DICA DE LIVRO: CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO - RYSA WALKER

Em “Chronos: Viajantes do Tempo” Kate Pierce-Keller é uma garota de dezesseis anos que tem uma vida relativamente normal. Passa metade da semana na casa de seu pai, que mora próximo a sua escola, e a outra metade com a sua mãe. Quando sua avó materna chega na cidade revelando que ela é uma viajante do tempo, nascida no futuro e que está presa no passado, a vida de Kate começa a virar do avesso. Para salvar sua família e o presente como ela conhece, é preciso que ela volte ao passado e intervenha em um evento que está mudando a sua existência. Confuso não é? Mas acredite em mim, vale a pena entender.

Ficção científica e viagens no tempo nunca estiveram na minha lista de gêneros preferidos, então, quando um autor consegue me prender com essa premissa é sempre uma boa surpresa. 

 

“Connor estava na minha frente, e parecia prestes a mudar de ideia e me dizer que acharia outro jeito de resolvermos aquilo. Inclinei-me e lhe dei um beijo na bochecha, e então, sem parar para pensar nem mais um segundo, defini meu destino e fechei os olhos.”

-Chronos Viajantes do Tempo

{ #RESENHA } CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO - RYSA WALKER

Como disse no início, nunca fui muito fã de livros/filmes/séries de ficção científica, e viagem no tempo sempre foi um tema que me dava preguicinha (está aí o exemplo de DC’s Legends of Tomorrow, apesar de gostar de várias séries da DC, Legends eu empurro com a barriga até os quatro últimos episódios que sempre prendem a minha atenção). Enfim, quando vi o título e a capa da publicação pela primeira vez, me encantei, afinal como não se encantar com a Darkside? Mas ao ler a sinopse, a preguiça já começou a prevalecer, mas me obriguei a abrir a mente para a história.

 

Como é o primeiro volume de uma trilogia, foi preciso que a autora introduzisse o leitor no universo que ela estava criando e na vida dos personagens. O que eu achei mais interessante, é que a personagem principal não sabe nada sobre as viagens no tempo, assim como o leitor, e os dois são apresentados juntos a tudo isso e aprendem juntos. Em várias ocasiões na trama podemos perceber que a cabeça de Kate está uma confusão com todos os termos que lhe são apresentados e os fatos que sua avó lhe conta, e esse sentimento repercutiu realmente em mim.

Acho bem bacana, quando conseguimos acompanhar um enredo da mesma forma que o personagem principal. Dá uma sensação de que realmente entramos na história, foi por isso que eu não quis desistir da leitura e continuei insistindo para ver onde iria dar. Um fato que foi bem engraçado é que o livro me fez ter a mesma sensação de Legends, o início foi mais puxado para mim, mas quase no final, comecei a ficar curiosa com alguns fatos e ele começou a ficar mais fácil, até que no final a autora me deixou bem curiosa para saber o que ela iria aprontar na continuação, como Kate iria resolver a confusão da linha temporal e do coração dela.

Tenho que dizer que o romance foi algo que me intrigou e me instigou a avançar na leitura, ele não teve uma grande participação no enredo e acabou deixando com vontade de mais, o que espero ter na continuação (não falarei muito porque não quero dar spoiler desnecessários). Outra coisa bacana foi que a autora me deixou com sentimentos bem conflitantes em relação a alguns personagens, em que em algumas páginas eu amava e em outras eu odiava (pode ser que esses sentimentos tenham aparecido apenas em mim, porque afinal, todos têm experiências diferentes de leitura).

DICA DE LIVRO CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO - RYSA WALKER

Para os próximos livros Rysa deixou um gostinho de “quero mais” para alguns personagens que parecem ser importantes para o contexto, mas não aparecem tanto na trama. Pelo que eu entendi, a autora tem uma proposta de colocar alguns fatos reais marcantes da história norte americana. Nesse primeiro volume ela introduziu a Exposição Universal de 1893, que ocorreu em Chicago. Foi nessa exposição que a roda gigante foi apresentada pela primeira vez e onde o serial killer H. H. Holmes construiu um hotel com o intuito de receber visitantes da feira (mulheres), matá-las e sumir com seus corpos.

O próximo, que já saiu, tem como eventos históricos a morte do presidente americano John F. Kennedy (1963), a cidade de Boston em 1905, onde o escapista Harry Houdini apresentava seus truques, e o interior do estado da Geórgia, no ano de 1938, onde as leis de segregação racial ainda existiam. Pesquisando um pouco no site da autora, percebi que a “Chronos” também possui uma versão Comics, trazendo outro enredo, com outros personagens. Só aí, dá para perceber o sucesso que foi não é?

CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO - RYSA WALKER

A capa da publicação possui uma mistura de elementos, como uma ampulheta e um relógio, todos eles entrelaçados fazendo com que a capa ficasse bem cheia, geralmente isso é algo que não me agradaria muito, mas a escolha das cores (roxo, verde, dourado e branco) e a composição acabou fazendo com que ela ficasse bonita, apesar de confusa. Outra coisa que devo dizer sobre a diagramação e que é algo recorrente na Darkside Books é que o estilo de letra e tamanho que eles escolhem para as edições sempre acaba dificultando um pouco a minha leitura (isso é algo que venho reparando em todos as obras que possuo da editora).

“A mão de alguém cobriu minha boca, contendo o grito antes que este escapasse dos meus lábios. A outra mão veio com um pano branco dobrado em direção ao meu rosto. Foi então que a ficha caiu. Os horrores dentro deste hotel não eram obras de apenas um homem louco. O dr. Henry Holmes provavelmente tinha um cúmplice. E graças à CHRONOS e a este estúpido medalhão, eu tinha caído bem na rota deles.”

RYSA WALKER - CHRONOS: VIAJANTES DO TEMPO

Rysa Walker cresceu em uma fazenda na Flórida a 50km de uma livraria e 16km de uma biblioteca, que nunca tinha novidades. Em seu site, ela diz que “havia momentos em que ela teria vendido a alma para poder colocar a mão em um livro novo” e que “a criação do Kindle poderia ser o resultado de um acordo do seu eu adolescente com o diabo”. “Viajantes do Tempo” o primeiro volume de “Chronos” foi vencedor do Young Adult e do Grand Prize no Amazon Breakthrough Novel Awards de 2013. A série vendeu quase meio milhão de exemplares desde 2013 e foi traduzida para quatorze idiomas.

_______________________________________________________________________________________________________________

Título: Chronos Viajantes do Tempo
Autora: Rysa Walker
Ano: 2017
Páginas: 320
Editora: DarkSide Books
Gênero: Ficção Científica, Aventura, Fantasia, Jovem Adulto
Adicione na sua estante do Skoob
Onde comprar: Amazon