DORAMAS

KDRAMA MY HOLO LOVE (HOLO MEU AMOR) | CRÍTICA

12 maio, 2020 por

HOLO MEU AMOR

My love Holo é um dorama coreano do selo original Netflix que estreou no dia 07 de fevereiro de 2020. Protagonizado por Ko SungHee (Suits, While You Were Sleeping, Mother) como SoYeon e Yoon HyunMin (Mama Fairy and the Woodcutter, Witch’s Court, Tunnel, A Beautiful Mind) como Ko NanDo/Holo, o dorama conta a história de Han SoYeon, uma mulher que sofre de prosopagnosia (cegueira facial) e acaba por se isolar muito das pessoas ao seu redor, justamente por não poder reconhecê-las e por já ter sofrido muito com os outros zombando dela.

Categorizado como ficção científica e romance, My love Holo tem 12 episódios, com mais ou menos 50 minutos cada, o que é menos do que os doramas da Netflix vêm apresentando. A história tem início quando a Gio Lab, uma empresa de tecnologia coreana, apresenta seu novo produto: uma inteligência artificial holográfica. Isso mesmo! Além de ser uma inteligência artificial completíssima, ela pode ser vista através de um óculos especial desenvolvido pela empresa.

HOLO MEU AMOR

O problema é que a empresa adversária da Gio Lab quer, de qualquer forma, colocar as mãos nessa tecnologia inovadora e promissora. A ponto de perseguir a CEO da empresa, Ko YooJin, para tirar dela os óculos e, consequentemente, Holo: o nome dado à inteligência artificial holográfica. Holo, porém, é tão avançado, que é capaz de guiar YooJin durante a perseguição, escolhendo os melhores caminhos e, por fim, identificando a pessoa mais confiável na multidão e dizendo a YooJin para deixar os óculos com ela.

Essa é a única forma de ajudar a CEO a escapar e sair machucada, porém viva, da perseguição insana. O que nos leva a Han SoYeon, nossa protagonista. Algo que gostei muito é que ela é retratada como uma mulher forte, independente e que não tem medo de enfrentar dificuldades, diferente de outras protagonistas de doramas. De certa forma, acho que a Netflix traz um leve toque ocidental aos doramas, deixando-os um pouco mais dinâmicos.

Aliás, algo que não falta ao decorrer dos episódios é ação! Às vezes falta até fôlego para entender tantos acontecimentos em sequência. Isso tornou o drama, para mim, bem fácil e rápido de assistir. Ao contrário de outros, que só entram em um ritmo mais acelerado lá pelo 6° episódio, Holo Meu Amor é acelerado desde o princípio. E não de uma forma ruim! Tudo acontece bem claramente, com uma ou outra pequena exceção.

My love Holo - Original Netflix

Inicialmente, SoYeon tem uma grande dificuldade em aceitar que o que vê é fruto de uma IA e não um fantasma ou um stalker. A cena em que Holo mexe com todos os aparelhos eletrônicos de SoYeon para fazê-la parar e escutá-lo é bem engraçada e divertida de assistir. E é a interação entre os dois é a parte mais cativante do drama todo. Claro que, depois, se torna um pouco triste de acompanhar… E eu vou explicar o porquê, mas fica aqui o alerta de spoilers, ok?

SoYeon sempre foi uma pessoa muito solitária, justamente por conta de sua cegueira facial. No trabalho, ela não costuma cumprimentar as pessoas ou ajudá-las e isso acontece por conta de sua condição. Mas, como ela nunca contou a ninguém, seus colegas de trabalho a consideram uma pessoa arrogante e metida. Mas como cumprimentar alguém que você sequer reconhece? Assim, com exceção de sua colega de apartamento que viaja o tempo todo e de sua mãe, SoYeon não tem muito com quem conversar.

Entretanto, quando Holo percebe que ela tem cegueira facial, ele promete estar sempre com ela para ajudá-la. Paralelamente, a Gio Labs trabalha para recuperar os óculos que, surpresa!, não foram desenvolvidos por YooJin e sim por seu irmão, Ko NanDo. O detalhe é que NanDo não é uma pessoa nem um pouco pública. Na verdade, ele forjou sua morte e desapareceu.

