Já comentei com vocês que eu sou apaixonada por romances de época? Então todo vez que vejo um lançamento novo e tenho a oportunidade de ler, passo eles na frente dos outros. Sempre! Entre o Amor e a Vingança não foi diferente ele chegou aqui em casa e na época estava lendo um romance até legal, mas parei para descobrir mais a respeito dessa vingança.
Mas vamos à resenha.
“A pior parte é que, se eu não mandar de volta, eu vou querer mantê-la aqui. E você vai me odiar por isso.”
 Ele fechou os olhos e sussurrou: “Você merece coisa melhor.” Então, muito melhor do que eu.
 “Michael”, disse ela suavemente, “não há ninguém melhor. Não para mim.”
Entre o Amor e a Vingança

 

Há dez anos o Marquês de Bourne, Michel, perdeu toda fortuna que herdou dos seus pais em jogos de cartas. A única coisa que lhe restou, além do título é uma moeda que Visconde de Langford quem deveria ser seu “protetor” o deu como um símbolo de seu fracasso.Desorientado e muito raivoso pelo que lhe aconteceu, Michel prometeu vingar-se e recuperar tudo aquilo que lhe foi tirado. Os anos se passaram e ele se aliou com outros três nobres que também estavam passando por dificuldades financeiras e assim conquistou o título de um dos homens mais rico, poderoso e dono do cassino mais exclusivo de Londres. Entretanto, Michel ainda não conseguiu cumprir sua promessa de vingança contra o Visconde e recuperar a propriedade que sempre foi de sua família, que agora faz parte do dote Lady Penélope Marbury sua amiga de infância.

Lady Penélope Marbury é considerada pela sociedade uma solteirona que provavelmente nunca iria se casar, depois de cancelar um noivado ao saber que o noivo estava apaixonado por outra mulher e recusar outros pretendentes, Penélope tem certeza que nunca vai encontrar um marido e prefere muito mais viver sozinha a ter um casamento por conveniência. O problema é que ela não imaginou que seu amigo de infância, com qual não fala há mais de dez anos estava de volta à cidade e que a comprometeria para casa-se e recuperar a propriedade da família dele.

 

Eu amei demais esse livro, já pela sinopse eu me apaixonei com o enredo e no decorrer da leitura ele foi me ganhando ainda mais, principalmente por que eu não consegui escolher qual dos dois personagens Penélope ou Michel é o meu preferido, ou o que fez essa história ser tão diferente de vários outros romances de época que eu já li, tudo nele me cativava e me fazia dar boas risadas e outra hora uma vontade louca de bater nas personagens, tinha coisa que estava na cara dos dois e eles não viam isso me talhava o sangue, principalmente o amor e o carinho que um tinha pelo outro, mas que o orgulho acabava fazendo com que colocasse o carro na frente dos bois e falassem o que não devia.
Para minha leitura de estreia da autora Sarah MacLean só posso dizer que quero mais, muito mais da sua escrita gostosa e leve dos seus enredos cheio de personagens sarcásticos e diálogos cativantes, personagens secundários bem escritos e mirabolantes planos de vinganças, mas principalmente de mulheres fortes e decididas que não se rendem tão fácil assim, pois é assim que a Penélope foi esculpida, uma mulher forte que aceito o casamentos em seus termos e com seu jeito único e desafiador foi conquistando ainda mais o coração do marido.
Outro ponto que contou muito para uma boa leitura foi a diagramação que a editora fez, desde as páginas em papel amarelado ao tamanho da letra escolhida, eu só não me simpatizei muito pelo título, mas nada que eu posso dizer que me incomodou ou atrapalhou na leitura, só achei que ficou com cara de romance de banca, nada contra eles pelo contrario eu gosto, mas dentro de uma livraria o livro teria uma grande chance de passar despercebido.
Gostou do post? clique nas redes sociais abaixo e compartilhar com os amigos!♡!
_______________________________________________________________________________________________________________
Titulo: Entre o amor e a vingança 
Autora :Sarah MacLean
Ano: 2015
Páginas: 304
Editora: Gutenberg
Onde comprar : AMAZON