LIVROS

ANNE DE GREEN GABLES – L.M. MONTGOMERY | RESENHA

01 novembro, 2019 por

ANNE DE GREEN GABLES

“Anne de Green Gables” está decididamente na lista das histórias mais doces que eu já li. Com ternura, acompanhamos a mudança da vida difícil da jovem órfã Anne Shirley, que com tão pouca idade já viveu e viu mais coisas horríveis do que deveria. É um misto de drama motivacional e emocionante que você precisa conferir.

Os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert são moradores da fazenda Green Gables, que fica no povoado de Avonlea, na Ilha do Príncipe Eduardo (Canadá). Ambos com a idade avançada, decidem adotar um garoto para lhes ajudar nas tarefas diárias. No entanto, por um engano, chega para a dupla uma jovenzinha ruiva cheia de sardas.

Anne Shirley é uma órfã de 11 anos que, após passar por algumas casas em situações precárias, foi deixada em um orfanato. Extremamente sonhadora e romântica, se encanta com a possibilidade de um novo lar e uma nova família. Seu jeito tagarela e divertido acaba conquistando o tímido e calado Matthew, e consequentemente a rígida Marilla. Inicia-se então sua jornada na linda Green Gables.

“Existem tantas Annes diferentes em mim… às vezes, acho que é por isso que causo tantos problemas. Se eu fosse apenas uma Anne, seria tão mais confortável; mas, por outro lado, seria muito, muito menos interessante.”

Todo mundo deveria conseguir enxergar a vida com o otimismo e a beleza de Anne. Ainda que precise mesmo embelezar algumas partes tristes. Isso que a torna mais especial. Ela passou e passa por várias situações desagradáveis, mas consegue tirar delas a força para seguir em frente feliz.

Sua maior aliada é a sua imaginação. Anne colore o mundo à sua volta de forma que tudo sempre seja como um conto de fadas. Mas na verdade acaba mesmo impactando e conquistando todo seu povoado, mudando vidas a partir da dos seus próprios tutores.

Matthew Cuthbert poderia ser descrito como: uma das pessoas mais doces que você irá conhecer. Não tem facilidade em conversar com mulheres, e acaba sendo o primeiro a se encantar e defender a garotinha. Com ela, ele nem precisa dizer nada! Ela conversa pelos dois. E como ela o agrada.

Já Marilla Cuthbert tem uma construção de personalidade incrível. Ela é séria, centrada, rígida. Mas isso não significa que seja mau ou incoerente. Ela e Anne mantém diálogos muito significativos na história, e neles é possível perceber como essa é justa e tem o coração mole pela garota.

“Oh, Marilla, aguardar ansiosamente um acontecimento representa metade do prazer que ele pode nos dar. Podemos até não conseguir o que desejamos, mas nada pode nos tirar a satisfação de esperar ansiosamente por aquilo.”

Ao abordar a história de Anne, é interessante também conhecer a história da autora Lucy Maud Montgomery. Lucy perdeu a mãe aos 2 anos e foi morar apenas com os avós, sendo assim também sempre foi uma criança muito apegada à imaginação e literatura. Ela escreveu diários durante quase toda a vida, que inclusive foram publicados após a sua morte.

Várias são as adaptações da história para o cinema e TV já realizadas, porém geralmente produzidas no Canadá onde é um forte clássico. Tem até desenho! No entanto, em 2017 a Netflix lançou em seu catálogo a série original ” Anne with an E”, que conta a trajetória da atrevida Anne Shirley.

A série é linda e faz jus à história do livro. Vou tentar não fazer muitas comparações para não atrapalhar nenhuma das duas experiências. Pois, embora muitos personagens e situações do livro já tenham sido abordados, alguns ainda não foram. Como por exemplo, um tal de Gilbert Blythe (saaaaabe) ter mais um ar de vilãozinho na literatura (ainda).

“- Se eu não fosse uma menina humana, acho que gostaria de ser uma abelha e viver entre as flores.
– Ontem você queria ser uma gaivota. – Marilla lembrou. – Acho que você é muito inconstante.”

Ainda que o livro tenha situações bem à frente seu tempo, principalmente no que se diz ao respeito à mulher, temos que lembrar que ele foi escrito em 1908. Ao se comparar com a série, vemos que esta vem tentando inserir muito mais situações e conflitos da nossa sociedade atual. O que é um ganho imenso, claro! Mas torna injusta a comparação.

“Anne de Green Gables” é o primeiro de uma série de (pasmem) 8 livros, que acompanham a vida da garota inteira. Neste primeiro ela começa com 11 anos e termina com aproximadamente 16. Da série, os cinco primeiros livros já foram traduzidos para o português. Os três últimos tem como protagonistas os filhos de Anne, mas ela aparece na história também. A ordem é:

  1. Anne de Green Gables
  2. Anne de Avonlea
  3. Anne da Ilha
  4. Anne de Windy Poplars
  5. Anne e a Casa dos Sonhos
  6. Anne of Ingleside
  7. Rainbow Valley
  8. Rilla of Ingleside
    Chronicles of Avonlea (Extra)
    Further Chronicles of Avonlea (Extra)

Há tempos namoro a história, até que a editora Autêntica lançou esse ano essa edição lindíssima! Me julguem, sou uma amante de capas bonitas. Não teve jeito, chegou o meu momento. A edição está super caprichada, com ilustrações, capa envernizada, folhas amareladas. Valeu a espera. Inclusive estou na torcida para que eles continuem a coleção.

Então fica aqui a indicação para que você não deixe de conferir este clássico. Conhecer essa garotinha que move o mundo à sua volta com o poder do amor, da ternura, do afeto, da amizade e da imaginação.

_____________________________________________________________________________________________________________

ANNE DE GREEN GABLES - L.M. MONTGOMERY

Autora: L. M. Montgomery
Ano: 2019
Páginas: 320
Gêneros: Infantojuvenil, Ficção, Jovem adulto, Literatura Estrangeira
Nota: Nota 5/5
Adicione a sua lista do Skoob
Compre usando nosso link da AMAZON

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário