CINEMA

CRÍTICA | HISTÓRIAS ASSUSTADORAS PARA CONTAR NO ESCURO

08 agosto, 2019 por

Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro é um filme que revive o terror da infância na vida desses adolescentes de 1968.
Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro é um filme que trouxe uma palavra à mente enquanto eu o assistia. Essa palavra é NOSTALGIA. Esse longa foi produzido pelo já vencedor do Oscar Guillermo Del Toro. A estreia é hoje, dia 8 de agosto. E você pode conferir agora o que eu achei desse filme.

Temos terror e temos contação de histórias. O que poderia ser melhor? Senti falta só de uma boa fogueira e uma calada noite. Só viria a coroar esse filme que me transportou para o antigo terror praticado na indústria cinematográfica. Segundo Del Toro, a coletânea de histórias contadas nesse longa, foi feita à partir de histórias assustadoras que metiam medo nele quando criança.

O mote é um pouco do que já conhecemos: adolescentes em busca de aventura, e essa tem seu prelúdio na noite de Halloween de 1968. O maior impacto nessa época eram as convocações dos jovens americanos para lutarem na Guerra do Vietnã. Usando e abusando (mas, sem se tornar exagerado ou caricato) do cinema ‘oldschool’. Entretanto, mesmo não sendo uma época contemporânea minha, essa pegada foi o que eu mais gostei nesse filme.

Em Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro, a cidade é Mill Valley. Temos na linha de frente os amigos Auggie, Chuck e Stella (sendo ela uma verdadeira entusiasta do terror, e aspirante a escritora). Eles são os adolescentes não populares e saíram fantasiados de Pierrot, Homem Aranha e Bruxa, respectivamente.

Esses jovens formam um trio de “losers”, e resolvem se vingar de um jovem popular e com tendências violentas. Para o trio, esse é o último Halloween que eles irão sair fantasiados. Porém, aquela história de colocar cocô em saco de papel e botar fogo nele, foi só o início dessa história de terror.

Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro

Quando os três estão fugindo do valentão, eles acabam parando em um drive in, e conhecem Ramón. O garoto acaba formando um quarteto com os jovens, e se envolvendo em uma briga que não era dele. Aparentemente ele ficou encantado com Stella, e decide sair e se divertir com os três amigos a fim de aprontarem em seu último Halloween. Entretanto, os jovens não imaginavam que “As Histórias Machucam. As Histórias Curam”.

Já há algumas gerações histórias sobre a família Bellows se propagam como lendas, assustando as crianças e as mantendo longe de sua mansão “mal assombrada”. Sarah era a filha repudiada dessa família. Vocês irão descobrir os motivos no decorrer do longa, bem como se darão conta que as histórias que Sarah conta são escritas com sangue. E, obviamente, o nosso quarteto principal acaba por descobrir o alçapão onde a família Bellows encarcerava Sarah.

Enfim, Stella acaba por encontrar o livro em que Sarah contava suas histórias. E como adolescente fazendo coisa errada “é mato” em filme de terror, Stella, além de pedir para que Sarah lhe contasse uma história, ela ainda faz a proeza de levar o livro macabro consigo. Stella não tem uma história de vida feliz, pois sua mãe abandonou sua família quando ela era uma menininha. Seu pai, o espetacular ator Dean Norris (Hank Schrader de Breaking Bad), vive pelos cantos, vendo TV, e constantemente desanimado, ademais como numa letargia congênita. Então a menina age bem livre, leve e solta em toda essa confusão.

Assim sendo, Stella percebe que uma nova história está sendo escrita em páginas que dantes estavam em branco. A primeira história no retorno de Sarah como contadora é sobre um espantalho. Por coincidência (ou não, claro!), o jovem arruaceiro que persegue o quarteto tem um espantalho no milharal de sua casa. E assim nossa primeira história de terror é descrita, contada, e interpretada perante as câmeras. Eu gostei muito mesmo dos efeitos, da sincronicidade da escrita com as cenas acontecendo concomitantemente.