Fazendo uma pequena retrospectiva, NanDo perdeu a mãe muito pequeno, após o suicídio dela e foi adotado pelos pais de YooJin. Eles se mudaram da Coréia e moraram na Nova Zelândia por um tempo. Sua mãe, porém, deixou para ele o projeto de IA em que trabalhou por toda a vida: o Hello, uma companhia para NanDo, uma criança quieta e sem muitos amigos. Durante todo esse tempo, NanDo trabalhou em melhorar e evoluir o Hello, transformando-o em Holo.

Assim, YooJin é a face pública da Gio Labs, mas o desenvolvedor por trás de Holo é NanDo, que inclusive divide sua aparência com a IA. E, inclusive, é um ponto que me incomodou muito no dorama: o tempo todo, é trazido à tona a dúvida de que YooJin não seria capaz de ser a real desenvolvedora de Holo. Aff… Em compensação, YooJin é retratada como uma mulher forte e muito capaz, independente. E algo que achei lindo: o cabelo cacheado e maravilhoso dela, algo mais raro em doramas.

É com base nessa história que o My love Holo se desenvolve. E, sinceramente, ele é incrível de se acompanhar. Tanto o desenrolar da trama quanto a evolução dos personagens. O crescimento de um deles, aliás, deixou um pouco a desejar. O filho do CEO da empresa rival da Gio Labs passa por um processo muito interessante de mudança de opinião, mas é pouco mostrado. Apesar disso, é possível compreender o processo sem dificuldades. Só acho que poderia ter tido um espaço melhor por ser uma história interessante.

My love Holo - kdrama

Com toda a ajuda de Holo, é claro que SoYeon acaba desenvolvendo sentimentos por ele… E essa é a parte em que a história fica um pouco triste. Apesar de terem uma relação linda, é também uma relação de ausência, visto que eles não podem se tocar ou estar fisicamente presentes um para o outro. Mas a dinâmica da relação é bastante interessante, bem como o seu progresso, e nos faz refletir bastante sobre o nosso próprio relacionamento com a tecnologia. Recentemente, os dramas coreanos têm abordado bastante a relação entre humanos e Inteligências Artificiais, inclusive já falei sobre um deles aqui (Love Alarm). É claro que é um tema extremamente relevante no mundo contemporâneo, mas temos aquela sensação de ser um pouquinho Black Mirror, né? E isso é, ao mesmo tempo, bem assustador e super legal!

Também é relevante falar que achei bastante sensível a forma como a deficiência de SoYeon é abordada e, consequentemente, seu transtorno psicológico também. Afinal, a deficiência é fruto de um trauma. E o roteiro tratou de forma leve, mas ainda séria. A atriz, inclusive, fez um excelente trabalho! Bem como Yoon HyunMin, que interpretou dois papéis simultâneos com personalidades completamente diferentes e me deixou muito impressionada! Um ponto que me deixou um pouquinho inconformada foi o fato de a OST, a trilha sonora, não ser totalmente coreana. As músicas são ótimas e muitos lindinhas, mas acho que quebrou um pouquinho o clima.

De qualquer forma, My love Holo é carregado de acontecimentos e eu poderia ficar uma eternidade aqui falando dele, o que não é o ponto do post. Mas queria destacar que existem muitas coisas que me fizeram amar o dorama e amar assistir cada pedacinho dele. As que citei foram apenas algumas delas! O importante é dizer: o drama é emocionante, super agitado, traz uma grande reflexão sobre IA e relacionamentos e, acima de tudo, é muito fofo e divertido. Vale muito a pena assistir!

_______________________________________________________________________________________________________________

Ficha Técnica:
Título: My love Holo
Episódios: 12
Ano: 2020
Gênero: Ficção Científica, Romance, Drama,
Emissora: Netflix
Onde assistir: Netflix
País: Coréia do Sul
Nota: 4/5

 

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

12 Comentários

  • Debora Sapphire
    maio 19, 2020

    Eu lembro de já ter visto algo falando sobre My love Holo. Porém, ainda não tinha parado para me aprofundar em uma visão mais crítica do mesmo. Tenho assistido muitos doramas coreanos por influência da minha irmã mais nova que adora a cultura coreana e o kapop. Gostei muito de conhecer mais sobre esse dorama coreano do selo original Netflix, porque eu ainda não assisti um dorama da Netflix. Acho muito interessante como os doramas coreanos conseguem abordar temas tão atuais como inteligência artificial entre outras reflexões, relacionamentos e ainda manter esse ar leve e divertido.

