FILMES

PSICOPATA AMERICANO | CRÍTICA

05 agosto, 2020 por

Quando eu soube que a Darkside Books iria relançar o livro Psicopata Americano do autor Bret Easton Ellis, quis assistir novamente o filme homônimo, que está disponível no serviço de streaming da Amazon, esperando ansiosamente a minha nova aquisição.

O filme foi lançado em 2000 e sua história se passa no finalzinho dos anos 80 (1987), na cidade de Nova Iorque. Patrick Bateman (Christian Bale), nosso protagonista, é um belo rapaz de 27 anos, bonito, bem nascido e bem sucedido, cheio de cuidados com o corpo e a pele. Temos conhecimento de sua rotina de exercícios, tratamentos de beleza, suas roupas caras, de seu bronzeamento artificial e também de seu trabalho como vice presidente de um conhecido banco de investimentos em Wall Street.

As noites são com seus colegas de trabalho rasos e ricos em jantares, boates e festas particulares, regadas com todos os aditivos inerentes ao lado mais sombrios da vida noturna de Nova Iorque. Sempre toma o cuidado de manter a aparência para sua namorada/noiva Evelyn Williams (Reese Witherspoon), que está louca para casar com Bateman.

Em uma reunião onde foi ostentado quem tinha o cartão de visita mais bonito e caro de todos os vice presidentes da empresa, Bateman fica furioso pela superioridade do cartão de seu colega, Paul Allen (Jared Leto), isso faz desencadear uma fúria descontrolada, acendeu um instinto de serial killer em nosso protagonista, com toda a torpeza, degradação, asco e repulsa que um psicopata consegue provocar.

A trilha sonora do filme é um caso a parte, Bateman demonstra um conhecimento musical apurado, com críticas e opiniões bem formadas. O álbum foi considerado cinco estrelas com músicas de David Bowie, The Cure e New Order, a canção que toca quando Paul Allen está na casa de Bateman,”Hip to Be Square” de Huey Lewis and the News, foi retirada da trilha sonora do filme, a Koch Records recolheu e destruiu aproximadamente 100.000 cópias do álbum.

O presidente da Koch Records, Bob Frank, disse, “Como um resultado da violenta natureza do filme, o management de Huey Lewis decidiu não dar autorização para sua música compor a trilha sonora do filme”.

A recepção do filme foi muito boa pelo grande público, o site Bloody Disgusting, especializado em notícias, entrevistas e comentários sobre filmes de terror, classificou Psicopata Americano em 19° de uma lista dos Top 20 de filmes de terror da década. Christian Bale foi muito elogiado por sua performance de serial killer/homem de negócios de Manhattan, sendo considerado um dos melhores papéis de sua carreira. O filme reflete nosso próprio narcisismo, e a rasa cultura americana da qual isso foi gerado, com penetrante eficácia, muito do crédito por isso pode ir para diretora Mary Harron, cujas tendências fora de ordem são um bom complemento.

Um filme que vale a pena de ser assistido! Rever esse filme me deu mais vontade ainda de ler o livro (que tem previsão de lançamento para o dia 26/08/2020 – informações do site da Darkside Books). Louca para poder falar que o livro é melhor que o filme, ou será que dessa vez será diferente? Já estão com vontade de matar a curiosidade da história de Patrick Bateman, será que ele teve um surto psicótico ou a psicopatia é uma característica inerente de sua personalidade? Assistam e me contam!

Assista ao trailer: 

Curiosidades sobre o filme Psicopata Americano:

• O filme causou muita polêmica nos Estados Unidos na época de seu lançamento, devido às suas fortes cenas de violência.
• Muitas pessoas aconselharam Christian Bale a recusar o papel de serial killer em Psicopata Americano, alegando que esse poderia ser um suicídio profissional. Isso apenas o encorajou mais a aceitar o desafio.
• Dois atores do elenco de Psicopata Americano, Christian Bale e Willem Dafoe, já interpretaram o papel de Jesus Cristo em produções anteriores. Bale e Mary, Mother of Jesus (TV) e Dafoe em A Última Tentação de Cristo .• Patrick Bateman trabalha na mesma empresa que Sherman McCoy, personagem interpretado por Tom Hanks em A Fogueira das Vaidades: Pierce and Pierce.
• Bateman deixa de participar de uma conversa afirmando que ele tem um compromisso com “Cliff Huxtable”. Esse é o nome do personagem de Bill Cosby em The Cosby Show.
• Um dos primeiros nomes cotados para interpretar o personagem Patrick Bateman foi Leonardo DiCaprio que, posteriormente, terminou desistindo do projeto.

Fonte : Adoro cinema 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário