LIVROS

OS AMADORES – SARA SHEPARD | RESENHA

02 fevereiro, 2021 por

A autora de Os Amadores, Sara Shepard, é conhecida pelo best seller Pretty Little Liars, um grande sucesso que também foi adaptação para uma série de TV.

Já no início do livro nos deparamos com o desaparecimento da jovem Helena enquanto estava brincando com a irmã mais nova, Aerin, no quintal da casa. Apesar das buscas, seu corpo só foi encontrado cinco anos depois, mas a polícia até então não encontrou o responsável do crime. Aerin admirava muito a irmã, e não consegue esquecer da brutalidade cometida contra ela, e que acabou por impactar sua família, já que seus pais se separaram, e até mesmo sua adolescência foi eclipsada, não se permitindo ser feliz.

“Aerin se questionava o quanto a mãe realmente sabia. Sobre os garotos com quem ela ficava. Que ela não parou de esquiar porque tinha enjoado. Que sentia que era a única pessoa que ainda pensava em Helena.”

Até que ela se depara com um grupo na internet que tem um nome sugestivo: Casos não resolvidos, um fórum que reúne pessoas interessadas em desvendar ou simplesmente teorizar – sobre crimes não solucionados. Essas pessoas, mesmo de uma forma amadora, até foram responsáveis por solucionar alguns casos, e isso leva Aerin a postar um pedido de ajuda.

Três dos usuários do fórum se interessam pelo caso, e dois deles vão até a cidade de Dexby, já que o terceiro integrante mora na cidade, e se reúnem com Aerin. Ela esperava encontrar pessoas mais velhas, experientes, e se frustra quando encontra 3 jovens, um deles que ela conhece da escola, e num primeiro momento não se anima com a possibilidade da investigação.

“Já era bem ruim quando eu achava que as pessoas postando naquele site maluco eram uns otários de quarenta anos que ainda moravam com os pais e queriam bancar o Scooby-Doo. (…) As outras pessoas sabem que vocês são só adolescentes?”

Seneca é uma jovem de dezoito anos e é uma usuária assídua do site, e bastante reservada. Brett é misterioso, parece ter experiência com casos de assassinato, mas não se abre muito com o grupo. Maddy (apelido de Maddox) é um jovem com uma carreira promissora no atletismo, morador de Dexby, e que acaba sendo envolvido em uma chantagem emocional. E a irmã de Madoox, Maddison, que não faz parte do fórum, mas acaba se juntando ao grupo, se tornando inclusive uma boa revelação na estória.

Aerin volta atrás, e a investigação avança, com os jovens detetives começando a descobrir alguns segredos incômodos, o que parece irritar alguém que não quer saber da reabertura do caso, levando a situações de risco para todo o grupo. Mas eles não desistem, já que querem trazer o conforto de um final para a família, bem como a sensação de desvendar um crime não solucionado pela polícia. Mas, será que as descobertas também não poderão abrir novas feridas?

Eu sou fã de estórias de suspense e mistério, e já tive gratas surpresas com livros voltados para um público mais jovem. Não conhecia a escrita da autora, mas o sucesso dela me deixou com altas expectativas.

Apesar de ser um grupo de adolescentes amadores, cada um deles carrega uma história que justifica o interesse e o conhecimento para arcar com a investigação. Eles têm linhas investigativas muito interessantes e plausíveis, mas com altos e baixos, já que algumas deveriam ter sido investigadas pela própria polícia, dada a obviedade do raciocínio. E avançam mais que a polícia, que parece não se interessar na investigação – o que me levou a suspeitas infundadas…

Os amadores trouxe mais que a busca pela verdade, uma vez que o desenvolvimento dos personagens também tem um bom foco, já que vão acabar revendo seus traumas. Entretanto alguns momentos foram de muita infantilidade, o que não traz muito carisma para alguns deles em boa parte da trama. São bons investigadores, mas caem em armadilhas tão previsíveis!

Ainda assim, me incomodou a quantidade de suspeitos. Todas as pessoas conectadas à Helena foram se tornando suspeitas, até que se provasse o contrário. Eram muitos palpites, e isso me deixou confusa. Ao mesmo tempo, Os Amadores conseguiu evitar alguns estereótipos. A meia-irmã coreana de Maddy acrescentou diversidade ao grupo, mas o mais importante, a percepção, já que foi ela que levantou uma ferramenta que eles nem conheciam.

Além disso, Brett acabou desafiando o estereótipo de que “todos os-meninos-interessados-na-moda-são-gays”. A avó de Brett era um ícone da moda, o que o deixou com o olhar afiado. Tudo bem que gostaria de encontrar representação LGBT+, mas a escolha óbvia foi evitada.

Com um mistério envolvente, Os Amadores se tornou uma leitura rápida, me levando a criar altas teorias – que foram frustradas, porque quando se revela o plot final, juro que nunca minha imaginação havia passado por ali! E só quando percebi que o final não poderia ser aquele, descobri que é o primeiro livro de uma trilogia, então agora é esperar que a editora não tarde a trazer os outros livros, porque essa história vai longe.

________________________________________________________________________________________________________

Título:  Os Amadores
Autora: Sara Shepard
Tradução: Regiane Winarski
Ano: 2020
Páginas:320
Editora:  Rocco Jovens Leitores
Gênero:  Jovem adulto / Suspense e mistério
Compre usando nosso link da AMAZON

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário