{ #RESENHA } DANÇANDO SOBRE CACOS DE VIDRO – KA HANCOOK

19 dezembro, 2018 por
DICA DE RESENHA: DANÇANDO SOBRE CACOS DE VIDRO - KA HANCOOK
Autora: KA HANCOOK | Ano: 2013 | Páginas: 329 | Editora: Arqueiro | Gênero: Ficção, romance e drama | Adicione a sua lista do Skoob | Onde comprar: Amazon  

“Todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Na maior parte do tempo não acontece nada de extraordinário. Com  Mickey, porém, haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro. Haverá sofrimento. Nesse caso, ou você fugirá ou aguentará firme até o pior passar.”

Lucy e Mike se apaixonam contrariando toda a lógica de uma relação bem sucedida. Lucy tem um histórico familiar de câncer e Mike é diagnosticado com transtorno bipolar. Ambos têm noção de que não é sadio se envolverem, mas ninguém consegue ir contra o coração. E contrariando tudo e todos eles se casam, entre altos e baixos, conseguem levar adiante o casamento e fazem a promessa um para o outro de que não terão filhos. E a promessa é mantida até o 11º de casamento, quando tudo o que eles prometeram não faz mais sentido e muda completamente a forma de ambos verem o futuro do relacionamento.

Todo relacionamento é feito de altos e baixos, mas o relacionamento de Lucy e Mickey é uma verdadeira montanha russa até que, desafiando a realidade da vida do casal, Lucy engravida.  Por um momento o casal fica feliz com a notícia, porém acabam recebendo outra notícia quase que simultaneamente que acaba com esta felicidade, Lucy e descobre mais uma vez doente, outro tumor, desta vez no pulmão. A solução para que possa se tratar e tentar se curar é abortar, mas, ela sente como se esta criança fosse a tábua de salvação do casal, talvez mais de Mickey do que dela, então como matar o fruto do amor dos dois?

DANÇANDO SOBRE CACOS DE VIDRO - KA HANCOOK

Eu não sei como agiria no lugar da Lucy. Sei que viria em primeiro lugar a ideia de preservar a vida da minha filha, mas e o medo e a incerteza do futuro me deixariam com muito medo, no caso de, ela ainda tem a dúvida de que se o marido seria capaz de criar a própria filha ou se bebe acabaria indo para em um abrigo, caso ninguém intercedesse por ela.

Lucy mostra que o amor deve estar acima de todos os problemas e Mickey confirma que o amor na maioria das vezes é a força que precisamos para resolvermos nossos medos e inseguranças, uma vez que o amor da Lucy era a sua tábua de salvação nos momentos de crise. Durante a leitura questionei a força que Lucy tinha para fazer dar certo este casamento diante de duas doenças tão tensas.

 Eu a via como uma pessoa tendo como única opção ser forte, por ela e pelo Mike, que na maioria das vezes acabava surtando e tendo eu ser internado, mas a via também como uma pessoa que conseguia aproveitar os momentos bons do casamento.  Ao se colocar no lugar dela não sei se teria metade da força que teve, não sei se conseguiria chegar ao casamento, o que dirá a 11 anos de casada.


“— Eu amo tanto o Mickey. Acho que desde o primeiro minuto em que o vi. Isso pode soar engraçado porque tem havido tanta loucura ao longo dos anos. Mas não é disso que me lembro. As pessoas me olham como se eu fosse especial porque Mickey é o Mickey e eu aguento há todo esse tempo. A única coisa especial em mim é o fato de ele me amar. — Virei-me e olhei para o rio. — Mas a verdade é que Mickey não é como você e eu. E não sei o que vai acontecer com ele depois que eu me for.”

Não tem como não falar das irmãs de Lucy, A doce e delicada Lily, que seria capaz de qualquer coisa para ver a irmã feliz; a inatingível e bela Priss, que está sempre pensando de forma prática, as três são o porto seguro uma das outras, mas é na irmã Lilly, junto com o cunhado que Lucy encontra apoio para os momentos conturbados com Mikey.

Dançando sobre cacos de vidro faz a gente se emocionar e chorar muito, mas mostra que através do amor somos capazes de ajudar as pessoas que amamos. Confesso a vocês que tive muita dificuldade para ler este livro, tive que dar várias pausas para conseguir recuperar a “sanidade” e voltar e ler. A história de Lucy e Mike é forte, intensa e arrasadora.

LIVRO DANÇANDO SOBRE CACOS DE VIDRO - KA HANCOOK

Eu não conhecia a escrita da autora, gostei muito, ela escreve sobre dois temas muito fortes de uma forma simples, direta, mas otimista, mostra o mal que as duas doenças causam, mas mostra também que, a força de vontade de uma pessoa é capaz de oferecer verdadeiros milagres. Foi assim com Lucy que como todas nós mulheres têm o desejo de ser mãe. Eu me senti no lugar da dela várias vezes e todas as vezes quase não tive condições de continuar e ser forte pelo Mike, é como eu vejo a Lucy, alguém pronta para desistir mas que sempre quer tentar mais um pouco em nome do amor que sente pelo marido.

Esta história nos faz pensar no verdadeiro sentido do amor.

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

4 Comentários

  • Carol Campos
    dezembro 22, 2018

    Impactante, não apenas por causa da história e sim por causa da carga emocional que traz consigo. Escolhas devem ser feitas e decisões tomadas, não é fácil. Não é meu tipo de leitura mas, gosto de vez em quando sair da minha zona de conforto… Li boas avaliações dele, gostei da indicação.

    https://twitter.com/CaarolForbes/status/1076306585729880066?ref_src=twcamp%5Ecopy%7Ctwsrc%5Eandroid%7Ctwgr%5Ecopy%7Ctwcon%5E7090%7Ctwterm%5E3

  • O Vazio na Flor
    dezembro 20, 2018

    E quem um dia irá dizer que existe razão pras coisas feitas pelo coração??
    Caramba, que enredo fabuloso!
    Como não conhecia o livro, estou aqui encantada com tanto drama reunido em um único livro. As doenças, a gravidez, a chance de se salvarem e com isso, salvarem a família.
    Decisões, escolhas.
    Puxa, vai para a lista de mais desejados agora!!!
    Beijo

    https://twitter.com/AngelaGabriel1/status/1075692038119702528

    • Revisora de ideias
      dezembro 22, 2018

      Ângela, só recomendo não esquecer do lenço. Eu chorei muito. É muito intenso. Você se envolve na história