Filme: O Touro Ferdinando (Ferdinand) | Distribuidora: Fox Film do Brasil | Estreia: 11/01/2018 | Gênero: Animação, Comédia, Aventura | Duração: 1h 49min | Orçamento: 111 milhões USD

Estreia essa semana o filme “O Touro Ferdinando” do diretor brasileiro Carlos Saldanha (A Era do Gelo: O Big Bang). Baseado no livro infantil “Ferdinando, o Touro” do autor Munro Leaf, contendo imagens do ilustrador Robert Lawson. Na versão original temos as vozes dos atores: John Cena (Pai em Dose Dupla 2), Kate McKinnon (A Bailarina), David Tennant (Doctor Who), Booby Cannavale(Mr. Robot) entre outros, já na versão brasileira os atores que emprestaram suas vozes aos personagens foram: Thalita Carauta como Lupe,  Maisa Silva como Nina e Otaviano Costa como o cavalo Hans.

Ferdinando é um touro calmo, que não gosta de violência e que ama as flores. Ele gosta de relaxar e aproveitar os aromas que as flores exalam e não ficar batendo cabeça e bufando como os demais touros. É seria o touro da “paz”. Ele vive num rancho chamado: Casa Del Touro, juntamente com seu pai e outros touros, entre eles estão alguns que seriam da mesma idade de Ferdinando, são eles: Angus, Vallente e outros animais como cavalos e até mesmo uma cabra. Os toureiros sempre vão a este rancho escolher touros para as famosas Touradas, realizadas na cidade de Madri, e eis que chega a vez do pai de Ferdinando ser o escolhido… O que vai causar algo em nosso amado bezerrinho ocasionando assim o começo da aventura que ele irá viver…

Ferdinando aproveita uma “falha” na segurança do rancho e foge para não ter o mesmo fim que o pai teve. Nessa fuga, ele acaba sendo acolhido por Nina e seu pai que cuidam dele. Nina e Ferdinando tem um laço muito forte e pra felicidade do touro, ela mora numa fazendo repleta de flores de todas as formas, cheiros e cores… Na fazenda ele tem seu lugar preferido para ficar sentado, abaixo de uma árvore repleta de flores e com uma bela vista. Enquanto ele ainda é um bezerro, Nina e seu pai, o levam para a Feira de Flores que acontece na cidade, porém com o passar do tempo, Ferdinando cresce muito se tornando um touro forte e robusto. E isso vai ocasionar muita confusão e reconhecimento. Ferdinando irá passar por poucas e boas durante essa aventura, iremos chorar, rir e torcer para que tudo dê certo para nosso amigo.

A fotografia ficou maravilhosa, retrata os locais com riqueza de detalhes, nos mostra os animais com feições hora engraçadas, hora pensativas e hora tristes, mas que nos fazem gostar muito de cada um deles, eu amei a cabra Lupe! Ela é hilária! A trilha sonora fica por conta de John Pwell(Jason Bourne).

A história nos faz pensar sobre até onde podemos conservar nossa inocência e como ela pode ser tirada de nós em questão de segundos, e que quando temos a alma pura e o coração bom nada e nem ninguém irá tirar isso da gente. E nos faz pensar no direito dos animais, pois faz com que o touro lute mesmo não sendo algo que ele quer. Me emocionei demais com os personagens. Se você gosta de filmes que te façam refletir sobre a vida, esse é uma boa pedida. Não irá se arrepender! As crianças que estava na sala a toda hora torciam por Ferdinando e seus amigos (dessa vez eu nem vou reclamar tanto do barulho, porque até eu torci, mas por dentro).

O filme já se encontra em exibição em alguns cinemas de Belo Horizonte e é uma boa dica para quem tem filhos, irmãos ou mesmo que assim como eu.

Curiosidade:
– Baseado no curta da Disney, com o mesmo nome, exibido pela primeira vez em 1938.

Essa matéria foi escrita por Raquel Carvalho enquanto ainda era colunista do Coisas de Mineira