Ford vs Ferrari, de James Mangold, nos traz um elenco estrelado: os vencedores do Oscar® Matt Damon e Christian Bale. O filme é baseado na história real do idealista designer de carros, o americano Carroll Shelby (Damon). Também é a história do impávido piloto britânico Ken Miles (Bale). Eles brigaram com unhas e dentes contra processos corporativos, interferências e desafetos, bem como se metem até mesmo contra as leis da física. Sem deixar de salientar suas próprias personalidades – Miles era um tanto irascível e incontrolável.

Contudo, juntos, eles construíram e desenvolveram um carro que revolucionou a história da Ford Motor Company. Dessa forma a empresa foi capaz de ir à luta por um lugar privilegiado entre os poderosos carros de corrida de Enzo Ferrari. Essa é a história das 24 Horas de Le Mans, na França (1966).

Eu não sou uma pessoa que entende de automobilismo, mas fiquei impressionada com a história do filme quando assisti o trailer antes de outra exibição na tela do cinema. Conversei um pouco sobre o assunto com um amigo entendido do assunto (alô, Fernando!), que com certeza me enriqueceu e enriqueceu esse texto com seu conhecimento de causa. Detalhe: Eu não quis saber a história real da vida dos dois personagens centrais. Então o filme foi todo e completamente uma surpresa pra mim.

A cabine de imprensa foi em sala IMAX, ou seja, Image Maximum. Fez MUITA diferença… Todo aquele som puro da trilha sonora produzida separadamente do filme nos faz viver uma realidade muito vívida. Então essa experiência foi ainda mais imersiva dada à qualidade da sala onde o longa foi exibido.

Eu me peguei diversas vezes surpresa com o enredo de Ford vs Ferrari. Literalmente de boca aberta, olhava para os lados e via a reação dos colegas tão impressionados quanto eu. Um filme que nos leva ao auge da emoção, mexe também com nosso senso de humor. Em pitadas sóbrias, foi possível dar boas gargalhadas e ficar totalmente impressionada com a velocidade alcançada durante os testes e as corridas.

Assim, o filme trata de uma decisão que Henry Ford II (Tracy Letts) teve na década de 1960. Ele queria vencer Enzo Ferrari (Remo Girone) de qualquer forma. Assim, precisariam construir um super carro de corrida, no caso, o GT40. E assim, sonhar com o primeiro lugar nas 24 horas de Le Mans. Americanos contra italianos.

Matt Damon encarna um ex-piloto que foi campeão de Le Mans – Carroll Shelby –, mas que foi afastado das pistas por condições de saúde. Entretanto, ele não abre mão de estar o mais perto das pistas o possível. Shelby é quem convence a Ford a contratar o piloto britânico Ken Miles – vivido por Bale.

Miles é muito esquentado, explode com facilidade, e na maioria das vezes faz as coisas do seu próprio modo. Porém, Miles é muito bom pilotando. Ele é um corredor nato. E tem fome de velocidade. Conhece um carro como poucos. E através de test drive ele vai redefinindo conjuntamente a Shelby, o que está faltando ou o que está errado com o GT40.


Os dois possuem uma forte amizade, e ambos transpiram o papel representado. Todos os louros no caso, eu entrego a Bale. Ele está perfeito (pra variar) em transmitir uma personalidade tão forte e única como a de Miles. Não vou adentrar as tramas paralelas nessa história, para que você possa também ter uma experiência única ao se dirigir ao cinema.
Finalizando, a trama completa me envolveu de forma a me deixar embasbacada no momento que finalmente os créditos sobem. Se atentem a imagem real da dupla de amigos no fim do filme. É muito emocionante. E eu saí do cinema com um sentimento dúbio de emoção e choque. Uma vivência que você precisa viver! Não perca a oportunidade de assistir Ford vs Ferrari em uma tela de cinema.

______________________________________________________________________________________________________________

 

 

Estreia: 14 de novembro de 2019
Duração: 2h 33min
Direção: James Mangold
Elenco: Matt Damon, Christian Bale, Caitriona Balfe
Gênero: Biografia, Drama
Cinematografia: Phedon Papamichael