LIVROS

OS PRÓS E OS CONTRAS DE NUNCA ESQUECER – VAL EMMICH | RESENHA

12 dezembro, 2019 por

 

Os prós e os contras de nunca esquecer

Os Prós e os Contras de Nunca Esquecer é uma ficção do escritor, cantor, ator e compositor estadunidense Val Emmich. A obra foi publicada em 2019, pela editora Intrínseca.

Joan Lenon é uma garotinha de 10 anos, que tem uma característica peculiar – ela se lembra de absolutamente tudo que aconteceu com ela, incluindo data e dia da semana, desde os cinco anos de idade. É um aspecto que tem um nome bem diferente – ela tem memória autobiográfica altamente superior. Segundo seu amigo Wyatt, sua condição se deve a uma queda de carrinho de supermercado aos 2 anos – bom, Joan acabou acreditando nisso também. E, por conta de sua memória prodigiosa, ela tem dificuldade em entender por que as pessoas não se lembram da mesma forma que ela.

Por conta do medo de ser esquecida, já que até mesmo sua avó não se lembrava mais da neta nos momentos finais – segundo a mãe, por conta da doença do alemão (Alzheimer), e ainda assim não se esqueceu das músicas que amava, Joan encontra uma oportunidade de ter seu nome registrado na história através de um concurso de música. Nada mais natural para uma garotinha que cresceu cercada por música, uma vez que seu pai ganhava a vida produzindo jingles para comerciais, e já teve uma banca de rock.

“- (…) As pessoas têm um monte de motivos para não se lembrar das coisas. Elas culpam a falta de energia, os ouvidos que não escutam direito, ou simplesmente estarem ocupadas, velhas ou cansadas demais. Mas, na verdade, é só porque elas não têm espaço suficiente em suas caixas.”

Mas, para criar a música perfeita, ela precisa de alguém para trazer inspiração. E, justo nesse momento, Gavin Winters entra na estória. Ele é um ator de um seriado de sucesso, que perdeu o marido recentemente por conta de um infarto fulminante, e não consegue seguir em frente. Por conta disso, resolve deixar Los Angeles e parte para New Jersey, onde é acolhido pela família de Joan, pois seus pais são grandes amigos desde a época da faculdade.

Gavin vê a oportunidade de rever seu amado Sidney através da memória prodigiosa de Joan, que em troca, tem um aliado para produzir a música que a tornará inesquecível. E é essa parceria improvável que acompanharemos ao longo dessa estória – afinal, enquanto Joan não quer ser esquecida, Gavin deseja recordar as lembranças dos dias felizes para superar a morte do marido.

Recebi Os Prós e os Contras de Nunca Esquecer na caixa do Clube Intrínsecos, e foi uma forma de sair da minha zona de conforto, afinal esse não seria um livro que eu escolheria para ler. E, já no início, me trouxe lembranças de uma época em que tinha tantos afazeres, que cheguei a esquecer de buscar minha filha na escola, da mesma forma que o pai da Joan faz com ela logo no início do livro. É, minha filha não se esquece disso…

“(…) Memorável é uma palavra difícil de entender. Tudo parece memorável para mim. Como vou saber o que é memorável para o resto das pessoas?”

Os prós e os contras de nunca esquecer

Outro item que me remete a ela são alguns desenhos da Joan ao longo do livro, que ela faz em seu diário para descrever ou ilustrar alguns pontos que considera importantes, e que também é uma recomendação médica para a sua condição. Escrever torna mais fácil para Joan a aliviar o excesso de informação que carrega, da mesma forma que conversar sobre suas lembranças também a conforta – e, ao mesmo tempo, conforta Gavin de sua solidão repentina.

O livro alterna capítulos sob o ponto de vista de Joan e Gavin, e em alguns momentos me perdi até entender quem era o foco. Os capítulos da Joan são mais leves e divertidos, afinal, estão sob a ótica de uma criança tentando entender o mundo. Os capítulos do Gavin começam mais sombrios, e depois vão trazendo o conforto do amor que ele viveu e, mesmo tendo terminado, consegue dar o devido valor – relembrados também pela prodigiosa memória de Joan, e completados por Gavin: quando ela descreve uma pulseira, por exemplo, ele reconstrói o momento que a pulseira passou a simbolizar seu relacionamento.

Também me encantei com os títulos de alguns blocos de capítulos –músicas dos Beatles. Afinal, Joan tem esse nome em homenagem ao John Lennon. E, para quem gosta, só se jogar na playlist que permeia o livro…

“Lembranças nunca são tão boas quanto o momento de verdade.”

Achei que em alguns momentos a escrita derrapava – alguns pontos se alongando demais, ou algumas situações um pouco surreais, e até mesmo um momento que me deixou em pânico – ver uma menininha andando sozinha por uma cidade grande pode ser uma experiência terrível, mas felizmente, não foi esse o caminho apontado por aqui. Mas a Joan é uma garota tão fofa e inteligente que sempre surpreendia, e foi o que me deixou conectada com o que estava se passando ao seu redor.

Os prós e os contras de nunca esquecer é um livro sobre autoconhecimento, perdas, lembranças e esperanças. Uma parceria que nasce do amor – pela música e por uma pessoa, mas que entrega um final com valores verdadeiros. O cruzamento das sensações – de não poder esquecer (Joan) e ter medo de esquecer (Gavin), permeiam essa estória.

Em uma época em que as pessoas estão mais preocupadas em registrar momentos, sem necessariamente, ou sem sobrar tempo para efetivamente viver e apreciar o presente, essa estória reafirma que precisamos parar e viver. Acima de tudo, o que fica no leitor é o entendimento de que o que vale mesmo é sermos lembrados por quem verdadeiramente importa!

___________________________________________________________________________________________________________

Título: Os prós e os contras de nunca esquecer
Autor: Val Emmich
Ano: 2019
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance
Adiciona a sua lista do Skoob
Compre usando nosso lin da Amazon 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

3 Comentários

  • […] OS PRÓS E OS CONTRAS DE NUNCA ESQUECER – VAL EMMICH | RESENHA […]

  • Gleydson
    dezembro 16, 2019

    Olá, tudo bem por aí?

    Primeiramente: que capa linda! Fiquei encantado de primeira pela obra. Parece ser um livro e tanto, e sua resenha me deixou super instigado a conhece-lo. Irei pesquisar mais sobre e pensar seriamente na possibilidade de adquiri-lo. Adorei!

    Abraços!
    Acampamento da Leitura

    • Maisa Gonçalves
      Maisa Gonçalves
      dezembro 27, 2019

      Gleydson, que bom que gostou, pode apostar na leitura!