“FERA” é o primeiro livro da autora Brie Spangler, um New Adult  publicado no Brasil pela editora Seguinte em 2017. Inspirado em um dos clássicos mais conhecidos de todos os tempos “A Bela e a Fera”. Conta a história de Dylan, um jovem de 15 anos, com quase dois metros de altura e o corpo todo coberto por pelos, o que o deu o apelido de Fera no colégio. Junto ao fato dele preferir os cadernos aos esportes, ele se tornou um alvo.

Em um dos seus dias solitários em casa Dylan sobe no telhado e acaba caindo e quebrando uma perna. Preocupado com sua queda e sua perda recente do pai, o médico que o atende  aconselha sua mãe a inscrevê-lo em uma terapia de grupo onde ele acaba conhecendo Jamie, uma menina linda que atrai sua atenção. Entre terapia em conjunto e passeios os dois vão se tornando grandes amigos e um romance começa a florer entre eles, porem Jamie tem um segredo que precisa contar a Dylan.

“[…]há algo que Dylan não conhece sobre Jamie, algo que ela compartilhou com o grupo no dia em que ele não estava ouvindo. 
Algo que não deve mudar nada. Ela é quem ela sempre foi –  uma fotógrafa incrível e amiga dedicada, que também é transgênero. 
Mas Dylan vai ver ela isso assim?” 

“FERA” é aquele tipo de livro que ao ler você quer gritar do alto de um prédio pra que todos os amigos comecem a leitura agora. Com uma sensibilidade e um carinho imensos a autora criou personagens únicos, lindos e queridos pra sempre. Cada um deles tem seus problemas, suas dificuldades e uma chama única, o que me conquistou a cada nova página.

Dylan lidando com o bullying, com as mudança em seu corpo, sofrendo com a perda do pai e as atitudes de um melhor amigo que às vezes mais parece um estranho. Já Jamie aprendendo a lidar com quem ela realmente é, aceitando e buscando o corpo que reflete o seu verdadeiro eu, sua personalidade positiva e carinhosa ganha a atenção das pessoas que no primeiro momento dão toda atenção, mas que quando descobrem que seu corpo não reflete seu eu interiro a menosprezam.

Achei que a leitura de FERA – BRIE SPANGLER seria pesada, angustiante e triste, pois estamos falando sobre dois temas muito complexos, bullying e identidade de gênero, questões difíceis e por muito tempo tabu na sociedade em que vivemos. Entretanto, Brie Spangler conseguiu contar sua história de uma forma bem leve, mas ao mesmo tempo marcante, que nos mostra o crescimento dos personagens e sua luta por entender as situações que vivem

“– Desejei encontrar alguém que quisesse estar comigo, só isso. Simplesmente estar comigo.
– Quero estar com você.”

FERA - BRIE SPANGLER

Dylan não é um garoto sem erros, a amizade dele com o DJ é pouco recíproca, e ele não está alheio ao fato que um dos seus maiores algozes é seu melhor amigo, porém  ele sente que vai perder ainda mais abrindo mão dessa amizade. Talvez seja porque todo mundo quer ser como esse amigo, andar como, ele abre todas as rodas sociais da escola, ou até mesmo pelas vantagens de um amigo rico, mas com todos os defeitos e piadas de mau gosto, DJ também às vezes age como um bom amigo e é o primeiro a defender Dylan.

Já Jamie é uma personagem única, ela é linda por dentro e por fora e a forma como vê o mundo é incrível. Queria ser amiga dela, conversar diariamente com ela e tentar ver o mundo através dos seus olhos, porque é fantástico. Ela sem dúvida  é minha personagem querida, principalmente por como ela lida com as situações boas ou ruins e com o fato de ser transgênero.

“Enquanto ela lê, algo nela parece capturar a luz, segurá-la em sua pele e distribuí-la pela sala como cartas no pôquer.”

FERA - BRIE SPANGLER

FERA – BRIE SPANGLER é mais que um livro sobre um garoto que conheceu uma garota, é sobre respeito, aceitar o outro como ele é, aprender que temos nosso preconceito mas temos que superá-lo para aprender a ser feliz. Dylan sentiu na pele o que era amar alguém mas ter dificuldade em aceitar como era essa pessoa, porque ele conheceu sua essência, seu verdadeiro eu e não só físico, ao mesmo tempo ele conheceu alguém capaz de ver quem ele é e não sua aparência que o deu o nome de Fera.

E sabe o que transformou a experiência dessa leitura ainda melhor? O fato de todo o livro ser me primeira pessoa, na visão do Dylan, porque isso me deu a oportunidade de ter mais contato com ele, de entender sua visão sobre certas coisas que para mim seria impossível. Foi aceitar e ver que o mundo é muito mais que preto e branco.

_______________________________________________________________________________________________________________

Autora: Brie Spangler
Ano: 2017
Páginas: 384
Editora: Seguinte
Gêneros: Ficção, Jovem adulto,
Adicione a sua lista do Skoob
Compre usando nosso link da AMAZON