RESENHAS

{ #RESENHA } CHRONOS: LIMITES DO TEMPO – RYSA WALKER ( CHRONOS #02 )

17 maio, 2019 por
{ #RESENHA } CHRONOS: LIMITES DO TEMPO (#2 CHRONOS) - RYSA WALKER

“Eu já vi você apaixonada por mim antes, e ainda vejo um pouco disso nos seus olhos. Eu tentei me convencer de que é só uma ilusão, mas não é.”

No primeiro volume de “Chronos” conhecemos Kate Keller, uma adolescente que descobre que sua avó é uma viajante do tempo que veio do futuro e ficou presa no passado. Entramos em um mundo de ficção científica com viagens no tempo, onde Kate tem a missão de impedir que seu avô, mude o presente que ela conhece e o futuro que pode ter. Na continuação, Kate ainda está tentando deter seu avô, sua tia Prudence e todos os ciristas que encontra pela frente.

No caminho para deter seu avô de mudar toda a história, Kate volta para o passado e passa por momentos históricos da história norte-americana, como assassinato de John F. Kennedy, em 1963 e o interior do estado da Geórgia, em 1938, onde as leis de segregação racial ainda eram uma triste realidade. Durante sua jornada, Kate conta com Kiernan, um descendente de viajante da Chronos que se apaixonou por Kate em uma linha do tempo que já foi alterada, e Trey, o garoto por quem ela se apaixonou na linha do tempo que ela recorda, mas que ele não se lembra.

CHRONOS: LIMITES DO TEMPO (#2 CHRONOS) - RYSA WALKER

“Mas é como esse livro que li uns anos atrás, escrito por uma senhora de Augusta: ela diz que você tem que passar o bem pra frente.”

Acho que qualquer pessoa que já leu alguma resenha minha sobre ficção científica, sabe que esse não é meu gênero favorito, mas que por ser encantada por fantasia costumo tentar dar uma chance. Quando peguei o primeiro livro, demorei séculos para ler, além de a leitura ser pesada para mim, com muitos termos novos que me estavam sendo apresentados, a diagramação da Darkside (letra e revisão) sempre me atrapalhou um pouco. Nessa continuação tive uma agradável surpresa: a leitura fluiu de uma forma mais fácil e rápida.

Não demorei um século para ler, e a autora conseguiu me manter ansiosa para saber o que ela ia fazer com os personagens. A trama parou de ser introdutória e agora com todo um início conhecido, consegui ver mais ação e viajar melhor com a história. No segundo volume o enredo continua cheio de intrigas, tanto políticas, quanto religiosas. Agora, vamos falar de romance? Na primeira resenha comentei sobre o indício de um triângulo amoroso, ele ainda existe e eu já até escolhi quem é meu crush nesse livro, apesar de que tenho a breve impressão que o casal que desejo não terá um final feliz, e que o meu crush pode me decepcionar de verdade.

Sobre a diagramação preciso dizer que na escolha das capas a Darkside nunca deixa a desejar. Carrego meus livros para cima e para baixo, e sempre escuto elogios sobre a capa quando estou com livros da editora, já até me disseram que leriam e comprariam apenas pela beleza da capa. E como discordar disso? Além de ser capa dura, eles sempre conseguem usar elementos que as deixam encantadoras, e toda a beleza continua do lado de dentro dele também, porque a editora tem o cuidado de cuidar do visual nas páginas que vamos ler.

“Ele não dava a mínima para a minha conta-argumentação, de que existiam diferentes tipos de força, que num mundo civilizado a força física não era tão relevante.”

Apesar disso, eu ainda tenho uma implicância com a fonte dos livros da Darkside, como já disse algumas vezes, leio muito dentro do ônibus, e talvez por ela ser mais fina, ou até mesmo pelo pouco espaçamento entre caractere, linha ou palavras, eu acabo me confundindo e me atrapalhando na hora de ler. Outra coisa que implico com a editora é em relação a revisão, apesar de ter melhorado um pouco, ela ainda peca muito com os erros que dão a impressão de que ninguém teve o cuidado de revisar.

“Pego o cartão da mão dele. São apenas sete palavras digitadas e uma assinatura.”

Agora vamos falar sobre essa autora, que me prendeu em um gênero que eu nunca pensei que fosse achar interessante? Rysa Walker cresceu em uma fazenda na Flórida a 50km de uma livraria e 15km de uma biblioteca, que nunca tinha novidades. Em seu site, ela diz que “haviam momentos em que ela teria vendido a alma para poder colocar a mão em um livro novo” e que “a criação do Kindle poderia ser um resultado de um acordo do seu eu adolescente com o diabo”.
“Viajantes do Tempo” o primeiro volume de “Chronos” foi vencedor do Young Adult e do Grand Prize no Amazon Breakthrough Novel Awards de 2013. A série vendeu quase meio milhão de exemplares desde 2013 e foi traduzida para quatorze idiomas. O terceiro e último volume de Chronos ainda não foi lançado no Brasil, mas estou torcendo para a Darkside trazer ele bem rapidinho, porque a curiosidade sobre como a história de Kate vai terminar é grande.

________________________________________________________________________________________________________________

Título: Chronos: Limites do Tempo 
Autora: Rysa Walker 
Ano: 2018 
Páginas: 384 
Editora: DarkSide 
Gênero: Ficção Científica, Aventura, Fantasia, Jovem Adulto | Adicione a sua lista do Skoob | Onde Comprar: Amazon

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário