skoob
Onde comprar: Amazon 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário