No ano de 2018 a Companhia das Letras nos trouxe uma preciosidade. Quando falo “nos trouxe”, estou falando daqueles apaixonados por literatura que trata do mais puro terror, do horror e gótico. Seu nome: Contos Clássicos de Terror; e essa edição está impecável! No formato em capa dura, que nós leitores sempre babamos um pouquinho mais, essa obra conta com 408 páginas, e com 19 histórias de medo em forma de contos. Esses, assinados por verdadeiras divindades do estilo, contamos com as macabras linhas de Machado de Assis, Bram Stoker, Stephen King, Edgar Allan Poe, Lygia Fagundes Telles, H. G. Wells, e W. W. Jacob entre muitos outros nomes conhecidos.

A coletânea foi feita com muito esmero, uma vez que não é uma fácil decisão escolher entre tantos contos de Poe, King e Lovecraft, por exemplo, autores que sou fã declarada (também sou uma consumidora descontrolada de contos em geral). Imagino o trabalho e dedicação por parte dos organizadores. Só podemos agradecer por ter um livro desses às mãos, e pela dedicação, seleção e introdução de Julio Jeha. Ah, uma observação válida: o conto de H. P. Lovecraft é a tradução de uma história inédita no Brasil!

“Tanto nas empreitadas físicas quando nas intelectuais o mal absoluto e definitivo é a morte, já que ela encerra nossa existência”.

Como sempre, existe uma grande dificuldade em trazer uma resenha se o livro é de contos. Tenho certeza que minha escrita ficaria cansativa demais se eu falasse uma linha sequer sobre todos os 19 tesouros que li, e que gostaria muito de contagiar a cada um de vocês a sentir vontade e prazer em ler. Dessa forma, decidi falar um pouco sobre os 2 que mais eu gostei. E como sou fã assumida de Stephen King desde pequenininha, vou deixar o conto “Vovó” de fora dos meus prediletos nesta edição, assim como “O Barril de Amontillado” (Poe), pois vocês devem estar cansados de saber o tamanho da minha devoção por esses dois norte americanos. Entendam-me, por favor!

“Como as histórias a seguir nos mostram, a literatura do medo é, sobretudo, múltipla e não se deixa capturar em um só desenho. A retórica do indizível, marcada pela presença do monstro, torna a própria literatura monstruosa: recusando-se a ser circunscrito por uma definição, o mal causa um curto-circuito na significação ao se conectar com uma rede de metáforas sem limites”.

Em “A Causa Secreta” (Machado de Assis), o autor que sempre teve uma maestria em mexer com o psicológico de suas personagens, e principalmente com o nosso, me fez sentir em meio a uma história muito forte, muito invasiva, que incomodou de verdade.

Ficamos conhecendo um sádico que quando lhe dá vontade, pratica o bem. No caso, essa sua ‘boa ação’ se dá conforme lhe conceda o poder de exercitar seu prazer. Ele brinca com as pessoas, com seus sentimentos, e se o resultado disso for devastador para o outro, tanto melhor!

Em certo momento da história Machado de Assis descreve uma cena de tortura a um simples rato, que olha, é de tirar o sono de qualquer um. Com certeza tal descrição deve figurar entre umas das mais terríveis dentro da literatura brasileira. Fiquei com muito asco de imaginar que realmente existem pessoas capazes de cometer tais atos e sentirem imenso prazer em fazê-lo. Essa cena foi a mais real e crua em todo o conto (no meu ponto de vista)!

Esse conto veio como uma tentativa bastante sagaz e eficaz do autor em expor e explicar sem nenhum floreio o que significa o termo sadismo. Existe uma grande chance de você ficar impressionado após ler essas linhas.

“Apenas quando a literatura reconhece sua cumplicidade com o mal é que ela cumpre sua natureza, que é comunicar o essencial”.

Agora, em “A Mão do Macaco”, que é uma grande obra prima da literatura, já bem conhecida pelos leitores do gênero, aparece com certeza como um dos meus preferidos aqui contidos. Em um conto curto, somos informados que uma pata de macaco há muito já mumificada é um amuleto muito poderoso.

Quem possuir esse amuleto em mãos tem a ‘sorte’ de poder lhe fazer os tão famosos ‘3 desejos’. Como sempre, os desejos que preenchem o coração do homem acabam por interferir na ordem normal das coisas, atrapalhando o desenvolvimento natural dos acontecimentos.

Já podemos deduzir que o preço a ser pago por esses 3 pedidos passa longe de ser leve. As consequências são terríveis, e constitui uma formação moral em mim que já conquistei há algum tempo: NADA vem de graça. O que é fácil demais, ou irá da mesma forma que veio, ou exigirá demais de você (pense sempre nas consequências)!

“A literatura não é inocente’, diz Bataille, ‘ela é culpada e deveria reconhecer-se como tal.” 

DICA DE LEITURA: CONTOS CLÁSSICOS DE TERROR - VÁRIOS AUTORES

Ambos os contos que escolhi para recomendar Contos Clássicos de Terror inteirinho de capa a capa a vocês, eu avalio com nota 10! São perfeitos no que pretenderam passar. E são histórias que não são tão somente escritas para assustar, para meter medo. Esses contos acabam por nos deixar com o ‘olho aberto’ aos reveses da vida, às situações que nos surpreendem, até às pessoas que não conhecemos direito. Acaba que a gente fica com aquele ‘pé atrás’ bem justificado. Obrigada, autores dos contos de terror, horror e gótico!

A diagramação da edição ficou bem simples, em folha amarelada, e uma gramatura muito confortável ao leitor. A gente vai passando as páginas, vai devorando o que os escritores estão nos contando, e nem percebe o tempo passar. Repito que a edição em capa dura ficou maravilhosa, e o estilo de fonte gótica deu todo uma característica especial, assim como a escolha de cores. Ou seja, livro bom e bonito, por dentro e por fora. Já virou aquele xodó da estante. Fica também a dica de que você poderá ler contos de medo de alguns autores que você nunca imaginaria terem textos que mexem com esse tipo de imaginário! Se jogue. Não irão se arrepender.

______________________________________________________________________________________________________________

Titulo: Contos Clássicos de Terror
Autores: Vários
Ano: 2018
Páginas: 408
Editora: Companhia das Letras
Gênero: Antologia, Contos, Terror, Horror, Gótico
Adicione a sua lista do Skoob
Onde comprar: Amazon