Em Dezesseis Luas conhecemos Ethan Lawson Wate, um jovem de 16 anos que há pouco tempo perdeu a mãe em um acidente de carro. Ele mora com seu pai e Amma, a governanta da casa que ajudou a criar ele e seu pai, em Gatlin, uma cidadezinha pequena no sul dos Estados Unidos.

Ethan é inteligente e faz parte do time de basquete da Jackson High School, mas o que ele mais deseja desde o acidente de sua mãe é se formar logo e sair de Gatlin, o que ele não esperava é que uma certa garota que rondava seus sonhos aparecesse na cidade e mudasse sua vida.

Lena Duchannes, sobrinha do recluso e chamado de louco na cidade, Macon Ravenwood, era a garota nova tentando se adaptar a Gatlin, mas Lena e toda sua família guardam um segredo e uma maldição. Eles são conjuradores – bruxos – e quando completam 16 anos, as pessoas da sua família são invocadas para a “Luz” ou para as “Trevas”, sem direito de escolha para qual lado irá seguir.

 “… cada superfície do quarto estava coberta com a distinta caligrafia dela em preto. Nas beiradas do teto agora tinha: a solidão domina aquele que você ama 
 Quando você sabe que pode nunca mais abraçá-lo. Nas paredes: Mesmo perdida na escuridão.
 Meu coração vai encontrar você.” (Pág 409)
{ #RESENHA } DEZESSEIS LUAS - MARGARET STOHL E KAMI GARCIA

A história, contada pelo ponto de vista de Ethan mostra como um mortal e uma conjuradora prestes a ser invocada se apaixonam, e como esse amor transforma a vida dos dois. Com elementos que fazem do romance ser épico, como maldições, magia, amores proibidos e uma história de antepassados que passaram por quase a mesma situação, os dois procuram passar por cima das diferenças e dos preconceitos existentes com relação ao relacionamento dos dois.

Dezesseis Luas” é um livro surpreendente, lembro que assim que acabei de ler e soube que estavam produzindo o filme, meu coração se encheu de alegria – se eu soubesse como aquele filme me decepcionaria ia era brigar com quem estava produzindo, mas. O livro foi um sucesso de vendas, a série toda na verdade, que conta com quatro volumes: Dezesseis, Dezessete, Dezoito e Dezenove Luas.

As autoras fazem com que o leitor se transportem para a pacata Gatlin, e do ponto de vista de Ethan, sintam e façam parte da história. Uma coisa que quero ressaltar é que eu vim de uma cidade pequena, e meus pais de uma menor que a minha, então quando percebi a Gatlin que elas descreveram, vi minha cidadezinha do interior com todos os preconceitos que nela existiam.

“Mas não quando se tratava dela. Não dava para evitar. Eu sempre pensava nela. Sempre voltava a ter o mesmo sonho, mesmo não conseguindo explicá-lo. então, era esse o meu segredo, tudo que queria contar. eu tinha 16 anos, estava me apaixonando por uma garota que não existia e estava ficando louco.” (Pág 13).

DEZESSEIS LUAS - MARGARET STOHL E KAMI GARCIA

Outra observação, que pode até ser clichê mas foi uma peça fundamental para mim, é o melhor amigo de Ethan, Link. Um cara que nasceu em uma família respeitada na cidade e que a mãe é doida e religiosa, mas ele é bem rebelde. Sonha em ser um astro do rock e tem uma banda. Outra personagem é a linda e sexy Ridley, prima de Lena e conjuradora das trevas, que chega em Gatlin abalando as estruturas e os corações de jovens mortais como Link.

DEZESSEIS LUAS - MARGARET STOHL E KAMI GARCIA

Dezesseis Luas” é o primeiro livro da série “Beautiful Creatures”, lançado em 2009 pela editora Galera Record. O livro foi uma parceria entre as escritoras e amigas Margareth Stohl e Kami Garcia. A adaptação cinematográfica foi para o cinema em março de 2013, mas recebendo críticas negativas e não tendo alcance de bilheterias não houve sequência para os próximos livros. Atualmente podemos encontrar o filme no catálogo da Netflix.

________________________________________________________________________________________________________________
Título: Dezesseis Luas (Beautiful Creatures)
Autora : Margaret Stohl e Kami Garcia
Ano: 2010
Páginas: 490
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia, Romance, Aventura
Onde comprar: AMAZON