MARIONETE - DANIEL COLE

Marionete é o segundo livro da série ‘Fawkes e Baxter’ do autor Daniel Cole, história essa, aliás, que se passa em Londres. Dando continuidade no desfecho do primeiro livro “Boneco de Pano” que deixou todos os leitores com uma pulga atrás da orelha, não víamos a hora de sair o lançamento dessa sequência. Pois bem: Marionete nos traz a Detetive Emily Baxter à frente de um caso muito intricado. Como conseguir capturar um serial killer que está sempre à sua frente?

“Quando estamos sob ataque, é necessário mostrar força. Precisamos provar ao mundo que nós podemos lidar com nossos problemas.”

Em Marionete, os acontecimentos temporais se dão aproximadamente após 18 meses do caso ‘Boneco de Pano’. A parte constante dessa história certamente tem nome: Detetive Emily Baxter. De certa forma, houve uma transferência de personagem principal. Algo que acho não ter experimentado em uma série antes. Gostei! Baxter é confusamente ótima. Passa aquela sensação de ser humano real.

Ela precisa lidar com os acontecimentos de sua vida pessoal, e com o desaparecimento de seu amigo e parceiro Willian Fawkes, conhecido como Wolf. Tudo que Baxter não desejaria era se envolver em outro caso tão pesado. Mas, acaba sendo convocada para uma reunião com o FBI e a CIA, e com os agentes especiais Rouche e Curtis.

“Às vezes as coisas que quase nos matam são as coisas que nos salvam.”

Marionete funciona como leitura de história independente, mas será melhor aproveitado se lido após Boneco de Pano. Eu preso muito a sequência cronológica em leituras de séries policiais – pelo desenvolvimento das personagens. Os casos são as histórias que quase sempre são fechadas em cada livro. Entretanto, acompanhar as histórias de vida pessoal e profissional das personagens recorrentes pra mim é um diferencial à parte, e achei importante ressaltar isso aqui. Então busco sempre que posso ler as séries na ordem de publicação original.

Daniel Cole afirmou que Marionete tem um aspecto sombrio e de desespero (são realmente palavras do autor, não minhas). Assim, quando você começa a receber informações sobre o tipo de assassinatos que andam acontecendo, o tom fica mesmo assustador. Na reunião que Baxter compareceu lhe entregaram uma foto de um corpo todo retorcido e pendurado na Ponte do Brooklin, nos Estados Unidos. Gravado em seu peito estava entalhada a palavra ISCA.

“Ela pegou o controle remoto para abaixar o volume do filme de Natal, que secretamente reconheceu como Harry Potter e o Enigma do Príncipe – e se deu conta das semelhanças entre a situação do filme e a deles quando Alvo Dumbledore avisou com gravidade aos alunos que a maior arma do inimigo eram eles mesmos.”

Marionete - Daniel Cole

Igualmente, outro corpo é encontrado, com semelhanças ao corpo anterior, mas em seu peito está entalhada a palavra MARIONETE. Esse é o corpo do assassino da vítima com a palavra ISCA. Como esses casos estão acontecendo na América do Norte, Baxter se vê intimidada a atravessar o oceano para auxiliar os agentes especiais da CIA (Damien Rouche) e do FBI (Elliot Curtis). Enfim, isso se dá  por sua experiência com o caso Boneco de Pano.

Conforme os detetives e investigadores irão percebendo, as mortes estão aumentando e sendo espelhadas entre Nova Iorque e Londres. E eles precisam agir de uma forma bem eficaz, ou muitas outras vidas serão sacrificadas. Porém, por onde começar a procurar? Já que cada assassino, ou ISCA, sempre é encontrado morto…

“Ele acha que pode se esconder de nós. Está errado. Acredita que é mais esperto do que nós. Também está errado. Nenhum de nós irá descansar até termos esse desgraçado algemado na nossa frente.”

Acontece que Baxter não confia em ninguém. Apenas em Edmunds, seu antigo colega de departamento. Ela não confia em seu namorado, não confia nas pessoas que trabalham com ela, e vive preocupada, bem como desconfiada. Sem Edmunds em sua vida, Baxter não conseguiria realizar muitas de suas proezas. Acredito que a ideia principal do livro, tem a ver com a questão da confiança. Como descobrir quem está manejando as cordas dessas marionetes, se Baxter não confia praticamente em ninguém?

Se você esteve ansioso para pegar Marionete nas mãos e ver mais de Wolf, sinto informar que quem brilha nesse livro é Baxter. E quem sabe no terceiro livro dessa (prometida) trilogia, a dupla dinâmica não esteja trabalhando juntos novamente? O que sei é que com muitos trechos de humor (necessário), muitas histórias tristes e cenas chocantes, Daniel Cole conseguiu manter o nível de sua série e me surpreender com mais um bom thriller.

Portanto, com uma narrativa que te deixa tenso o tempo todo, ansiando loucamente pela próxima página, desejando ardentemente descobrir enfim o que está acontecendo nessas duas cidades, Cole não decepciona. Não é um romance policial onde você consiga ficar conectando fatos para tentar descobrir o verdadeiro culpado. Por mais que você curta desvendar os mistérios… Cole, a meu ver, continuou no ótimo ritmo que ele compôs em Boneco de Pano. E você precisará ler Marionete se realmente está interessado em saber mais informações sobre o que aconteceu com o Wolf.

“Nem sei se fiz do jeito certo, mas pensei: ‘E se eu estiver errada?’ E se houver mesmo alguém ou algo lá em cima e eu não rezar? Há muita coisa em jogo hoje para não fazer tudo que for possível, certo?”

Marionete - Daniel Cole

A edição que recebemos da editora Arqueiro, como podem ver, tem a capa em vermelho com a silhueta de uma marionete sendo manipulada por uma mão. Embora essa capa também tenha saído lá fora, na gringa, ela é ótima. Reflete bem o que temos no livro então. Cole conseguiu manipular magistralmente suas marionetes, e por que não dizer, a nós leitores, que ficamos presos até a última página.

Daniel Cole, nascido em 1983, usa da sua experiência do tempo que trabalhou como paramédico, para dar toques realistas às suas obras. Ele é membro da Guarda Costeira Real, e ao contrário do que suas histórias podem nos demonstrar, tem essa ideia fixa de sempre ajudar as pessoas. Mora em Bournemouth, na Inglaterra.

Enfim, se quiser saber mais sobre o autor, você pode clicar aqui e ser redirecionado para a página da Editora Arqueiro.

“E se houver Deus?
E se houver paraíso?
E se houver inferno?
E se… e se… todos nós já estivermos lá?”

_________________________________________________________________________________________________________________________________

Série: Fawkes e Baxter
1. Boneco de Pano
2. Marionete

Titulo: Marionete
Autor: Daniel Cole
Ano: 2019
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Gêneros: Thriller, Romance Policial, Suspense e Mistério
Adicione a sua lista do Skoob
Onde Comprar: Amazon