Um filme com clima do nosso amado terror dos anos 80, não trabalha com sustos e com nada muito inovador. Lembrou-me bastante daquele ritmo de Contos da Cripta e Goosebumps… Acredito que Del Toro tenha escolhido trabalhar com a simplicidade, com a imaginação e com o que uma criança guardaria do que foi assustador durante sua infância.

Se eu acho clichê a filha aprisionada e renegada voltar, contar suas histórias escritas com sangue, e os jovens que a despertaram irem desaparecendo da face da Terra um após o outro? Pode ter certeza que a resposta é sim. E o pior nisso tudo, é que as histórias iam sendo escritas para cada um deles conforme seu próprio inferno pessoal, suas fobias guardadas no seu íntimo. Contudo, nada disso faz com que Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro, com suas quase 2h, não seja um bom divertimento para os apreciadores daquele estilo do antigo cinema de contar terror.

Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro

Eu descobri que Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro foi uma série de livros. Os contos eram escritos por Alvin Schwartz, e eram extremamente horripilantes para as crianças daquela época. Ah, nas informações que busquei, consta que as ilustrações de Stephen Gammell eram piores do que os contos. Elas sim vivificavam o terror e tornavam reais os pesadelos.

Em um filme de terror, com uma mensagem quase que subliminar sobre o ato de desapegar… Conquanto com plots de ação, pincelados com plots mais lentos para dar contexto às histórias principais, Histórias Assustadores Para Contar no Escuro me ganhou, me convenceu. E eu senti que na cena final o diretor norueguês Øvredal (de Autópsia de Jane Doe) nos deixou aquela ponte de ligação para uma possível continuação. Afinal de contas, as histórias de terror nunca acabam. As Histórias Machucam. As Histórias Curam.

 

__________________________________________________________________________________________________________________

Data de lançamento: 8 de agosto de 2019
Duração: 1h 51min
Recomendação: 14 anos
Direção: André Øvredal
Elenco: Zoe Margaret Colletti, Michael Garza, Gabriel Rush
Gênero Terror
Distribuidora: Diamond Films
País: Estados Unidos
Ano: 2019

veja os posts relacionados

Deixe seu comentário

52 Comentários

  • Marijleite
    agosto 23, 2019

    Oi, amei conferir sua opinião e saber um pouquinho sobre o que é o filme. Eu gosto dessas histórias de terror com um toque retrô, então estou bem animada para assistir.

  • Rayanni kellsin
    agosto 20, 2019

    Olá, tudo bem? Eu achei a ideia do filme bem interessante, ainda mais por esse toque nostálgico, fiquei com muita vontade de assistir, vou procurar para assistir depois.
    Um beijo.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 23, 2019

      Eu adoro quando alguém aparece aqui, e meio que “compra” essas coisas que escrevo. hehehe Eu me diverti bastante vendo esse filme, e acredito que se você curte essa pegada que relatei na crítica, também pode passar bons momentos na frente da tela.
      Beijocas

  • Keila
    agosto 17, 2019

    Oiiii,
    Menina vou te confessar uma coisa: nunca em toda a minha vida li um livro de Terror kkkk por que já tenho medo de assistir o filme em si, imagine lendooooo kkkk pávor kkkk
    Mas essas suas indicações pelo que li são maravilhosas e fiquei aqui imaginando como seria em filme?!
    E gosto muito de filme de terror mas ler, gosto não! Mesmo assim suas indicações são maravilhosas

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Keila, tem disso mesmo, né? O ver o filme e o ler a história! Tem gente que não dá conta de um, tem gente que não dá conta do outro. Eu já adoro os dois!!! hahahaha
      Abraços

  • Andy
    agosto 17, 2019

    Adorei o seu post! Tenho me deparado muito com a indicação do trailer desse filme no youtube e nunca havia parado para assistir, até agora após ler a sua crítica, Fiquei com vontade de assistir e o farei na primeira oportunidade que surgir. O fato de você ter comentado sobre goosebumps e o livro que narra a história dos personagens me lembrou de um filme que assisti há anos que se chama The Haunting Hour: Don’t Think About It, acho que tem certas similaridade com essa obra.