  • Raphael Martins
    maio 18, 2020

    Que legal, eu não sabia que tinham Doramas na Netflix. Nunca assisti esse tipo de drama asiático, mas quando eu era adolescente tinham alguns amigos otakus que adoravam

  • Aruom Fênix
    maio 18, 2020

    Eu já tinha ouvido falar desta série mas nunca tinha parado para ver sobre o que era, gostei muito da premissa da história além de nunca ter assistido nada Coreano até o momento, com certeza vai para minha lista. Parabéns pelo desenvolvimento do post!

    Bjs Aruom Fênix
    Blog Leituras de Aruom

  • Pedro Silva
    maio 18, 2020

    eu confesso que não assisto muitos do ramas, acho que em minha vida só vi um e foi da Netflix, o qual gostei muito. Agora não lembro o título, mas a personagem entrava num filme (algo assim). Enfim, esse me pareceu super interessante porque envolve ficção científica e uma personagem que tem cegueira facial, algo que nunca assisti. Essa temática por si só já me deixou ansioso para ver e acredito que por ter ação, deve ser uma série muito boa de acompanhar.. Vou adicionar a lista pra já.

  • Lucas
    maio 18, 2020

    Olá! Tudo bem?

    Nunca fui um consumidor assíduo do contudo da cultura oriental. Porém já fiquei muito curioso em assistir esse Kdrama e saber mais dele na íntegra. Assim que eu assistir eu te digo o que eu achei

  • Erika Monteiro
    maio 18, 2020

    Oi Vic, tudo bem? Ah, gosto muito de indicações de séries ainda mais quando envolvem tantos temas. Desde o final do ano passado tenho dado chance a produções da Índia, e de outros lugares “orientais”. A forma como eles gravam, o idioma, além dos atores chama bastante atenção. A última série que assisti era meio suspense/terror, o final foi surpreendente me deixou bem curiosa por outras séries do país. Essa que você trouxe não conhecia. Um abraço, Érika =^.^=

  • Maria Valéria
    maio 18, 2020

    Olá… Hum, faz muitos anos que não vejo um Dorama..e confesso que gostava mais dos japoneses do qhe coreanos….então, toda vez que vejo algo relacionado a Inteligência Artificial lembro do filme Her. Hahaha

    Depoia vou dar uma sacada no piloto na Netflix. Vai que me atrai, né?
    Interessante saber que tem personagem com cabelo cacheado, realmente é bem raro ver nos Doramas…

    Küss

  • Cibele
    maio 18, 2020

    Olá!
    Confesso que ainda não assisti nenhum Dorama, mesmo tendo uma lista infinita de desejados. Vejo muitas dicas e só anoto, mas nunca começo a assistir. Rsrs muita gente fala que é um caminho sem volta, pois você vicia.
    Gostei muito dessa sua dica, e também vou anotar. Espero começar a assistir logo..achei super interessante sobre a cegueira facial, acredito que nunca tinha ouvido falar disso em Doramas…
    Gostei muito do posto, beijos

  • Carol Nery
    maio 17, 2020

    Meu Deus, Vic… Very much information!!! hihihihi
    É meio sci-fi? Eu não entendo nadica de Dorama e afins. Daí leio os posts e fico ciscando aqui e ali para conseguir alguma informação hahahahaa E tentar entender do que se trata.
    Confesso que os neurônios deram pane aqui. Eu tô muito por fora de parar e assistir as coisas. Socorro! Qualquer dia indica um bem mais simples pra ver se eu dou conta!!!
    Beijocas

  • Débora Vicente
    maio 17, 2020

    Eu coloquei na minha lista assim que lançou, mas nunca cheguei a assistir, me parece bem interessante, a história para ser bem triste no final. Tenho certeza que vale a pena assistir

  • Lilian de Souza Farias
    maio 16, 2020

    Eu vi poucos doramas e não sabia desse na Netflix, vou assistir hoje, gosto da ideia de Han SoYeon ser uma protagonista diferente, mais segura, bem como a carga mais ocidental ao dorama me atrai e quem bom que tem ação heheheh tem tudo que eu gosto, apesar da parte das músicas que vocÊ cita, às vezes, quando acontece de não encaixar bem a música, eu acabo abandonando, mas preciso assistir para saber.

  • Leticia Rodrigues
    maio 16, 2020

    engraçado que vi o trailer, amei, coloquei na lista mas nao imaginei que a personagem tivesse cegueira facial, que assunto interessante, e num dorama sei que vao mais acertar que errar e agora to querendo pular mha lista e ver esse kk.