“Aurora nas Sombras” é um quadrinho do autor Fabien Vehlmann e dos quadrinistas Marie Pommepuy e Sébastien Cosset. Esses últimos usam o pseudônimo Kerascoët. Esse é um quadrinho aquarelado em cores pastéis que, no início, te engana por suas cores e desenhos fofos. Porém, possui um texto direto onde toda a inveja, traição, cobiça e egoísmo muda a vida de uma jovem inocente que tenta ajudar todos à sua volta.

Indicado ao Prêmio Eisner em 2015, premiação mais importante para os quadrinhos, “Aurora nas Sombras” apresenta em seu primeiro momento uma jovem desesperada porque um belo rapaz está chegando para cortejá-la em um café da tarde em sua casa. Tudo está indo bem ao que parece. A conversa está se desenrolando e eles aparentam estar ser dando bem.

"Aurora nas sombras"

Até que assim, do nada, gotas vermelhas começam a cair sobre eles e desesperados cada um corre para um lado. Acontece então uma fuga da casa e daquela enxurrada de água vermelha, e é nesse momento que vemos que aquela casa, inicialmente bem arrumada e simples, na verdade é o corpo de uma menina em roupa de uniforme escolar, se decompondo. Assustador não?!

Nesse novo lugar a jovem Aurora tenta organizar da forma mais justa os alimentos que ela consegue achar. Ela se encontra entre todos aqueles serezinhos que fugiram da casa em decomposição e assim busca organizar um novo lugar para morar. Entretanto, o egoísmo e egocentrismo de um alguns desses seres começa a mostrar que sua ajuda altruísta não é tão bem-vinda assim. E desta forma, amigos de antigamente começam a mostrar seu lado mais cruel.

Sendo sincerona, precisei ler “Aurora Nas Sombras” duas vezes para entender melhor do que se tratava a história. Não ela toda, mas o início, quando tudo muda, e damos de cara com uma criança morta. Nessa hora o susto foi grande e eu tive que começar de novo. Depois, a história correu bem. Só que ela não perde sua complexidade, já que aqui vemos o que é preciso fazer para sobreviver. E quão baixo podemos chegar para isso.

Os temas tratados em “Aurora nas Sombras” são fortes e muito bem relacionados com o lado mais sombrio do ser humano. Como podemos nos tornar o que há de pior. E que a necessidade de sobrevivência acima de qualquer coisa, torna a vida de todos mais complicada. Enquanto Aurora tenta se adaptar de uma forma a qual possa ajudar e melhorar a vida de todos, existem aqueles que preferem o ‘puxa saquismo’. Outros usam sua influência para dominar os mais fracos, típico de nós humanos, que sempre nos colocamos em primeiro lugar.

As mortes, como elas acontecem e são descritas nesse quadrinho, não são para os fracos de estômago. É que ao longo de toda trama vamos vendo seres comendo as carnes da criança morta, se automutilando para alimentar, seres sendo enterrados vivos e outros mortos pelo gigante, animas e plantas. Tudo isso muito bem descrito e desenhado. O que te faz, por algumas vezes, até questionar se está realmente entendendo o que está acontecendo até aquele momento.

Aurora nas sombras

Mas, no geral gostei da forma como “Aurora nas Sombras” foi escrito e ilustrado. Gostei também de como o autor e os ilustradores conseguiram fazer um paralelo com os humanos e sua crueldade. Certeza que nada ali fica sem um final, ou talvez até mesmo uma vingança por parte de Aurora. Tudo se encaminha para um final assustador, de uma jovem que já não é tão boa como foi no início.

Com um traço aquarelado e fofinho no primeiro momento, o quadrinho vai acompanhando a jornada de vários personagens, bem como suas ações, algumas vezes até mesmo nojentas.  O cenário de tudo isso é o meio de uma floresta onde bichos e esses seres precisam coexistir.

_____________________________________________________________________________________________________________________

Title: Aurora nas sombras
Author: Fabien Vehlmann Kerascoët
Ano: 2019
Genre:
Publisher: Darkside Books
Pages: 96
Adicione a sua lista do Skoob
Compre na Amazon