    Espero gostar tanto quanto você, obrigada pela dica!
    Andy StarBooks

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Que massa, Andy! Tomara que goste… eu vi que o livro vai sair com a capa do filme. Se não me engano, pela editora Record.
      Abraços e obrigada pela visita.

  • Luna
    agosto 17, 2019

    Não consigo assistir por nada neste mundo!kkkkkkkk… Sou medrosa demais para filmes assim, mas vou comentar com a minha irmã sobre ele, pois ela é a louca dos filmes de terror. Assiste sem sentir medo! Não sei como consegue! Num outro dia ela resolveu assistir algum filme de boneco assassino (um desses mais recentes) quase de madrugada e com a televisão da sala em volume muito alto. O resultado: tirei meus pelúcias do quarto e guardei tudo numa sacola, pois fiquei com medo deles.kkkkkkkkkkk… Nem parece que tenho 25 anos!

    Lembro de ouvir muitas histórias assustadoras em minha infância. Uma moça que tomava conta de nós duas (minha irmã e eu) reunia as crianças para contar histórias de terror. Com as luzes quase todas apagadas. Depois eu ficava tremendo, em pânico. Essas coisas não servem para mim.rs E a história dessa Sarah que escreve seus livros com sangue, Deus me livre! Que horror!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 18, 2019

      Luna, me diverti com seu comentário e histórias!!! hahahaha Mas, é assim mesmo. Existem as pessoas loucas por tudo que tem a ver com terror (tipo eu) e as pessoas que não dão conta mesmo, ficam com os nervos em frangalhos hahahhaa (tipo vc).
      Mas, indique pra sua irmã sim. Aposto que será uma boa diversão pra ela.
      Abraços

  • PS Amo Leitura
    agosto 16, 2019

    Eu acabei de comentar com meu namorado sobre esse filme hahaha foi ótimo ver seu post. Confesso que estava um pouco receosa, mas parece interessante. O fato de ser inspirado em uma série de livros é novidade para mim. Gostei e você me convenceu em assistir 😀

    Beijos,

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 16, 2019

      Esses dias eu descobri que esse livro saiu aqui no Brasil!
      Mas, com a capa do filme…

  • Ana Caroline Santos
    agosto 14, 2019

    Olá, tudo bem? Apesar de curtido o filme, e dele ter te convencido, está ai algo que quero passar longe ÇSHAHSÇHAÇHSA não sou muito adepta a assistir algo do estilo, apesar de já ter tentado várias vezes, porém reconheço que deve ser algo bom para quem curte. Adorei saber mais sobre ele e sua opinião.
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 15, 2019

      Ana, te compreendo! Realmente quando não é nossa praia, não dá pra encarar!!! hahahahaa
      Obrigada pela visita e comentário.

  • Beatriz Andrade
    agosto 14, 2019

    Caramba, eu não conhecia o filme ainda e já quero muito ver. Sou medrosa pra caramba, mas isso não me impede de ver mesmo assim kkkk adorei ver o seu post e espero poder assistir ao filme em breve porque sei que vou gostar.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 15, 2019

      Beatriz, então você é das minhas!!! Se joga… é um daqueles filmes que bate saudosismo e ao mesmo tempo diverte a gente. Abraços

  • Erika Monteiro
    agosto 14, 2019

    Oie, tudo bem? Confesso que não tinha ouvido falar do filme mas o fato de ter citado Os contos da crypta me deixaram curiosa. Principalmente porque semana passada estava assistindo alguns episódios que tenho no computador. Engraçado pensar que hoje não assustam tanto mas quando éramos crianças era possível ficar sem dormir e olhando debaixo da cama haha Um abraço, Érika =^.^=

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Erika, que coincidência! Então, acho que você deveria aproveitar e ver o filme também hahahhaa
      Tenho certeza que vai te agradar.
      Abraços

  • Leonardo Santos da Silva
    agosto 13, 2019

    QUERO MUITO ASSISTIR ESSE FILME, ainda mais depois que eu vi que tem a produção de Guilhermo del Toro, gostei muito da sua crítica e terror é um dos meus gêneros preferidos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Leonardo, pode ir sem medo. É muito divertido, nostálgico e sei lá… me ganhou! Acredito ser uma boa pedida para os amantes do gênero.

  • Alice Lacerda Montiel
    agosto 12, 2019

    Oiii Carol

    Curti demais esse estilo de volta ao terror dos anos 80/90, poxa cresci assistindo esses filmes (escondida é claro) e é uma época que deixou saudades, Realmente nostalgia define. Adorei a proposta, vou procurar pra assistir.

    Beijos, Alice

    http://www.derepentenoultimolivro.com

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Alice, eu também cresci vendo essas pérolas, e nossa… nostalgia total. Eu amei o clima. Acho que o diretor e produtor conseguiram me convencer de que o filme era realmente um terror retrô.
      Beijocas

  • Kelly Cristina Rocha
    agosto 12, 2019

    Gosto muito de contos e filmes de terror, eu até evito assistir, por conta do medo que fico depois, mas sempre acabo caindo na tentação e assisto mesmo assim…rs
    Amei o post. Bjos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Kelly, esse terror aqui não é daqueles pesadões não. Pode ir ver, que você vai conseguir se divertir!!! Beijão

  • Andrea
    agosto 12, 2019

    Eu adorava Contos da Cripta, não sabia deste filme e achei o enredo muito legal. Um bom terror sempre gera um misto de divertimento e sonhos malucos.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Andrea, então se seu gosto era mais ou menos nesse estilo, pode correr pra assistir que será sucesso, hein??

  • Greice Negrini
    agosto 12, 2019

    Por mais que seja clichê, quando se trata de terror eu adoro, ainda mais quando este cenário é uma cidadezinha e tem adolescentes. Amo este estilo clássico e com certeza é um filme que vou assistir sem pensar duas vezes, Gosto de coisas mais simples, sem tudo aquilo cheio de efeitos

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Greice, me abraça!!!!! Eu concordo com tudo que disse… essas cidadezinhas, os adolescentes (meio burrinhos) aprontando, os efeitos escassos… NOSSA, como me ganham.
      Assista esse. Certeza que vai se divertir.

  • Alice Martins
    agosto 12, 2019

    Olá Carol, tudo bem?

    Sou bem receosa quando o assunto é filmes de terror, mas ainda me arriscando mais no gênero, seja em produções textuais ou visuais. Gostei de conhecer um pouco da história por você e por incrível que pareça me vi com vontade de assistir. Você escreveu seu texto magnificamente e com certeza vai para a minha lista de obras que preciso ver. Arrasou demais!

    Beijos!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Alice do céu, que comentário inspirador! Obrigada pelo elogio. E obrigada pela visita… Quem sabe esse filme, que não é terror pesado, seja uma boa pra você ir se acostumando com o gênero?
      Grande beijo

  • Aninha Goulart
    agosto 12, 2019

    Oiiii,

    Não é em absoluto o meu tipo de história, eu nunca curti muito filmes e histórias de terror, acho que porque eu me impressiono bem fácil com as coisas. Mas parece ser uma dica interessante para quem gosta do gênero e está procurando algo interessante, gostei de ver suas impressões e vou repassar a dica para quem curte este tipo de filme.

    Beijinhos…
    http://www.equipenerd.com.br

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Obrigada, querida, pelo comentário atencioso! Quem sabe essa dica não encaixa pra algum conhecido seu, né mesmo?
      Beijocas

  • Márcia schorn
    agosto 12, 2019

    Não é o tipo de filme que custumo assistir , na verdade por medinho. Acho que vou me arriscar nesse , gosto de história s com mensagens subliminares.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Ah, ele não é terror pesado não. É bem tranquilo… acredito que explorem mais os medinhos das lendas que ouvíamos quando crianças. Quem sabe não seja uma boa pedida pra você???

  • Rafaela Silva
    agosto 12, 2019

    Caramba… eu tinha visto ele em cartaz mas não dei muita bola, até porque no dia estava indo ver o rei leão kkk. Terror/suspense é definitivamente o gênero que mais gosto e esse filme de chamou muita atenção e sua crítica só de meu mais vontade de ler.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Rafaela, fico felicíssima em saber. Se joga!!! O filme é divertido e nostálgico. Eu espero que você tenha uma boa experiência quando for assistir. Abraços

  • Isabel
    agosto 11, 2019

    Uau…para quem gosta parece ótimo, eu particularmente morro de medo de filme de terror, nem durmo se assistir. Mas com certeza meu esposo vai gostar. Já vou indicar para ele.

    Beijos.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Que pena que você tem medo, mas o maridão vai curtir! Pode indicar!!! Abraços

  • Joana Darc
    agosto 11, 2019

    oi!
    Nossa que dica maravilhosa 🙂 eu sou uma grande fã de filmes de terror, e este com certeza é otimo.Vou assistir 😉

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Se é fã do gênero, então acredito que é um prato cheio pra vc. Se divirta, e se quiser, volta aqui pra me contar o que achou. Abraços

  • Eduardo Moretti
    agosto 11, 2019

    Show!!! Eu amo filmes de terror, horror e o seu post me deu mta vontade ver esse filme. Anotado. Verei amanhã. Parabéns pelo blog ❤

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Aaahhh, eu espero que você tenha uma boa experiência com o filme. Eu achei bastante divertido.

  • Blog Dois Pernods
    agosto 10, 2019

    Nossa, ameiiii!!! Adoro esse gênero de livro!!! E muito criativa a proposta! Lembro quando eu morria de medo, mas não deixava de assistir Potergheist! rsrsrs…. .

  • Blog Dois Pernods
    agosto 10, 2019

    Nossa, ameiiii!!! Adoro esse gênero de livro!!! E muito criativa a proposta! Lembro quando eu morria de medo, mas não deixava de assistir Potergheist! rsrsrs….

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 14, 2019

      Todos nós temos um pouco de medo, mas aquele masoquismo de assistir, nem que seja fechando os olhos às vezes hahahahaa

  • Lucimar da Silva Moreira
    agosto 10, 2019

    Eu particularmente tenho medo assistir sozinha filmes de terror, desde pequena sinto medo, mais confesso que fiquei bastante curiosa pelo filme, gostei muito de saber da sua opinião sobre o filme bjs.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 11, 2019

      Lucimar, você imagina então ver um filme de terror com uma sala de cinema inteira vazia. Éramos 4 meninas, sentadas separadamente hahahahahhahaa Sinistro!!!

  • Alessandra
    agosto 10, 2019

    Antigamente eu não assistia esse tipo de filme, acha meio demoníaco rsrsrs. Mas o tempo passa e hj anoto todas essas dicas.

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 11, 2019

      Dicas são sempre bem-vindas. Depois a gente vê se dá conta de assistir ou ler. Mas anotamos tudinho!!!! hahahahaa

  • Bianca Ribeiro
    agosto 10, 2019

    poxa parece ser super interessante, eu gosto muito de histórias de terror e esse filme, pelo jeito, tem tudo pra me conquistar. vou ver se ele já tem no cinema daqui da minha cidade, fiquei bem curiosa agora, já quero ver e contar pra você o que eu achei! <3
    adorei!

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 11, 2019

      Oba, Bianca. Fiquei feliz de saber da sua empolgação. Tomara que seja um ótimo entretenimento pra você!!!
      Abraços

  • Cláudio
    agosto 08, 2019

    Melhor resenha da melhor Blogueira <3

    • Carol Nery
      Carol Nery
      agosto 10, 2019

      Aquele amigo que apoia TUDO que a gente faz. Valeu, bro.